Arquivos de sites

Notícias do Dia 23/04/2013

* O regabofe-sina das contas públicas Bónus…
(Primeiro o escândalo BPN. […] O Estado assumiu os prejuízos e deixou à rédea solta, até hoje, a empresa (SLN) que então ancorava os malabarismos. Em bom português: ficou com os ossos e deixou a carne nos privados. […] outro tanto se passou no Governo Regional da Madeira. Todos os mecanismos de inspeção falharam […] De desastre financeiro em desastre financeiro, eis-nos, agora, em nova etapa […] Os “swaps”, instrumentos de cobertura de risco nos contratos de financiamento, terão sido realizados, mais uma vez, segundo uma tendência geral ruinosa: garantias excessivas para a Banca. […] Ora aí está. Haja calma! A bondade é má conselheira das estratégias políticas e nada como usar cirurgicamente os rabos de palha.)
* Governo foi alertado para ‘swaps’ em 2008
* Contratos de alto risco em empresas públicas levaram taxa de juro para 20%
(Goldman Sachs, JP Morgan, Deutsche Bank e BNP Paribas foram os bancos que comercializaram estes produtos tóxicos.)
* Tese de mestrado diz que swaps são aposta e cilada
([…] “se trata de contratos diferenciais em que o risco é endógeno e em que, por conseguinte, não há cobertura de risco, mas uma total especulação”. Para o autor, “os contratos são profunda e estruturalmente desequilibrados” porque “as posições financeiras que se trocam não são minimamente equivalentes: quando o banco ganha com o contrato, ganha muito, mas quando é o cliente a ganhar com o contrato, ganha muito pouco”.)
* Segurança Social. Governo tira apoio a 8400 idosos pobres
([…] cujo valor médio rondará os 100 euros por mês, e menos 49 681 beneficiários de rendimento social de inserção (RSI), com uma prestação média mensal de 81 euros, comparativamente a junho de 2011 […] Este é o balanço das duas prestações da Segurança Social mais vocacionadas para responder a situações “de grave carência económica e em risco de exclusão social” […])
* Não (em)prestam
* Gastos com subsídios de desemprego disparam 14,5% Brilhante…
* Facturação dos restaurantes caiu 15% em 2012
* PAC: milhares de agricultores desistem de ajudas com medo de impostos
* Apostar só nas exportações é “erro que se tem pago caro”
* É com o consenso que o País se trama
(Foi consensual deixar crescer o Estado de uma maneira clientelar, corrompendo o seu papel na sociedade. Foi consensual desvalorizar a profissão de político até a tornar atraente, apenas, a malucos idealistas ou a imbecis carreiristas. Foi consensual enriquecer a banca, transformando cada família na dona da dívida de uma casa paga a 30 ou 40 anos. Foi consensual desproteger os trabalhadores, descapitalizar a Segurança Social, estabelecer parcerias público-privadas, colocar na gestão das empresas públicas os amigos do poder, entregar a parte lucrativa dos serviços de saúde ao investimento privado. […] Foi consensual apoiar a invasão do Iraque. Foi consensual nacionalizar o crime BPN. […] Foi consensual entregar a soberania portuguesa ao diretório europeu. Foi consensual governar sob a batuta de maestros formados no conservatório da ganância financeira. Foi consensual apoiar efusivamente o memorando da troika. Foi consensual aceitar a austeridade como inevitável e o acordo de concertação social que a caucionou… E é, agora, consensual criticar tudo o que antes se apoiou! […] Consenso é a ordem, o credo, dos donos do sistema, como se a palavra fosse sinónima de bom senso. Mostra a experiência, afinal, que consenso significa apenas senso comum, o senso míope que desmoraliza e arruína o País.)
* A piolheira está pior que nunca
* Remodelar e pagar favores a um jornalista
* Exilados

* The debt-ridden EU stares bankruptcy in the face
(Não devia estar a ter direito a mais notícias o facto da União Europeia estar actualmente insolvente – porque a sua astronómica dívida por pagar representar quase o dobro do seu rendimento anual? […] a UE deve actualmente 217 mil milhões de euros quando comparado com um rendimento de apenas 117 mil milhões de euros. […] quando, no final do ano, essas responsabilidades tiverem de ser cumpridas, as regras da UE proíbem explicitamente a requalificação da dívida de um período para outro. Por isso, daqui a oito meses, estará a entrar em bancarrota.)
* Dívida dos países da UE já alcança € 11 trilhões
* Zona Euro: indústria e serviços manufatureiros em queda há 15 meses Pufff…
* Now, even Germany has fallen prey to the euro-zone debt crisis Buuumm…
* PIB da Espanha tem queda de 0,5% no primeiro trimestre de 2013
* Excelgate. A bíblia de Schäuble, Osborne e Gaspar estava errada
* Colm McCarthy: IMF lurches from one disaster to the next in eurozone
* O colapso da UE
(É hoje evidente que a União Europeia morreu em Chipre.)
* Is the Cyprus bailout doomed already?
* UE tratou Chipre como ‘cobaia’
* Cyprus & bailouts: That great sucking sound
* Cash-Strapped Greece Sells off Palaces and Islands
* Italian families cut food, health spending in recession
* Beppe Grillo sugere invasão da Itália pela Alemanha Tiques…

* BES condenado a devolver 500 mil euros a cliente em Espanha Mais uma…

* Ritmo de crescimento da produção na China continua a abrandar Pufff…
* Atividade industrial dos EUA tem mínima de 6 meses em abril
* The Wealthiest 20% Own 72%; The Poorest 20% Only 3% EUA
* In China, Housing Prices Soar As Regulators Get Nervous About Defaults Tic,tac,tic,tac…
* Australia facing ‘decades of budget deficit’
* Owen Jones: Our shameful hierarchy – some deaths matter more than others

* “I Regard the [Wall Street] Moral Environment as Pathological”
(Eu vejo o ambiente moral como patológico. Estou a falar das interacções humanas que tenho. Nunca vi tal coisa, nem nunca o senti de forma tão palpável.)
* Earnings Results Are Flashing Warning for Stocks
* Lucro do Bradesco sobe 3,4%
* Booming Thai banks wary of credit bubble
* Standard & Poor’s Admits Its Claims Of Objectivity, Integrity Are Mere ‘Puffery’
* For Many US Households, Bank Account Is a Luxury
* We pay £6m tax on £2.6bn UK profits, but that’s OK because we help start-ups: Google boss Eric Schmidt under fire over comments on corporate tax
* Ex-embaixador diz que Angola é um país “governado por criminosos”
* Paraguay: A victory for corruption?
(No passado foi preso por alegado fraude, investigado por alegada evasão fiscal e acusado pelos Estados unidos de tráfico de droga.)
* Margaret Thatcher and the decline of West

* Gold Is Undervalued in Fiat Money Terms: Pro
([…] o ouro ainda está subvalorizado em termos de “dinheiro fiduciário”, e essa é a mais fácil resposta de todas. […] “Depois de 40 anos de imparável expansão do dinheiro de papel e em particular os 25 anos da bolha financeira conduzida pela Reserva Federal, os deslocamentos no sistema financeiro global são tão massivos que ninguém no poder se atreve a fechar a torneira monetária e permitir que as forças de mercado façam o seu trabalho, que é avaliar o crédito e o risco de acordo com o valor das poupanças reais e o potencial de criação de ganhos reais em vez de terem de seguir os desejos dos nossos mestres organizadores do sistema monetário.”)
* Indian Gold Premiums Hit Records After Price Rout
(Os indianos estão a deitar mão a todas as barras de ouro que conseguem encontrar […])
* Food price hikes raise concerns in Iran
* Squid fishermen on break due to weak yen Japão
* Residents fear rising living costs as Dubai property rents spiral

* Boston, um conto mal contado
(Se o rapaz estava gravemente ferido, se não reagiu a tiros quando o proprietário do barco levantou a lona para verificar o que estava acontecendo, como é que poderia se envolver em uma troca de tiros cinematográfica com a polícia, como os vizinhos a descreveram? […] Parece mais uma tentativa de fuzilamento sumário […] Segundo, fere um princípio civilizatório básico segundo o qual todos são inocentes até prova em contrário […] “Dezenas se não centenas de detidos em Guantánamo, acusados de serem os piores dos piores, não eram culpados de nada. Evidências apresentadas pela mídia não substituem o devido processo legal e um julgamento com direito a contraditório”.)
* Professor: We Used ‘Too Much Force’ Capturing Boston Bombers
* Drone Industry Invokes Boston Bombings in PR Pitch Oh Yeah!
* Tories use Boston bombing to speed up vote on counter-terrorism bill Canadá. Oh Yeah!
* Acusado de enviar carta com veneno a Obama é liberado nos EUA
* U.S. sending more medics to Guantanamo as hunger strike grows
* Foreign journalists deported as Bahrain engulfed by pre-F1 protests Shhh…
* Saudi sends more tanks, arms to Bahrain
* Repression of Grand Prix protesters highlights shameful support of Bahrain Reis da hipocrisia…
(Isto, pois claro, traduz-se na tentativa de preservação do status quo num país que de forma repugnante considera a sua maioria sectária, aproximadamente 70% de muçulmanos Shia, como uma mera nota de rodapé e cidadãos de segunda classe, tudo isto com o consentimento total e elevado financiamento da Administração Obama. […] a política extrior dos Estados Unidos há muito que considera de uma democracia autêntica no Bahrain incompatível com os seus desígnios imperiais na região.)
* W.Va. student arrested, charged for wearing NRA shirt
* Boston police chief: facial recognition tech didn’t help find bombing suspects
* House opposes international regulation for the Web but favors US censorship Reis da hipocrisia…
* Cybercrime experts attack Government’s ‘dangerous’ plan to snoop on web users
* Venezuela ordena militarização do setor elétrico por 90 dias

* US witness claims BP gas explosion cover-up
* Aerosols confirmed rising over India
* Genetically reproduced clones of ancient trees planted in California Deuses do aDeus…
* Fancy a bite? McDonald’s burger bought in Utah in 1999 looks exactly the same as the day it was first flipped (even after it spent two years in a COAT POCKET)
(Se precisa de uma razão para deixar de comer comida de plástico, esta deverá resultar. Um indivíduo do Utah descobriu um hambúrguer do McDonald’s que tinha comprado em 1999 – e a sanduíche tinha exactamente o mesmo aspecto do dia em que foi grelhado. […] O hambúrguer não tinha sinais de bolor, fungos nem mesmo cheiro estranho […] A única coisa que se tinha alterado com o passar dos anos fora o pickle que se tinha desintegrado.)
* Shortage of hospital beds and staff ‘forcing patients to sleep in corridors’ Reino Unido
* Have aliens really landed in Ireland? ‘UFO spotter’ posts mysterious video of glowing fireballs floating over Cork
* Atividade de três vulcões em Kamchatka ameaça voos
* Germany looks for nuclear waste depot site
* Reator de usina nuclear na Coreia do Sul parou por emergência Tic,tac,tic,tac…
* Falha no sistema eletrônico desliga usina Angra 1, no Rio de Janeiro Tic,tac,tic,tac…

* Venezuela threatens oil, trade in continuing election spat with US
* UK bars Shell from paying Iran debt
* What will become of Kuwait?
* BP may delay $10 billion Mad Dog oil scheme in Gulf of Mexico
([…] devido ao aumento dos custos […])
* Electricity, gas shortages go through the roof Paquistão
* Weak Fracking Market Could Deflate Halliburton’s Earnings Pufff…
* Fracking ‘unlikely to give UK cheap gas’, report says
* Lithuania Wants Hitachi to Lower Costs to Build N-Plant
* EDF Energy to cut jobs to control cost of building nuclear power station
* Solarworld Drops to Nine-Year Low on 2012 Loss: Frankfurt Mover
* Tata Faces Crisis as $20 Billion Spent on Water: Corporate India

* US foul play from Boston to Damascus
* Diplomats: Top aide to UN nuke chief unexpectedly resigns, suggesting tensions up top
* Lavrov: aumenta sensação de que na Síria tudo acabará mal
(“Se continuar o desejo de combater até à vitória final, desejo esse instigado pela minoria da “comunidade internacional”, prevalecerão os radicais” […])
* Regime de Assad acusa União Europeia de “acto de agressão”
* Casa Branca permanece cética quanto ao uso de armas químicas na Síria Hmmm…
* Syrian army forces destroy large arms convoy in Idlib
* FSA reportedly kills 18 Hezbollah fighters in Syrian city of Qusayr
* Syrian rockets fell on Lebanese territory
* Iran Warns US about Deployment of Troops in Jordan
* Israelis torch cars, uproot 1,300 trees in West Bank

* Over 80 Japanese nationalists approach disputed islands
* Oito navios chineses entram em águas de ilhas disputadas
* Japão usará força no caso de desembarque dos chineses nas ilhas Senkaku
* Abe Declines to Fully Accept Japan’s War Apology Statement
* India asks China to withdraw border troops
* NATO’s Lack Of Any Serious Purpose Means It Should Retire
* Pentagon, NATO allies witness missile defense test in skies over Central New York
* “A Sérvia foi um polígono de ensaios das estratégias da OTAN”
* Diplomata holandês condenado por espionagem

* Repressão a protesto no Iraque deixa ao menos 26 mortos
* Police arrest Guantanamo protesters in New York

Watertown Shooting – Man Taken into Custody and Stripped Quem é ele?

Notícias do Dia 04/03/2013

* Europe faces an impossible challenge – why can’t Olli Rehn see it?
(Normalmente quando algo não está a funcionar tenta-se outra forma, mas o azarado chefe económico da Europa encontra-se tão preso à tarefa de defender o indefensável – a moeda única – que é incapaz de apresentar alternativas. […] o problema não é a austeridade enquanto tal, mas a tentativa de agrupar nações fiscalmente diferentes com competitividades amplamente divergentes numa área de moeda única. A austeridade é apenas a resposta escolhida para uma aventura mal sucedida. […] Analistas do Goldman Sachs sugeriram que a Alemanha teria de sofrer uma taxa de inflação acima de 4% ao ano em relação aos países periféricos durante um período de 10 a 15 anos para se atingir um reequilíbrio e erradicar os desequilíbrios. Tal implicaria um declínio de 40% na riqueza alemã, com tudo o resto a ficar igual. Nenhuma nação, por muito altruísta que seja, está disponível para aceitar tal. Isso deixa toda a periferia a ter de assumir todo o peso do ajustamento. O Goldman Sachs estima que Portugal necessita de uma desvalorização interna de 35% para conseguir recuperar a competitividade, 30% na Grécia e 20% em Espanha. Itália necessitaria de 10 a 15% de ajustamento. […] o resultado é que a maior parte do ajustamento está por sua vez a chegar através do aumento do desemprego. […] As causas subjacentes deste ajustamento são, por um lado, a queda da procura interna, e por outro lado, o aumento do desemprego. Se isto representa o sucesso então a Zona Euro está verdadeiramente no caminho da loucura. […] Quanto mais a Zona Euro luta para se adaptar, pior fica.)
* 10 reasons why the euro crisis may be incurable
(O falecido economista alemão, Rüdiger Dornbusch, disse-nos que a crise demora muito mais tempo a chegar do que se pensa, e depois acontece muito mais depressa do que se pensava. […] A conclusão é que a saga do euro pode ainda prolongar-se durante um tempo. A História mostra-nos como equilíbrios instáveis podem surpreendentemente durar longos períodos. […] 1. A eleição em Itália foi um choque profundo para os optimistas no euro. […] 2. Estão a aumentar os desacordos fundamentais sobre a União Monetária entre os dois membros mais fortes da Zona Euro, Alemanha e França. […] 3. A falta de um governo italiano virado para as reformas tornou quase inoperável a promessa do BCE de um mecanismo de resgate. […] 4. A Alemanha não consegue estimular suficientemente a sua economia para rebocar do abismo os países do sul da Europa que estão em dificuldade.)
* Desconforto crescente no BCE sobre a participação na Troika
(“O nível de desconforto atingiu um nível tal que alguns membros importantes do BCE estão a ponderar o cenário de deixar por completo a troika” […])
* Medicine Wears Off: Is the Euro Crisis About to Return?
* Greece Reclassified as an ‘Emerging Market’ Evolução da Europa…
([…] já não cumpre “os critérios de risco macro e operacional” para manter o estatuto de mercado desenvolvido.)
* Greek tragedy: Three generations of workers
* Troika exige despedimento de 25 mil funcionários públicos na Grécia
* Manifestações na Grécia
* Anger builds in Italy as old guard plots fresh technocrat take-over
(Responsáveis italianos dizem que o governador do Banco de Itália, Ignazio Visco, é o principal candidato a assumir o lugar de primeiro-ministro apesar dos avisos que tal será visto com o um truque elitista.)
* Italian newcomer Grillo predicts collapse in six months
* Why the Italian Vote Is a German Failure
* George Soros Blasts Germany for Its Role in Europe Crisis
* Desempregados em Espanha superam pela primeira vez os 5 milhões Obrigado Europa…
* Tens of thousands protest in Bulgaria amid political uncertainty (PHOTOS)
* Alemanha vai bloquear adesão da Romênia e Bulgária à zona Schengen Europeus de segunda…
* Greek ex-minister Akis Tsohatzopoulos imprisoned for eight years for tax fraud
* Presidente Checo acusado de alta traição pelo Senado
* “Sistema de prostituição” na comitiva de Berlusconi
* Beppe Grillo, o populismo libertário
([…] Grillo é quase o protótipo do populista: alguém que apresenta a classe política como sendo o inimigo do povo “verdadeiro”.)

* HSBC lucra US$ 13,5 bilhões em 2012, queda de 16,8%
* HSBC pays 204 of its bankers more than £1m after profits dip to £13.7bn with UK arm hit by PPI and rate-swap mis-selling Noutro planeta…
* Bank of Ireland’s pre-tax losses for 2012 mount
* Banks withdraw £1.88bn from economy, offsets rise in lending
* Seguradoras aumentam lucros para 542 milhões Noutro planeta…
* Seguradoras têm quase 9 mil ME de dívida pública portuguesa
(Em termos globais, as obrigações tinham um peso de 71,3% em dezembro último sobre o total da carteira de investimentos do setor.)
* Quem são os maiores credores do Estado

* Partidos querem manter exclusividade no Parlamento
(Os partidos políticos vão manter o monopólio da representatividade eleitoral no Parlamento. Do Bloco de Esquerda ao CDS-PP, os vários representantes partidários deixaram ontem clara a sua intenção de voto quanto à possibilidade de cidadãos independentes poderem concorrer à Assembleia da República sem estarem alinhados em listas partidárias. […] “Dizem que é mais fácil criar um partido do que alterar a Constituição. Também é mais fácil manter o ‘status quo’ do que mudá-lo”.)
* A Câmara dos horrores
(Os negócios controlam hoje totalmente a vida política. A promiscuidade entre agentes políticos e grupos económicos é obscena. O tráfico de influências generalizou-se e o símbolo maior desta degenerescência é mesmo o Parlamento.)
* Soares dos Santos e Belmiro de Azevedo aumentam fortunas Noutro planeta…
* Corte sobre o subsídio de desemprego pode tornar-se permanente
* Solicitadores prevêem que despejos dupliquem este ano
* A Aberração
(Está em implementação o Sistema Integrado de Informação Criminal, aprovado pelos “partidos do poder” com o indisfarçável propósito de controlar politicamente a investigação criminal e as informações que esta produz, aproveitando-as para fins que a Constituição não permite, como a “prevenção de ameaças graves e imediatas à segurança interna”, conceito que, como temos visto, hoje tudo abarca, até meras manifestações cívicas. […] O Governo, que não pode ter acesso aos inquéritos-crime, administra a base dos dados que os mesmos produzem! O Ministério Público, que por imposição constitucional dirige a investigação criminal e a quem todas as polícias criminais devem obediência funcional, está afastado da direcção deste sistema, tendo até um acesso muito mais limitado do que qualquer polícia.)
* O banqueiro indignado
(Ora este MRI – não é de mais repeti-lo: Movimento dos Reformados Indignados – vai ser presidido por Filipe Pinhal, ex-presidente de banco (BCP) e atual beneficiário de uma reforma de 70 mil euros mensais. É um pouco como se a Diana Chaves se tornasse tesoureira da Associação das Feias de Portugal. […] Pôr um ex-presidente de banco que ainda há meses foi condenado a pagar multas de 800 mil euros por deslizes financeiros a liderar pensionistas que tiveram cortes nas reformas de 1350 euros é contradição das boas, capaz de gerar unidade nacional.)
* UTAO: quebra nos impostos, desemprego e TC ameaçam metas
* Venda de casas caiu 50% nos últimos dois anos em Portugal
* Manifestação: Mais de um milhão e meio de pessoas nas ruas
* Protestos no Porto terminaram com confrontos entre manifestantes e polícias
* Jovens detidos libertados depois de horas em parte incerta
* A ‘manif’ 2M vista pelos leitores do Expresso
* Mais imagens da ‘manif’ de sábado
* Nos bastidores da manifestação (fotos)
* O terramoto político que está para vir
(Vivemos um momento de revolta pacifica e que ainda se enquadra no sistema político, tal como o conhecemos hoje. Mas ele está na sua fase decadente. Se o mundo político teimar em não responder ao País, coisas imprevisíveis acontecerão. Penso (ou pelo menos espero) que acontecerão no espaço da democracia e não a pondo em causa. Mas tudo pode mudar com mais dois anos de austeridade e miséria. Na contestação social, já mudou muito.)
* Açores não abdicarão das 200 milhas da ZEE
(O presidente do Governo dos Açores afirmou hoje que a região não vai abdicar de lutar pela recuperação das 200 milhas de zona económica exclusiva que detinha e que foi reduzida a 100 milhas por decisão do Conselho Europeu.)

* Suíços aprovam limites aos salários milionários de altos executivos Democracia directa…
* Salários e prémios pornográficos
(A prática suíça tem, supletivamente, essa virtude: os eleitos estão avisados da impossibilidade de tratar os cidadãos como mentecaptos a todo o tempo. […] Afinal, na Suíça como noutros países, incluindo Portugal, há gestores a receberem verbas pornográficas, em detrimento da constituição de reservas nas empresas e distribuição de dividendos aos acionistas. […] A Europa da União e os respetivos países parceiros não perderiam nada em tornar mais frequente – e efetivo – o referendo dos cidadãos. Organizada segundo partidos com tendência para se fecharem numa espécie de concha em instinto de defesa do emprego das cliques, a classe política faz mal em não tornar mais frequente a capacidade de decisão do povo. Mais cedo do que tarde cavará a sua sepultura.)
* $50 trillion in debt? How far can we go?
([…] o relógio da dívida global do economist.com acabou de ultrapassar a marca dos 50 biliões de dólares. […] O fenómeno atingiu o nível de epidemia global, e o cancro da dívida está agora a devastar todos os continentes. […] Os investidores devem esperar um aumento no número de bancarrotas, tanto de países emergentes como de países desenvolvidos. A desvalorização global está apenas no seu começo, porque é a forma mais fácil dos países com elevados níveis de dívida estimularem os seus PIB através das exportações. Com os bancos centrais a destruírem a ordem natural da procura e da oferta, para aumentarem a liquidez no sistema e manter as taxas de juro em níveis baixos, devemos esperar o surgimento de inflação.)
* Obama’s Now Added $6 Trillion to the National Debt Tic,tac,tic,tac…
* When Will the Federal Debt Cause a Greece-Like Crisis in the U.S.?
([…] a diferença mais importante entre os dois países é que os Estados unidos imprimem a sua moeda, o que significa essencialmente o poder de criar dinheiro do ar.)
* Detroit Emergency: HuffPost Live Breaks Down The Motor City’s Financial Crisis And Future O primeiro estouro…
* Tom Doran: The blight below | Crumbling Detroit infrastructure needs more than crisis repairs
* The 10 Most Miserable States In America
* Americans see biggest monthly income drop in 20 years
* Canada Losing Debt Halo as Property Peaks Under Carney Tic,tac,tic,tac…
* China’s non-manufacturing sector shrinks in Feb
* UK among worst for wage drops across EU
* ‘Bedroom tax’ will hit single parents and disabled people hardest Inglaterra
* Kerry says US releasing millions in aid to Egypt Amigos da bastonada…
* Oakland Neighbors Policing Their Own Streets As They Lose Faith In Cops
* Gun maker CEO: ‘We’re selling everything we make’

* WALTER ZIMMERMAN: Every Indicator I Follow Shows The Market Is Going To Tank, And There Will Be A New Financial Crisis
* AIPAC aims to play ‘major strategic ally’ card to save aid for Israel from US cuts?

* China “fully prepared” for currency war: banker
([…] a China irá responder às políticas de quantitative easing implementadas pelos bancos centrais estrangeiros.”)
* Paris exige desvalorização do euro
* Food items shrink — but prices don’t

* How the FBI Helps Terrorists Succeed
(Qual as razão para os Estados Unidos terem fornecido bombas, transporte e outros meios a pelo menos 150 pessoas para realizarem atentados terroristas. […] O FBI tem um número sem precedentes de informadores – são no total 15.000 informadores. E são pagos – generosamente; em alguns casos 100.000 dólares, 400.000 dólares no caso da Califórnia […] Mas o problema com que me deparei em muitos destes casos é que existe a questão bem real do informador poder ser um criminoso bem pior do que alguma vez virá a ser o alvo da falsa operação. Nestas falsas operações, o FBI usou frequentemente passadores de droga como informadores, usaram um acusado de homicídio, num caso em Seattle, usaram um molestador de crianças – pessoas que são odiosas de todas as formas que possa imaginar. E eles também tinha o incentivo directo para encontrar terroristas e vê-los acusados porque ganham imenso dinheiro como informadores. […] E como resultado directo disso, na maioria dos casos o que estão a descobrir são pessoas nas franjas da sociedade que estão economicamente desesperadas, em alguns casos com doenças mentais, e estas são pessoas que são facilmente susceptíveis a um informador com muita capacidade de persuasão.)
* The New Political Prisoners: Leakers, Hackers and Activists
* NYPD lied under oath to prosecute Occupy activist
* Activist arrested for wearing ‘Occupy Everything’ jacket
* ‘Anonymous’ Hacker Explains Why He Fled The US
(Existe um esvaziar de dissidentes políticos – A punição dos Estados Unidos por se meter no direitos civis. […] “América – terra dos vigiados, lar dos documentados.”)
* DHS built domestic surveillance tech into Predator drones
* John Brennan and the Bin Laden Files
* Turner school lockdown drill scares students
* Paving way for ACTA? Canada considers anti-counterfeit bill encouraged by US
* Ônibus separados para palestinos geram polêmica em Israel
* UN criticizes Canada’s government over hunger issue

* O mundo no limiar da Era do Gelo ?!?!
(Cientistas russos prognosticam que em 2014 terá início a Pequena Era Glacial. Eles desmentem a tese do aquecimento global, classificando-a como uma jogada publicitária. […] “A pequena idade do gelo acontece com uma periodicidade de 500 anos.” […] O início de um novo ciclo, o de esfriamento, está ligado a mudanças da atividade solar. A intensidade da radiação emitida pelo Sol vem diminuindo, o que afeta o clima. […] “O efeito estufa de origem antropogênica constitui apenas 4 a 5% das emissões naturais. A erupção de um só vulcão produz muito mais. Um verdadeiro fator do efeito estufa é o vapor de água vulgar. Graças a Deus, ninguém imagina em que também deve ser regulamentado.” […] o esfriamento será gradual e será perceptível só em meados do século XXI.)
* UK in bid to delay EU laws on air pollution amid failure to comply
* Spill in China Underlines Environmental Concerns
* Widely used chemical linked to childhood asthma Bisphenol A
* Artificial Sweeteners in Milk?
([…] sem rotulagem especial a avisar os consumidores.)
* Famed giant Pacific leatherback turtle faces extinction in 20 years
* How the U.N. Caused Haiti’s Cholera Crisis — and Won’t Be Held Responsible
(A instituição mundial desencoraja activamente e até mesmo impede os jornalistas e os investigadores de saúde pública que tentam seguir o rasto da pestilência. As Nações Unidas nunca admitiram a sua responsabilidade, mesmo depois do relatório por si comissionado ter deixado pouco espaço para dúvidas. […] Na opinião das Nações Unidas, capacetes azuis provenientes de um país endémico de cólera a despejar os seus desejectos para um rio era um caso de política pública em vez de uma preocupação com as leis privadas, o que significa que às Nações Unidas nem sequer lhe é requerido a criação de uma estrutura interna de apoio legal para endereçar os danos causados aos haitianos.[…] As Nações Unidos não têm obrigações legais perante ninguém a não ser perante si, e não está a lutar contra as alegações de cólera simplesmente porque não necessita de o fazer.)
* Rare superbug emerging in U.S. elicits advisory warning from CDC
* Doctors don’t trust their own hospitals
* Todos os anos são mortos 100 milhões de tubarões
* Insects could be the planet’s next food source… even if that gives you the creeps Preparação…
* In pictures: sinkholes, craters and collapsed roads around the world
* Did UFO ‘hit’ Russian meteorite blasting it to smithereens? Conspiracy theorists’ extraordinary claim after new footage emerges ?!?!?
* Solar Cycle Update: Twin Peaks?
* Unexploded First World War shell found near Belgium nuclear power plant
* Two Workers Killed at EDF Nuclear Plant in East of France
* Temporary Cover to be Built over Collapsed Chernobyl Roof

* ‘I am one of the Fukushima fifty’: One of the men who risked their lives to prevent a catastrophe shares his story
* 63 workers exposed to higher radiation than logged in their records
* High concentration of radioactive cesium found in land animals Ao redor de Fukushima…
* Declining radiation measured near Fukushima plant, some blown elsewhere
* 2 Years On: Outlook Not Good for Waste Storage after Meltdown
* PROMETHEUS TRAP/ ‘Shadow units’ (1): Secret rescue mission at the Fukushima plant

* ‘Peak Oil’ Advocate: World ‘Desperately Needs’ New Energy
(O Pico do Petróleo está aqui. Mesmo que possamos argumentar sobre fracções de milhões de barris por dia, é difícil encontrar volumes significativos que na próxima década possam entrar no mercado (com a excepção possível no entanto improvável do Iraque). Há já algum tempo que o alarme está a soar, e alguns dos avanços na direcção das fontes de energia renovável (mesmo que motivadas por um impulsionador diferente) ajudaram a mitigar alguns dos problemas, mas infelizmente não o suficiente. […] A esperança de que a produção de hidrocarbonetos das reservas de xisto nos Estados Unidos conduzam à independência energética tem mais uns quantos anos de vida até ser provado como logro irrealista que o é. […] Hmmm! A fusão nuclear tem sido a próxima grande coisa na produção de energia durante o tempo de toda a minha carreira profissional. E é provável que continue a sê-lo durante as vidas profissionais dos meus filhos e dos meus netos.)
* U.S. oil needs should keep it in Mideast
(Em 2012, os Estados Unidos basearam ainda mais as suas importações de petróleo no Médio Oriente do que nos anos antecedentes, mostram os números do Departamento de Energia dos Estados Unidos, enfatizando o quão importante continua a ser a volátil região para os Estados Unidos. O Financial Times destacou que o crescimento das importações do Golfo Pérsico, onde os Estados Unidos e os seus aliados estão a confrontar um Irão expansionista, indicam que “os Estados Unidos irão continuar a desempenhar um papel critico na segurança da região”. […] As estatísticas do Departamento de Energia dos Estados Unidos indicam que no final de Novembro as importações de crude da Arábia Saudita situavam-se em torno de 450 milhões de barris – mais do que a soma das importações em 2009, 2010 e 2011 do Reino. […] “O Golfo, num todo, representou mais de 25%, um máximo de nove anos.”)
* India suffered 9 pc peak power shortage during 2007-12: Economic Survey
* Venezuelan authorities report blackout in 10 states
* Thailand factories urged to cut power use
* Thai Power Woes Threaten Tech Supply Chain; How To Respond
* Germany to Add Most Coal-Fired Plants in Two Decades, IWR Says
* Europe’s offshore wind facing 50 bln euro shortfall -study
* French wind power spun into knots
* Land usable for biofuel said overestimated Pufff…
([…] reduziram a estimativa em aproximadamente 80%.)

* Bashar al-Assad acusa Londres de querer armar os “terroristas” na Síria
* US, Saudi Arabia vow to boost anti-Assad insurgents
* Assad threatens retaliations against Israel over reported air strike Rufam os tambores…
* Russian Arms Trade Czar Says “War” Declared on Weapon Supplies to Syria Hmmm…
* Syria fighting sparks tension on Iraq border Tic,tac,tic,tac…
* Exército iraquiano atacou rebeldes na Síria Rufam os tambores…
(Após a declaração do premiê iraquiano Nuri al-Maliki de que a queda do regime de Assad na Síria marcará o início de uma guerra regional, as Forças Armadas do Iraque se aliaram abertamente ao governo sírio.)
* Ataque no Iraque vitima militares sírios Rufam os tambores…
* Russian arms supplies to Iraq to begin by summer – Iraqi Foreign Minister
* Will Iraq be next to have an Arab Spring?
* Three Israeli military aircraft violate Lebanese airspace
* Seized Chinese Weapons Raise Concerns on Iran
* Senators Press Resolution To Green-Light Israeli Attack On Iran Rufam os tambores…

* ATENÇÃO: A guerra do ocidente contra a África
([…] os fluxos ilícitos de recursos; os lucros que, invariavelmente, acabam nos cofres dos bancos ocidentais pelas trilhas dos paraísos fiscais, como já está fartamente documentado no livro Poisoned Wells [Poços envenenados], de Nicholas Shaxson. Ou pelo mecanismo de extorsão do sistema das dívidas nacionais, pelo qual bancos ocidentais emprestam dinheiro a governantes militares, quase sempre postos no poder com a ajuda de forças ocidentais, como Mobutu, ex-presidente do Congo […] mais de 80 centavos de cada dólar emprestado deixaram o país devedor em “voos do capital”, no período de um ano, sem jamais terem sido investidos no país devedor; e que $20 bilhões são drenados da África, por ano, como pagamento “do serviço da dívida” desses “empréstimos” essencialmente fraudulentos. […] A União Africana (UA), criada em 2002, surgiu como ameaça nova contra tudo isso: um continente africano mais integrado e unificado, não seria tão facilmente saqueado. O que mais preocupou os estrategistas ocidentais foram os aspectos financeiros e militares da unificação africana. Num nível financeiro, os planos para a constituição de um Banco Central Africano (que criaria uma moeda africana única, o dinar, com lastro-ouro) ameaçariam gravemente a capacidade de EUA, Grã-Bretanha e França para continuar a saquear o continente. Todo o comércio africano feito mediante o dinar-ouro implicaria, em última instância, que os países ocidentais teriam de pagar em ouro por recursos africanos que comprassem, não mais, como até agora, em libras, francos ou dólares que, bem feitas as contas, sempre podem ser impressos em papel podre. As duas outras instituições financeiras previstas pela União Africana – o Banco Africano de Investimentos e o Fundo Monetário Africano – também comprometeriam fatalmente a capacidade de instituições como o Fundo Monetário Internacional para manipular as políticas econômicas dos países africanos mediante seu monopólio das finanças. Como o economista Jean-Paul Pougala mostrou, o Fundo Monetário Africano, com capital inicial previsto de $42 bilhões “rapidamente suplantará as atividades africanas do Fundo Monetário Internacional, o qual, com apenas $25 bilhões, conseguiu pôr de joelhos o continente inteiro e obrigou a África a engolir um processo muito questionável de privatizações, forçando os países africanos a converter-se em monopólios privados.” Além desses desenvolvimentos fiscais potencialmente ameaçadores, houve também movimentos no front militar. A reunião de cúpula da União Africana em 2004 em Sirte, Líbia, decidiu elaborar uma Carta de Defesa e Segurança Comum Africana, que incluía um artigo que estipulava que “qualquer ataque contra um país africano é considerado ataque contra o continente como um todo” – copiada, de fato, da Carta da OTAN. Em seguida, em 2010, foi criada uma Força Reserva Africana (FRA), com delegação para defender e fazer valer as definições da Carta de Defesa. Bem evidentemente, se a OTAN tivesse de desmontar a unidade africana pela força das armas, quanto mais depressa agisse, melhor para a OTAN. […] O pior viria em 2009, quando o então líder líbio Muammar Gaddafi – o mais empenhado inimigo das políticas imperialistas no continente – foi eleito para presidir a União Africana. Sob o comando de Gaddafi, a Líbia já se convertera em principal mantenedora e financiadora da União Africana. Agora, o mesmo Gaddafi propunha processo rápido de integração africana, que incluía a constituição de exército africano unificado, moeda única e passaporte único. […] O assassinato de Gaddafi, porém, não tirou de campo apenas um poderoso membro da União Africana; removeu também o eixo em torno do qual girava todo o sistema de segurança regional na região do Sahel-Sahara. […] Muammar Gaddafi negociou recentemente um muito divulgado acordo com líderes tribais tuaregues da Líbia, Chade, Niger, Mali e Argélia, conseguindo que desistissem de suas aspirações separatistas e das práticas de contrabando (de armas e de extremistas transnacionais) em troca de assistência para o desenvolvimento dos seus países e apoio financeiro […] A própria eficácia desse sistema de segurança local foi um duplo golpe contra a hegemonia do ocidente na África: não apenas aproximou a África de uma condição de paz, na qual a prosperidade local tornava-se possível, como, também, simultaneamente, esvaziava o pretexto chave para todas as intervenções militares do ocidente no continente. […] Mas, do ponto de vista dos estrategistas europeus, muito mais preocupante que tudo isso é, provavelmente, que a Argélia – com o Irã e a Venezuela – constituem o que eles chamam de uma “[Organização dos Países Produtores de Petróleo] OPEC linha dura”, empenhados em vender caro o acesso aos seus recursos nacionais. […] É instrutivo observar que o mesmo jornal também acusou a Líbia de “nacionalismo dos recursos” – ao que parece, o crime mais hediondo, na avaliação daqueles leitores -, apenas um ano antes da invasão da OTAN. Evidentemente, “nacionalismo dos recursos” significa precisamente que os recursos de uma nação sejam usados, em primeiro lugar, para promover o desenvolvimento em benefício da própria nação, não em benefício de empresas estrangeiras e, nesse sentido, a Argélia bem merece a ‘acusação’. […] A mesma tendência de “nacionalismo dos recursos” também aparece anotada em recente material distribuído por STRATFOR, empresa de inteligência global, que escreveu que “a participação estrangeira na Argélia sofreu, em larga medida, por causa de políticas protecionistas aplicadas pelo governo militar fortemente nacionalista.” Seria evento particularmente preocupante, diz STRATFOR, em momento em que a Europa aproxima-se de situação em que se tornará muito mais dependente do gás argelino, com as reservas no Mar do Norte em processo de esgotamento. “Desenvolver a Argélia como grande exportador de gás natural é imperativo econômico e estratégico para os países da União Europeia, em momento em que a produção da commodity entra em declínio terminal na próxima década. […] Sem dizê-lo abertamente, o relatório conclui sugerindo que uma Argélia desestabilizada e convertida em “estado falido” seria sempre preferível a uma Argélia sob governo “protecionista”. E sugere que “o envolvimento que se vê hoje das majors de energia da União Europeia em países de alto risco, como Nigéria, Líbia, Iêmen e Iraque, indica saudável tolerância à instabilidade e a problemas de segurança.” […] Já aparece, portanto, no radar dos interesses estratégicos da segurança energética do ocidente, uma Argélia reduzida a estado falhado, exatamente como o Iraque, o Afeganistão e a Líbia um dia apareceram no mesmo radar. Com isso em mente, é fácil ver como a política aparentemente contraditória de armar milícias salafistas num primeiro momento (na Líbia) e imediatamente depois passar a bombardeá-las (no Mali) faz, de fato, perfeito sentido. […] Vê-se afinal que a deliberada destruição do sistema de segurança que a Líbia coordenava em toda a região do Sahel-Sahara trouxe vastos benefícios para os que contam com que a África permaneça presa no papel de fornecedora subdesenvolvida de matéria prima barata. O processo já armou, treinou e assegurou território para milícias que, em seguida, serão usadas na destruição da Argélia – o único grande estado rico em recursos naturais do norte da África ainda empenhado numa genuína unidade africana, com independência.)
* Army vs. Police? Egypt military deny reports of Port Said clashes Hmmm…
* The US is the Don Corleone of international politics
(O mundo elitista empresarial norte-americano trabalhou sempre em proximidade com a CIA, o Departamento de Estado e o Pentágono a promover a queda – conhecido como “mudança de regime em estados não alinhados” – de governos que não se alinham automaticamente aos interesses dos Estados Unidos; ou, explicando melhor, de governos que não se alinham automaticamente com os interesses da poderosa elite global e supranacional que está profundamente incrustada nas estruturas de poder privado e público nos Estados Unidos. […] Então é esta a “forma de democracia que os Estados Unidos desejam”. Ou, como recomendaria Don Corleone no “O Padrinho” a agentes e operacionais caso estivesse sentado no Departamento de Estado ou na CIA: “Façam com que se pareça uma eleição democrática”.)
* Líder assassinado por lutar por terra dos índios Yukpa Hmmm…
* The US Navy Is Finally Moving Ships Back To The Philippines To Counter China — But We’re Close To Blowing It
* Four Chinese ships enter waters near disputed islands
* China sending helicopter-carrying ships in Senkakus dispute
* China’s navy escort fleet conducts combat training
* The Border Area Between North And South Korea May Be The Tensest Place On Earth
* Pyongyang prepara exercício militar de grande escala
* 2 Afghan children ‘mistakenly’ killed by Australian troops – NATO

* 5 killed, over 600 injured in Port Said clashes
* Crowds Turn out for Egyptians Killed in Port Said Clashes
* Strike Cripples Bangladesh as Death Toll Rises to 80
* 13 Occupy Protesters Arrested In Minneapolis Protest
* Chinese village on lockdown following clashes, reform demands (PHOTOS)
* Guinea security forces clash with protesters
* Pro, anti-Hugo Chavez demonstrators protest
* Protesters, police clash in Zurich over eviction order
* Hundreds of protesters storm Iraq oilfield

Anonymous reveals Bank of America secrets

Notícias do Dia 17/10/2012

* Culpa de quem?
(Na verdade, se alguma culpa tem o povo, só a tem por confiar na “bondade” das promessas feitas por políticos apátridas. Ainda que nos digam que a Democracia é o “Governo do Povo”… não é a este que cabe governar. Ora, se estamos, como estamos, deve-se às políticas que há cerca de 3 décadas têm hipotecado o País e nada mais. […] Obviamente que não há apenas culpados internos… A Crise Financeira, que não aconteceu de um dia para o outro, nem por obra e graça do Espirito Santo, tem muita gente de top envolvida, nomeadamente políticos de renome, banqueiros e operadores de mercado. […] Além disso, os modernos “manipuladores financeiros” contam com instrumentos que permitem criar a ilusão de riqueza fácil e pôr a salvo os resultados da sua rapina especulativa. Referimo-nos à Informática, cada vez mais evoluída, que permite como nunca, a criação de dinheiro que só existe no monitor de um computador, e às praças de Off-shore, onde se lava dinheiro do tráfico de drogas e de armas e se acomodam estoques significativos de Capitais oriundos das operações de trading da Indústria Financeira. […] Só de uma vez e ainda no Consulado de José Sócrates, o Estado português foi fiador de 9 mil milhões de Euros. Com o advento da Troika, foram mais 12 mil milhões de Euros. Mas desta feita, integrados no plano de resgate financeiro… Toma lá que é democrático! […] Quem são então os culpados, o povo ou as lideranças políticas que se deixam corromper pelos mercados financeiros, cujos manipuladores têm agido dolosamente contra a Soberania dos Estados Nacionais?)
* “É uma sorte ter Vítor Gaspar como ministro, ele é muito bom” A sério Sr. Goldman Sachs?!?!?
* PwC: Simulações do IRS entregues pelo Governo têm várias incorreções
* IRS para dependentes em “níveis incomportáveis”, adverte KPMG
* Salários de 1.500 euros vão ser mais penalizados que os de 2.500
* Citi: Queda do PIB em 2013 “será muito superior” ao previsto no OE
* FMI prevê descalabro da economia portuguesa em 2013
(Segundo os novos cálculos do FMI, é de prever que as políticas de austeridade levem a uma queda do PIB até um máximo de 5,3 por cento em 2013, mas nunca inferior a 2,8 por cento. O Governo tinha previsto uma queda na ordem de 1 por cento.)
* Portugal likely will require second bailout – Capital Economic Uma inevitabilidade matemática…
* Portugal tem dos maiores fossos entre ricos e pobres
(«Esta evolução da desigualdade das famílias está intimamente associada à evolução dos rendimentos das famílias mais pobres em Portugal» […])
* Portugal vai ter mais de três milhões de pobres Obrigado Europa!
* Pobreza aumentou 80% em Lisboa Obrigado Europa…
* Mais de 55% dos desempregados sem direito a subsídio
* Número de beneficiários do RSI volta a baixar em agosto Estado anti-social…
* Impostos: «Quem tem depósitos vai empobrecer todos os anos»
* “Os militares estão em polvorosa, estão revoltados” Hmmm…
* Forças Armadas: «Já basta de afrontas», diz presidente da associação de oficiais Hmmm…
* Otelo avisa que uma revolução está latente e não irá ser pacífica como o 25 de Abril
([…] o Governo está a violar a Constituição, de que as Forças Armadas são “guardiãs”, […] o célebre “capitão de Abril” diz que é diariamente confrontado com “anónimos” que o convidam a fazer uma nova revolução, “agora sem cravos”. […] “Finalmente, o nosso povo submisso e de brandos costumes está a acordar para uma realidade que é pungente e que está a ser avassaladora num país que abriu uma esperança enorme com o 25 de abril e que agora se vê, menos de 40 anos depois, num estado em que a pobreza aumentou 80 por cento em 20 anos, em que a classe média está a regredir e a passar a níveis de pobreza que eram impensáveis até há pouco tempo”, disse.)
* PPP: Estado paga 1,5 milhões à Fertagus por causa da REFER
* Governo garante que juízes jubilados escapam a duplo corte Elites…
* A culpa é do polvo
(Quem viveu muito acima das suas possibilidades nas últimas décadas foi a classe política e os muitos que se alimentaram da enorme manjedoura que é o orçamento do estado. […] Todos estes negócios e privilégios concedidos a um polvo que, com os seus tentáculos, se alimenta do dinheiro do povo têm responsáveis conhecidos. E têm como consequência os sacrifícios por que hoje passamos. Enquanto isto, os portugueses têm vivido muito abaixo do nível médio do europeu, não acima das suas possibilidades. Não devemos pois, enquanto povo, ter remorsos pelo estado das contas públicas. Devemos antes sentir raiva e exigir a eliminação dos privilégios que nos arruínam. Há que renegociar as parcerias público–privadas, rever os juros da dívida pública, extinguir organismos… Restaure-se um mínimo de seriedade e poupar-se-ão milhões. Sem penalizar os cidadãos.)
* Portugal paga mais juros para emitir dívida a seis meses
* Portuguese Treasury falls short of maximum target at debt auction
* Banqueiro: «Sou classe média, não sou rico» É verdade… já só existem duas classes em Portugal; os pobres e a falsa classe média [rica]!!!
* Afinal não se ouviu o «Grândola» no Dragão A imagem de um Zé Esquecido…

* Eurozone crisis: three years of pain A condução do plano…
* O golpe de Estado alemão O grande plano a seguir em frente…
(O que Schäuble propõe, e é coerente com o que a Alemanha tem defendido, é um golpe de Estado contra as democracias, criando uma junta de tecnocratas que retira à democracia representativa uma das suas principais funções: determinar o que se faz com os recursos de uma comunidade. Não há duas formas de dizer isto: o poder alemão quer destruir as bases fundamentais das democracias europeias. […] a Alemanha, que já foi um dos principais motores da construção europeia, é hoje a principal inimiga da Uniãõ Europeia. E nas suas cada vez mais indisfarçáveis tentações imperais põem em risco as democracias dos países europeus, o euro, a União e, com tudo isto, sessenta anos de paz. Travar a cegueira alemã é obrigação de todos europeístas e democratas, na Alemanha e em toda a Europa. Antes que seja tarde.)
* George Soros. A saída da Alemanha da zona euro é uma hipótese para resolver a crise
([…] o país sair do euro, fazendo com que “o problema desaparecesse no ar”. Para Soros a saída da Alemanha levaria a o euro desvalorizasse e a divida dos países devedores seria ajustada.)
* Fall Season in the Euro Zone: Calm Before the Storm? Calma…
* Merkel Urges Tax Cuts to Boost German Economy Não é uma queridinha…
(“De momento o crescimento na Alemanha só pode ser estimulado através de um aumento da procura interna” […])
* Germany rules out another “haircut” for Greece Bluff…
* Greece aid talks break down after Athens rejects further cuts
(As tensões chegaram a um clímax na terça-feira por causa de uma sensação dominante de que a UE e o Fundo Monetário Internacional – que com o Banco central Europeu formam a troika que mantém o país à tona – estavam à última da hora a avançar com exigências “irracionais”. Responsáveis afirmaram que essas condições não faziam parte do acordo que Atenas tinha assinado em Março para o seu segundo pacote de ajuda de 130 mil milhões. Muitos rejeitaram as exigências de última hora afirmando que iriam reduzir as condições de trabalho “para as tempo da Idade Média”. […] “Temos de questionar o porquê de estarem a fazer isso. Quererão empurrar a Grécia até um beco, quererão que o governo caia, quererão que o país entre em incumprimento da sua dívida?)
* Gregos começam hoje dois dias de greve geral e protestos para pressionar cimeira da UE
* Milhares de estudantes manifestam-se numa dezena de cidades espanholas contra cortes na educação
* Analysis – Europe’s separatists gain ground in crisis Tic,tac,tic,tac…
* Economic crisis driving more Italians to seek help
* S&P corta rating a cinco comunidades e às cidades Madrid e Barcelona
* French business erupts in fury against “disastrous” François Hollande
* Alemanha: crescimento económico revisto em baixa Tic,tac,tic,tac…
* The next euro storm is in Italy
* Norway’s Housing Boom Could Lead to Spain-Style Bust, Say Some
* É necessário um referendo sobre o futuro da Europa
(A construção europeia, tal como a conhecemos, foi até à data dirigida pelas elites, mas o seu “paternalismo benevolente” atingiu os seus limites. O próximo passo para a União política não poderá ser feito sem se consultar diretamente os cidadãos, […])

* UK Banks Must Prepare for ‘End of World’ Risks: BoE
(Basel I, II, III, IV, e V não estão calibrados para o tipo de riscos fim do mundo que estão de momento dentro do campo das possibilidades […])
* Banks engaged in ‘denial and deceit’

* Hedge Fund Consultant Belkin: Recession, 30% Stock Drop Coming
* Canada Household Debt Reaches Record Amid Economy Concern Tic,tac,tic,tac…
* Record High Enrollment for Food Stamps: 46,681,833 Million EUA – Uma nação a rações…
* 75 percent of Israelis fear economic collapse, survey says
* Eight ways China is changing your world
* China suffering the ‘Russian disease’ of growing inequality and corruption
* Economy boost as unemployment falls again but most new roles are part-time and half are in London
* Starvation caused by lack of money, not food deficit
(O défice alimentar e a crise de alimentos tornaram-se numa realidade austera para milhões de pessoas. Mesmo que as organizações internacionais andem a falar de um défice de alimentos, especialistas respondem que isso não passa de um mito porque no mundo existem alimentos suficientes. O único problema é que as pessoas não têm dinheiro para os comprar.)

* Rising Food Prices: Why Wall Street Is Partly to Blame
([…] para a maioria das pessoas no planeta, os preços dos alimentos primários – triplicaram desde 2002 depois de décadas de estabilidade. […] Esse novo desenvolvimento, destaca, é devido ao aumento exponencial nos derivados sobre os bens alimentares. O negócio de derivados e apenas sobre o trigo aumentou de 10 mil milhões de dólares para 300 mil milhões em menos de um ano, afirma Kaufman. “Os especuladores estão a subjugar completamente” o mercado de bens alimentares, afirma Kaufman, “subvertendo um mercado que funcionou tão bem durante mais de 100 anos.”)
* Lucro do Bank of America bate expectativas no 3º trimestre no planeta dos animais…
* A culture of bullying and greed: Wanted – interns for Goldman Sachs…
* Libor-Fixing scandal: Students warned of rigging years ago
([…] as suas tentativas para publicar a sua pesquisa nos jornais académicos de finanças foram rejeitadas.)
* Morgan Stanley pushed African Americans into unsafe home loans, ACLU says Mais uma…
* Domusvenda alvo de buscas Bank of America – mais uma…
* Angola lança fundo para gerir receitas do petróleo
* Banks saddled with W6.7 tril. in bad loans from builders Coreia do Sul – Tic,tac,tic,tac…
* Japan Decides to Protect Deposits at Foreign Bank Branches
* Why banks and money-management sites are vying for kids’ cash Piranhas…
* D.C. students test ‘Teach to One’ learning system

* Britain will feel the pain when the QE bubble finally bursts
(Isto é mau para a democracia e para o combate à corrupção; está a alimentar complacência com o défice (e a encorajar os keynesianos que querem pedir emprestado ainda mais) e a propagar o mito de que os recursos podem ser criados do ar.)

* US Lobbyists Face Off with EU on Data Privacy Proposal
* U.S. Jails More People Than Any Other Country: Chart of the Day
* US bars ‘sensitive data’ from 9/11 pretrial
* Israel used ‘calorie count’ to limit Gaza food during blockade, critics claim Os reis da hipocrisia…
* França reconhece repressão sangrenta da manifestação de argelinos em 1961 – PR Hollande 50 anos depois?

* Biofuels: EU weakens proposals to reduce indirect climate impact Dos nossos reis da hipocrisia…
(As últimas medidas significam que os fornecedores de combustível não irão, como originalmente planeado, ser responsabilizados pelas causas de emissões indirectas dos biocombustíveis ao conduzirem a produção alimentar para outras áreas, resultando em desflorestação e esgotamento dos terrenos […])
* Chevron dealt new blow in Ecuador pollution case
* The Hidden Price of Food from China
([…] China tornou-se num dos principais fornecedores de alimentos para a Europa. Mas os alimentos de baixo preço são produzidos num ambiente atolado em pesticidas e antibióticos, […])
* Producers Reject Calls For Stricter Labels
* Over 2 mln vaccine doses halted in Italy for health concerns
* Canadian government ‘knew of plans to dump iron into the Pacific’ Os deuses do aDeus…
* Pa. Records First Confirmed Case Of Fatal Disorder Affecting Deer
* Mysterious elk-shaped structure discovered in Russia
([…] poderá ser mais antigo milhares de anos que as famosas Linhas de Nasca […])

* Oil futures rise on Spain, weaker dollar
* Germany facing power blackouts
* Ideology trumps reason as Germans pay the price for abandoning nuclear power
(Mesmo com desenvolvimentos tecnológicos, as energias eólica, solar, hidrológica e outras fontes de energia verde irão continuar a ser economicamente inviáveis num mercado livre e justo.)
* Electric Car Battery Maker A123 Systems Files Bankruptcy Mais um pufff…
* Planeta terá de ser vegetariano se quiser evitar carência alimentar

* Iran sanctions ‘putting millions of lives at risk’ Os reis da hipocrisia…
* Why Iranian media become latest target of western sanctions?-News Analysis-10-15-2012

* An America eternally at war
(Os Estado Unidos, por contraste, tem mais de 1000 bases espalhadas pelo mundo. Gasta tanto com os seus militares como os próximos 14 maiores gastadores com a defesa em conjunto (a maioria aliados). Vai gastar uns estimados 1,45 biliões para produzir e operar um novo avião – o F-35 – o que ´mais do que qualquer outro país gasta com a sua a sua defesa nacional por ano, incluindo os Estados unidos. A marinha dos Estados Unidos, com os seus 11 porta-aviões nucleares, dominam as ondas do globo. A força aérea norte-americana controla os céus da maior parte do planeta. E o Presidente dos Estados Unidos tem agora dois exércitos especializados como suplemento às forças armadas tradicionais: A CIA, que tem vindo a ser fortemente militarizada e está a gerir a sua campanha privada de assassinatos e guerra de drones no Médio Oriente e arredores; e o Comando de Operações Especiais Conjuntas, embrulhado dentro da instituição militar americana, cujos membros são despachados para zonas quentes no globo. […] Mesmo assim com a sua esmagadora superioridade militar, nada parece funcionar de maneira que satisfaça o seu imperialismo. Dado a falta de inimigos que os Estados Unidos têm […])
* Evidence of mass murder after Gaddafi’s death
* State Department official: Negotiations to extend U.S. troop presence in Afghanistan starting soon
* Philippines, US hold live fire drills in Tarlac
* Chinese paratroopers storm island during mass exercise
* North Korea rebuffs U.S. at secret meeting in China
([…] o estado hermético Estalinista não iria continuar a seguir o caminho da desnuclearização, como prometido em 2005, até que os Estados unidos terminem com as políticas hostis para com a República Democrática da Coreia.)
* Rússia exportou equipamento militar no total de $10,7 bilhões
* Former head of Israel’s spy agency Mossad Meir Dagan seeks liver transplant in Belarus after European and US surgeons ‘refuse to treat him’ Hmmm…
* Britain has alien-war weapons, says former government adviser Hmmm…

* Bahrain arrests activist in ongoing crackdown
* Palestinians block road to protest settler attacks

‘EU ban on Iran media step towards military intervention’

Busby: US depleted uranium ammo behind Iraq birth defects spike

9 Homens Decidem o Mundo

Uma secreta elite de banqueiros controla as transacções de derivados.

Já quase todos devem ter ouvido falar, entre portas e travessas, que o mundo é controlado por um punhado de homens. Talvez sejam apenas histórias da conspiração, ou talvez não.
Ontem o “talvez não” ganhou força com um extraordinário texto jornalístico publicado no The New York Times.

Reza a história que todos os meses 9 banqueiros, representantes dos maiores bancos de Wall Street, reúnem-se em segredo para debater o mercado de derivados controlados pelas suas representadas. Os nomes avançados no texto como estando representados são: JPMorgan Chase, Goldman Sachs, Morgan Stanley e Deutsch Bank, e eu avento com os nomes do Bank of America, AIG, Citigroup, Credit Suisse e Barclays. (Estes são os bancos rotulados de “grandes demais para falir”.)
É-nos dito que estes 9 homens partilham dois objectivos em comum: Proteger os interesses e o domínio exclusivo dos grandes bancos no imenso mercado de derivados. (Tamanho deste mercado explicado no artigo Derivados – 1,5 Mil Biliões (quanto é isso?))

Este mercado de derivados, de muitos biliões de dólares, é um tipo de um seguro sobre as flutuações futuras no valor dos mercados. As apostas para subir ou para descer… o casino final, o mesmo casino que levou a ruptura do Lehman Brothers e ao início da crise que estamos a enfrentar hoje.

Escrito isto, os mesmos bancos representados nestes almoços, criaram uma Clearinhouse – Agência para proteger futuros desvios -, controlada e gerida por eles.
Portanto, podemos ficar descansados que depois de criada a agência nunca mais os casineiros irão investir a mais no casino dos derivados… Isto é uma pura galhofa! Tornar os ladrões polícias para controlar os seus roubos… LOOOOOOL!!!!!

Juntamos a estas explicações o facto dos preços e dos lucros nesse mercado serem segredo, e que o grupinho dos 9 não deixa mais nenhuma instituição bancária entrar no restrito grupo dos donos deste mundo.
Somos constantemente bombardeados com a noção de livre circulação de bens e capitais, e que a concorrência é que estimula e move os mercados. Acham que está a ser feito algo em relação a esta oligarquia secreta e silenciosa?
Acham que o mundo bananeiro está a envidar esforços para dar transparência ao mundo destes 9 homens?
Sabem, todas as instituições de controlo deste mercado estão nas mãos dos mesmo bancos que supostamente devem controlar – explicação mais detalhada no texto do New York.

Quem utiliza os derivados?

“Hoje em dia quem os usa são os Fundos de Pensões para segurar os investimentos. Estados e cidades usam-nos para baixar os custos com os empréstimos. Companhias de aviação para assegurar preços estáveis nos combustíveis. Empresas alimentares para estabilizar os preços das comodities, como o trigo e a carne.”

In The New York Times

Quase todos os cantos e recantos da nossa economia utilizam os derivados para assegurar preços, pagando uma taxa não revelada aos representados por esses 9 homens, o que directamente conduz à subida do preço de quase todos os produtos comercializados no mundo ocidental e, digo mesmo, no mundo inteiro, para contentamento dos casineiros que gerem o maior casino do mundo.

“Na realidade, hoje em dia, para alguns especialistas, este mercado de derivados é muito parecido com a bolsa Nasdaq em 1990. O Departamento de Justiça descobriu que os decisores de mercado do Nasdaq conspiravam em segredo para proteger os seus proveitos. Depois do escândalo, reformas e sistemas electrónicos de transacções cortaram os custos para 1/20 – uma poupança para os investidores.”

In The New York Times

E para compararmos se essa afirmação tem bases sólidas:

“Duas pessoas com conhecimento de como foi desenvolvida a Clearinhouse disseram que os bancos recusariam participar a não ser que deixassem cair o plano do sistema electrónico de transacções”

In The New York Times

Será que estes 9 homens representam algo diferente do mencionado em cima?
Duvido mesmo muitíssimo, pois o lucro em formato de bónus é tudo e toda a sua vida, pouco mais lhes interessa, de forma a saciar o seu vício por numerário… os verdadeiros agarradinhos no nosso mundo!

E assim continuamos a assistir ao apoio incondicional da grande maioria do “bananas” que nos (des)governam, dos mercados financeiros desregulados e independentes, à lógica do: “Cavas e apanhas uma saca de batatas e uma das batatas é para mim“, às custas dos Zé Povinhos do mundo…
Cortem-lhes os apoios sociais!
Baixem-lhes os salários!
Usem os seus impostos para pagar as dívidas do grandes bancos!
Mas nunca coloquem em causa a independência financeira abstractamente lucrativa dos 9 grandes!

“O representante do Deutch Bank disse também que o papel dos bancos neste processo tem sido um sucesso, afirmando que «é um dos melhores exemplos das parcerias publico-privadas»”

In The New York Times
Cá está a batatinha da saca dos “casineiros” para o bolso dos “bananas”…

Sem dúvida que tem sido um enorme sucesso para os bancos… ÀS CUSTAS DA FOME DE MUITOS MILHÕES DE PESSOAS!!!!!! Vígaros maltrapilhos e asquerosos!!!!!! (Desabafo!)

“Talvez nenhum outro mercado financeiro seja actualmente tão proveitoso quanto o de derivados. De certeza não o de empréstimos. Também não o dos cartões de crédito. Não o de aconselhamento financeiro em fusões e aquisições. E também não o de gestão das grandes fortunas.”

In The New York Times

Alguns analistas aventam – porque ninguém sabe ao certo o valor que representa este mercado – que este mercado represente até 1,5 mil biliões de dólares.
Para melhor compreender a imensidão deste número… se contar um número por segundo, para chegar aos 1,5 mil biliões precisará de 32 milhões de anos para o conseguir contar todo!

Muito mais está descrito no texto do The New York Times e quem puder e conseguir deve lê-lo profundamente porque um melhor conhecimento desta história é indubitavelmente ficar melhor preparado para lidar com as montanhas de inverdades que nos bombardeiam diariamente os meios de informação generalistas, com o apoio incondicional dos nossos “bananas” e a mãozinha secreta das nossas instituições bancárias. A vida a três tons que pintam sempre a mesma cor… a cor do despesismo e facilitismo daqueles e para aqueles que já têm mais e demais…

Conclusão:
9 homens têm nas mãos o futuro da economia do mundo… em 9 homens está parte do futuro da fome no mundo… estes 9 homens formam a realidade que nos é dada a viver… tantos quantos 9 homens são quase todo o mundo…
Este é mesmo um mundo de e para muitíssimo poucos que o vivem como se todos os outros homens fossem apenas mercadoria e valor acrescentado… este é um mundo de 9 homens não um mundo para todos os homens…

Notícia do The New York Times – A Secretive Banking Elite Rules Trading in Derivatives

Contornando a Esquina

Goldman Sachs diz que Portugal e Irlanda vão necessitar de recorrer ao FMI em 2011. HSBC diz que Portugal não está a reduzir o défice. Défice do Estado cresce 37 milhões por dia. Défice do Estado já supera os 9 mil milhões. Crédito malparado atinge valores históricos. Bancos avisam que vão cortar crédito à economia. Exterior fecha portas à dívida pública portuguesa. O que importa são os detalhes do orçamento, diz a S & P.

JP Morgan e HSBC apresentam Portugal como uma excepção…
Mas não é bom ser diferente?
Numa sociedade cada vez mais uniformizada até seria uma virtude, mas essa diferença é para pior, pois Portugal é o único dos países PIIGS que não está a conseguir controlar a sua dívida.
Outra das diferenças de Portugal em relação aos outros PIIGS é que os outros foram eficazes na redução da despesa do Estado e Portugal só tem sido eficaz no aumento da receita, tendo a despesa sido uma desilusão, para o HSBC, aumentando 4%.
O único ponto positivo em relação aos outros PIIGS é que Portugal registou um crescimento no PIB nominal… (A ver vamos como irá ser no final do ano…)

Para confirmar estas noções do HSBC e do JP Morgan nada melhor do que atestar a perspectiva da Goldman Sachs para o nosso futuro:
Vai ter de recorrer ao FMI mas talvez apenas em 2011… Talvez… o que nos diz que talvez possa ser antes e que talvez ainda possa ser já… talvez… (Os próximos tempos o dirão…)

37 milhões por dia…
A velocidade com que Portugal está a gerir a sua dívida é algo digno de registo: mais de 9 mil milhões de nova dívida nos primeiros oito meses do ano…
Mas existe um conceito que é importante realçar. Portugal não se endividou apenas 9 mil milhões no espaço destes oito meses, endividou-se MAIS 9 mil milhões quando comparado com igual período do ano passado… o número total da dívida de Portugal nos primeiros oito meses do ano é número “secreto”… só mesmo muito, muito, muito, esporadicamente é divulgado, e quando é sai numa notícia “pouco visível”…

Em tempos de crise um dos factores principais da vitalidade de uma economia é o volume de crédito malparado e este em Agosto chegou aos 4 mil milhões de euros…
O malparado reflecte a capacidade de consumo da economia na base da sua pirâmide, no Zé Povinho. A contracção de consumo do Zé Povinho põe em causa quase todas as medidas que uma economia possa tentar desenvolver para aumentar a receita do Estado (neste sistema económico). Um Zé Povinho que não gasta, gera menos impostos, e pior um aumento do malparado está quase sempre associado a um aumento do desemprego, o que significa uma redução dos impostos colectados e um aumento das despesas sociais do Estado.
Unimos estes três pontos e o que temos é: Redução no consumo, redução do número de tributários, aumento das despesas socais… menos dinheiro a entrar e mais dinheiro a sair dos cofres do Estado… défice na base da pirâmide…

E como ponto final para uma economia neste sistema económico, a estrangulação do acesso ao crédito…
Os bancos avisam que podem fechar a torneira do crédito.
Isto é apenas o corolário de tudo o que se está a passar com a economia portuguesa: O aumento do preço do dinheiro, o aumento do crédito malparado, etc… e este estrangular do crédito poderá conduzir ao fechar de portas de inúmeras empresas e famílias, o que levará a uma redução ainda maior das receitas do Estado… um verdadeiro processo exponencial…

E para acentuar o fechar da torneira do crédito a noção de que os investidores exteriores têm investido cada vez menos na compra de dívida soberana de Portugal, valor que já desceu até apenas 51%, quando no início do ano os bancos nacionais representavam apenas 5% desse mercado.
Quem tem andado a comprar a dívida emitida pelo Estado?
A banca nacional.
Quem tem financiado a banca nacional?
O Banco Central Europeu.
O Banco Central Europeu vai deixar de emprestar quando?
Em Janeiro do próximo ano.
Como irá a banca arranjar financiamento?
No mercado exterior a taxas de juro altíssimas…
Quem irá comprar depois a dívida nacional?
Boa pergunta…

E o ciclo volta a fechar-se na noção de que o orçamento de Estado para 2011 poderá ser a pedra de toque para que todo este imbróglio ganhe contornos de realidade, ou para a sustentabilidade, ou para um perspectiva de futuro amargamente negra…
O problema maior?
Para mim, a noção que depois de tantos anos dos nossos “bananas” a fazerem apenas politiquice rafeira terem agora de fazer política “perfeita”, não irá ser nada fácil… a ver vamos, mas acredito muito pouco nas capacidades dos nossos (ditos) representantes na Assembleia da República… talvez venhamos a pagar o preço de durante décadas os termos deixado fazer o que mais lhes convinha e não o que realmente convinha a Portugal e ao Zé Povinho português…

Esta semana iremos todos contornar uma esquina que se poderá revelar a esquina em que a realidade tomará a posição da ilusão que muitos têm vivido, especialmente a ilusão económica da República de Portugal…

Notícia do Diário Económico – HSBC diz que Portugal está a marcar passo na redução do défice
Notícia do Jornal de Negócios – Goldman Sachs diz que Portugal e Irlanda devem precisar de recorrer aos fundos da UE em 2011
Notícia do Correio da Manhã – Défice do Estado cresce por dia 37 milhões
Notícia do Diário Económico – Défice do Estado já supera os nove mil milhões
Notícia do Jornal de Negócios – Despesa do Estado sem juros cresce o dobro do orçamentado
Notícia da Visão – Crédito malparado atinge valores históricos
Notícia do Jornal de Negócios – Bancos avisam que vão cortar crédito à economia
Notícia do Jornal de Negócios – Exterior fecha portas à dívida pública portuguesa
Notícia do Diário Económico – S&P: “O que importa são os detalhes do Orçamento”

A Caminho do Destress?

Neste post em vez de colocar aqui os títulos das notícias que usei para consubstanciar a minha opinião, porque são imensas, vou fazer uma lista dos seus títulos.
Só a leitura dos títulos que saíram um pouco por todo o lado fornece-nos uma visão de quais as tendências dos sentimentos que os analistas têm em relação aos testes, e quais os bancos que deverão chumbar. Mais logo à tarde teremos mais desenvolvimentos…

* O The Independent escreve: Os stress testes europeus podem simplesmente minar a confiança na banca.
* O Der Spiegel: Os gigantes financeiros europeus estão nervosamente à espera dos resultados dos stress testes.
* ABC:  Hora H para a credibilidade bancária europeia.
* The Business Insider: Rumores apontam para o falhanço de alguns bancos espanhóis.
* CNN: Em busca dos esqueletos do sistema bancário europeu.
* Bloomberg: O sucesso dos testes está na informação, não no número de falhanços.
* Reuters: As estimativas de capitalização para os bancos europeus.
* Forbes: Analistas comparam os stress testes a testes num SPA.
* New York Times: Bancos aguardam os resultados dos testes.
* Diário Económico: Banca nacional passa nos testes de stress.
* CNBC: Que bancos têm a maior probabilidade de falhar nos testes de stress.
* Jornal de Negócios: Permanecem dúvidas sobre resultados de testes de stress dos bancos públicos gregos.

Quero aqui desde logo salientar que até nos títulos, de uma boa parte dos meios de comunicação, a noção é de falta de rigor nos testes. Esta é a primeira nuance que retiro das notícias que antecedem a divulgação dos testes. Gostava de salientar especialmente o título da Bloomberg o qual, a meu ver, melhor expõe os receios dos principais analistas financeiros. De realçar novamente a incapacidade gritante dos meios de comunicação nacionais fazerem chegar às pessoas a totalidade da informação sobre este assunto. Apenas o Jornal de Negócios publica uma notícia em que a “qualidade” dos stress testes é posta em causa, e mesmo assim empurra essa falta de “qualidade”  para a Grécia apenas… enfim… (podemos sempre confiar que eles são isentos)

Mas há muito mais do que apenas títulos de jornais…
Uma das nuances mais importantes que hoje me saltou à vista foi a notícia de que Bruxelas autorizou o alargar do prazo de apoios à banca em Portugal e em Espanha.
Vamos por partes. Primeiro é esperado que uns quantos bancos espanhóis não passem nos testes, portanto até se compreendia essa acção de Bruxelas em relação a Espanha, mas o que terá Portugal a ver com essa medida se nos é dito que todos os bancos passaram nos stress testes?
Um de dois sinais. Ou a informação de nenhum ter falhado está incorrecta, ou então passaram todos mas alguns irão precisar de ser recapitalizados, ou seja, passaram na cosmética mas estão cheios de acne…

Hoje também saiu a estimativa da Goldman Sachs para os stress testes, a qual estima que serão necessários 38 mil milhões de euros para recapitalizar a banca. Até nem são números muito maus (lol), mas para Portugal podem ser números extremamente graves pois mais dinheiro do Zé Povinho terá de ser entregue aos “casineiros”.

Mas a notícia mais importante que saiu hoje (para mim) é a de que a banca suíça irá publicar, a seguir à divulgação dos stress testes, um teste efectuado por ela em que os critérios utilizados são “duas vezes mais rigorosos do que os dos stress europeus“.
É nesta notícia que irei estar mais atento.

Também temos as palavras de Fernando Ulrich à CNBC, onde é quase tudo bonito e não temos culpa nenhuma, etc,etc,… e as palavras de Nick Beecroft, consultor de mercados do banco SAXO, que diz à Reuters:

“Isto foi uma peça de teatro cuidadosamente coreografada” (…) “Aposto que os resultados não serão nada preocupantes” (…) “Não será surpresa se assistirmos ao falhanço por parte do Lendersbank devido ao excesso de investimento que fizeram” (…) “E as Cajas espanholas estão sob pressão” (…) “Umas precisarão de angariar mais dinheiro” (…) “e algumas terão de ser encerradas”.

E as palavras de Udo Steffens, Presidente da Escola de Finanças de Frankfurt, que diz:

“Nenhum país pode permitir que a maioria dos seus bancos falhe nos stress testes. Os nossos bancos são como pontes e estradas, se ruírem o trânsito pára, e isso significaria que a economia também pararia.”

Agora é esperar pelo final do dia e tentar perceber que nuances se tornarão as tendências do futuro…

Vodpod videos no longer available. Vodpod videos no longer available.

Notícia do The Independent – David Prosser: Europe’s stress tests may simply undermine confidence in the banks
Notícia do Der Spiegel – Europe’s Financial Giants Nervous Ahead of Stress Test Release
Notícia da ABC – Crunch Time for Europe’s Banking Credibility
Notícia do Business Insider – Rumors Flying That Some Spanish Banks May Have Failed The Stress Test
Notícia da CNN – Finding Europe’s banking skeletons
Notícia da Bloomberg – Bank Stress Test Success Hinges on Data, Not Failure Count
Notícia da Reuters – Factbox: Capitalization estimates for European banks
Notícia da Reuters – Crunch time for Europe’s banking credibility
Notícia da Forbes – Analyst Decries Bank Stress Tests As SPA Tests
Notícia do Financial Times – Swiss aim to steal EU stress test thunder
Notícia do New York Times – Banks Await Stress Test Results in Europe
Notícia do Diário Económico – Bruxelas autoriza apoios à banca até final do ano
Notícia do Diário Económico – Banca nacional passa nos testes de ‘stress’
Notícia da CNBC – Who Is Likely to Fail Europe’s Bank Stress Tests?
Notícia do Jornal de Negócios – Permanecem dúvidas sobre resultados de testes de stress dos bancos públicos gregos

%d bloggers like this: