Monthly Archives: Agosto 2010

E se a Grécia for a Irlanda e Esta o Mundo?

Cerca de 36% das empresas irlandesas apresentam um “elevado risco” de colapso. Anglo Irish Bank vai ser salvo com 25 mil milhões de euros. Banco irlandês anuncia uma perda colossal de 8,2 mil milhões de euros no primeiro semestre. Divida soberana europeia:  Estará o round 2 ao virar da esquina?

36% das empresas irlandesas em risco de falência?! 38 mil empresas em risco de fechar as portas?!
Um estudo mostra que muito dificilmente as empresas supracitadas irão conseguir cumprir com as suas obrigações comerciais e financeiras.

Andávamos a olhar para a Grécia, mas o que nos chega da Irlanda é do mais explosivo que se podia imaginar.
1/3 da economia em risco iminente de colapso? Isso será bancarrota para a Irlanda, para a Grécia e para Portugal, e para… e para… … … …

Podemos sempre esperar que o pacote de ajuda da União Europeia às economias titubeantes venha a surtir efeito. Pessoalmente, não acredito que a solução para uma bolha económica seja a criação de outra bolha, tanto mais que ao contrário daquilo que se passou em 2007/2008 o Banco Central Europeu não tem muito mais espaço de manobra para reduzir as taxas de juro, que já estão apenas a 1%. Poderá sempre tentar baixá-las para zero, mas acho que será apenas uma questão de tempo até a verdadeira economia voltar para pedir dinheiro ainda mais barato…

Para juntar às dores da Irlanda e dos PIIGS o facto do Anglo Irish Bank ter apresentado uns monumentais 8,2 mil milhões de euros de prejuízo no primeiro semestre deste ano, e do Estado irlandês estar a preparar a injecção de 25 mil milhões de euros para salvar as contas desse banco. Desde 2007, o Estado irlandês, até à data, já injectou 22 mil milhões de euros!
Não sei se conseguem ver a profundidade do problema… esta instituição não está falida está mesmo completamente em ruínas e mesmo assim o Estado irlandês vai continuar a tentar salvá-la.

E o resultado imediato disto é a reacção dos mercados às dívidas soberanas dos PIIGS.
Para quem tiver estômago e coração forte aconselho a visualização dos gráficos presentes no Daily Finance. Quem não tem estômago deixo só uma dica: Portugal está muito além da linha de segurança, mas muito além… tão além que vou enviar um Email a quem escreveu o artigo a perguntar se não se enganou nos gráficos na cor atribuída a Portugal…

Um pouco de história:
Aquando do colapso da bolha dot.com de 2001 (colapso dos mercados devido à depreciação das acções ligadas à internet), a resposta dos principais bancos centrais do mundo ocidental foi a redução das taxas de juro. Esta baixa no preço do dinheiro criou uma bolha ainda maior, a bolha imobiliária, que foi alimentada por uma redução das taxas de juro dos empréstimos bancários e a uma corrida aos bancos por parte do comum dos cidadãos para comprar casa.
Em 2007/2008 assistimos ao implodir da bolha imobiliária que culminou com a falência do Lehmans Brothers e a injecção de biliões de euros na economia mundial.
Para além do dinheiro injectado, o que acham que os bancos centrais fizeram? Baixaram ainda mais as taxas de juro (o preço do dinheiro) até a um nível em que o custo do dinheiro nos Estados Unidos está apenas 0,25% acima de zero, e na Europa a 1%.
O espantoso disto é que a fórmula que foi usada para fazer crescer a economia pós 2001, e que gerou a bolha imobiliária e o colpaso de 2007/2008, foi a mesma que foi usada para fazer a economia crescer no pós 2007.
E sabem qual é a bolha que está desta vez a ser criada por essa medida? A bolha da dívida soberana, que é apenas e só a mãe de todas as bolhas!
Desta vez não será um Lehmans a cair. Desta vez os bancos centrais já não conseguem baixar mais o preço do dinheiro. Desta vez poderá ser…
Como acham que irá ser desta vez?

Notícia da CNBC – About 36% of Irish Firms at ‘High Risk’ Of Collapse
Notícia do Público – Banco irlandês anuncia perda colossal de 8200 milhões de euros no semestre
Notícia da CNBC – Anglo Irish Bank Sees $32 Billion Bailout Bill
Notícia do Daily Finance – Europe’s Sovereign Debt Crisis: Is Round Two Around the Corner?

Anúncios

Outras Notícias do dia 29-30/08/2010

Economia\Banca\Corrupção:

Luxury booms while bargain retail suffers +
Policy Options Dwindle as Economic Fears Grow
Iran Shifts Assets Out of Europe Banks
The Case for Reviving Revenue Sharing
U.K. Growth Set to Slow, Business Group Cautions
Japan Battles Soaring Yen
In China, Western Firms Keep Secrets Close
Trichet: Central banks face ‘unprecedented’ economic uncertainty
Blair secretly courted Mugabe to boost trade
Bank may restrict mortgage lending
25% dos economistas antecipam nova recessão
Ambiente incerto lá fora deixa Portugal no fio da navalha
Japão vai injectar 8,6 mil milhões de euros na economia
Adeus “stress test”, bem vindo ao passado +
Sem ondas +
Bancos movimentam contas sem autorização do cliente e ainda cobram +
Criem bancos novos que trabalhem para a economia real +
Região Norte “ganhou” 22 mil precários num ano
Bernanke Faces Skepticism on Policy Tools, May Need Fiscal Aid
U.S. Stocks Retreat After Personal-Income Data Trail Forecasts
U.K. House Prices Drop the Most in 16 Months, Hometrack Says
Bank plans to cap risky mortgages
The Coalition has punished the poor by linking benefits to CPI inflation +
Ron Paul questions whether there’s gold at Fort Knox, NY Fed +
Record number in government anti-poverty programs
Soon, the Debt Crisis. Today, the Doubt Crisis
Whitney: banks not ready for double dip
China’s banking system shows disturbing, U.S.-style cracks

Saúde\Ambiente\Agricultura\Ciência:

Golfo do México: Impacto ambiental da maré negra pode durar 100 anos +
Unveiled: First gene link to common migraine
Will tortured spuds reveal their antioxidants?
Vacina da gripe A associada a doença neurológica +
Medicamentos para cancro entre os 500 que desaparecem
Descobertos 95% do ADN do trigo
Britain accused of plans to slash aid projects
BP Said to Fault Own Engineers for Misinterpreting Well Data
EU Carbon Permits Head for Biggest Gain Since April as German Power Rises
Scientists crack the genome of the apple
Forest Fire Smoke in the Stratosphere: New Insights Into Pyrocumulonimbus Clouds
Oilsands mining linked to Athabasca River toxins
Flu shot season arrives bigger than ever
New to Nature No 18: Urspelerpes brucei
Not carbon offsets, but carbon upsets

Bélico\Energias:

Russia opens China pipeline for Siberian oil
Chinese adamant on rare-earth metal cuts +
Myanmar generals resigning in numbers
American Concerns Over Karzai Deepen
U.S. Likely to Find China Subsidized Aluminum
New Saudi-German venture for chemicals from renewable sources
May the Palestinians perish, says leading rabbi +
Backlash over China curb on metal exports
Washington slaps new sanctions on North Korea

Subsídio às renováveis custa este ano 90 euros por consumidor

O IPCC Posto a Nu, ou o Fim das Teorias da Conspiração

O corpo de investigação da ONU tem de ser “fundamentalmente reformado”. A data para o degelo total do glaciar dos Himalaias “foi um engano”. Cientista canadiano pede uma remodelação do painel científico sobre o clima da ONU. Slavoj Žižek: Acordem e cheirem o apocalipse.

Ponto final parágrafo em todas as especulações sobre a qualidade da ciência apresentada pelo IPCC (Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas), financiado pela ONU.
A investigação oficial ao IPCC concluiu:

– Necessita de uma reforma de fundo de modo a prevenir os embaraçosos erros encontrados no estudo sobre o aquecimento global de 2007.
– A criação de um comité executivo para substituir a estrutura, na sua maioria em part-time, e linhas orientadoras mais rigorosas em relação às fontes do material apresentado como prova.
– A verificação de conflitos de interesses dos seus membros e limites mais restritos para o seu presidente – posição detida por Rajendra Pachauri.
– A informação veiculada foi baseada em factos vagos.

IN France24

O maior e mais absurdo erro – apenas como mero exemplo da grosseira forma de não fazer ciência por parte do IPCC,  sinal da politiquice rafeira – do estudo apresentado em 2007, foi a afirmação que o glaciar dos Himalaias iria desaparecer até 2035, caso a Terra continuasse a padecer das dores do aquecimento global.
Isto para além de ser pura mentira – é difícil encontrar outro termo para o definir – ainda foi baseado em estudos não verificados e muito menos analisados por outros cientistas – peer-review.  Foi baseado num artigo publicado na New Scientist magazine, que continha um erro de impressão onde em vez de estar 2350 estava a maravilhosa data usada para justificar o aquecimento global: 2035. (Acho que nem vale apenas escrever mais sobre este erro tal a sua magnitude, talvez só comparável a ciência feita pelo pior dos amadores)

Tenho de concordar em absoluto com Andrew Weaver, climatologista da Universidade de Victoria no Canadá, que diz:“O painel das Nações Unidas sobre o aquecimento global foi corrompido por interesses políticos, que o seu Presidente se deve demitir e que a sua forma de fazer ciência deve ser remodelada.”
In National Post

Muita da dita teoria da conspiração foi então desmascarada como sendo verdadeira.
Uma vez mais, que confiança podemos nós ter em instituições e institutos que nada mais fazem do que publicitar políticas em desfavor da verdadeira ciência?
Este podia ser um caso único, mas infelizmente é recorrente na ONU e nos institutos por si subsidiados… é mesmo um antro de podridão de interesses…
O nível em que hoje em dia é usado o nome da ciência para impulsionar políticas financeiras é algo do mais podre que temos de combater.
Como podem então justificar o mercado de créditos de carbono?
Como podem colar a todos os eventos climáticos o aquecimento global = CO2?
Como podem estar a pintar politicamente uma tremenda mentira e depois de posta a descoberto nada se fazer para eliminar as politiquices aprovadas em nome dessa mentira?

Isto extravasa a ONU, isto está enraizado em quase todas as políticas aprovadas nos últimos anos no mundo ocidental.
Isto não foi um erro sem querer, isto foi o querer fazer avançar políticas que de outra forma os Zé Povinhos do mundo não aceitariam.
E iremos assistir a algum volte face nessa linha condutora?
Não! Os políticos e as políticas do mundo ocidental irão continuar a promover esta mentira, porque há muito dinheiro a ser tirado dos contribuintes para entregar a privados… isto só mudará se os Zé Povinhos erguerem as suas vozes em uníssono a exigir mudanças!

Ninguém define isto melhor do que Slavoj Žižek, que esplana este tipo de conduta no seu novo livro (Living in the End Times) desta forma:

“A ciência está totalmente emaranhada no capital e no capitalismo.”

“(…) Usemos a ameaça à ecologia. Até recentemente, a reacção usual para notícias calamitosas como o oceano Árctico estar a derreter mais rápido do que o esperado era, «Estamos a caminhar para uma catástrofe inimaginável, estamos a ficar sem tempo para agir». Ultimamente, ouvimos cada vez mais vozes que nos falam do lado positivo do aquecimento global. «Verdade», dizem eles, «as alterações climáticas aumentam a competição pelos recursos, as cheias, a pressão sobre os animais e sobre as culturas indígenas, a violência étnica e desordem civil. Mas temos de estar cientes que devido ao aquecimento global podemos tocar nos tesouros do Árctico, os recursos ficarem mais acessíveis, a terra mais habitável, etc…»” (…) “Mas seja qual for a verdade das predições sobre a quantidade de petróleo e gás existentes no Ártico, para mim uma mudança social e psicológica está a ocorrer bem à frente dos nossos olhos: O impossível está a tornar-se possível.”

“O que temo é que esta má ecologia se venha a tornar num opiáceo para o povo.”

In NewScientist
(Este é um pequeno excerto de um texto inundado de visões absolutamente sensíveis e quase únicas… de leitura obrigatória)

Então, anos depois do início de uma guerra de teorias da conspiração – termo usado pelo IPCC – a verdade acabou por revelar que a conspiração estava na fonte das teorias.
Este é o mundo em que nos deixamos viver… nos deixamos porque sempre que nós os Zé Povinhos erguemos e contestamos as politiquices maquiavélicas de uma elite desprovida de princípios para atingir os seus fins, essas mesmas politiquices não conseguem ter pernas para andar.
Não dêem ouvidos à ONU, ao Banco Mundial, ao FMI, etc… quase tudo o que destas instituições sai são politiquices de interesse financeiro… só mesmo muito raramente existe mais substância do que isso…
Está mais que na hora de dar um valente pontapé no rabiosque destes politiqueiros da trampa e exigir políticas reais viradas para a realidade dos Zé Povinhos do mundo…

Notícia da France24 – UN climate body needs to ‘fundamentally reform’
Notícia da BBC – Himalayan glaciers melting deadline ‘a mistake’
Notícia do National Post – Canadian scientist calls for overhaul of UN climate change panel
Notícia da NewScientist – Slavoj Žižek: Wake up and smell the apocalypse

As Energias do Futuro e o Futuro

O que precisa saber sobre “fracking”. Empresas de biocombustíveis compram terras em África, para atingir a meta estabelecida pela União Europeia. Obama pode, da noite para o dia,  acabar com os combustíveis fósseis com uma viragem para o Tório.

Tório, é provavelmente a melhor solução já (quase) imediatamente aplicável para ajudar a suprir a dependência dos combustíveis fósseis e principalmente no Urânio usado para as centrais nucleares.
Esta é uma história interessantes porque o Tório foi usado e experimentado na mesma altura em que se iniciaram as experiências e os testes com Urânio e as centrais nucleares. Ficamos a saber que o Tório, mesmo sendo imensamente mais energético e mais comum no planeta, foi preterido pelo Urânio porque o Urânio produz plutónio que serve para armas e o Tório produz apenas uma substância instável que é de difícil aplicação em armamentos.
Deixem-me escrever que esta é uma das melhores definições daquilo que é a ciência em prol do Homem… que grande monte de esterco!
Portanto, o Urânio é mais importante porque serve para criar armas nucleares… absolutamente dantesco!

O problema actualmente é que como o Tório deixou quase de ser estudado e aplicado, a tecnologia para o usar está agora a voltar a dar os seus primeiros passos… talvez se os Estados e as empresas bélicas encontrarem uma forma de criar uma bomba com ele, a tecnologia venha a ser desenvolvida em tempo recorde.

P.S: O nível de radioactividade do Tório é incomensuravelmente inferior ao do Urânio, entre outros benefícios que nunca mais acabam quando comparado com a solução mais usada, Urânio…

Hoje ficamos também a saber que as empresas europeias de biocombustíveis estão a comprar terras em África – já vai numa área total equivalente ao tamanho da Holanda – para cumprir com os objectivos delineados pela União Europeia – 10% dos combustíveis em 2020 serem biocombustíveis… claro que isto é apenas e só uma corrida aos subsídios…
Este até poderia ser um bom passo do Homem para ajudar as pobres economias africanas… mas como já é mais do que usual, é apenas e só mais uma forma de os deixar ainda mais pobres.
Estão a aumentar a desflorestação em África e a usar terrenos que antes serviam para produzir alimentos para as populações locais – mais fome e mais destruição. (Segundo a Friends of the Earth)
Mais uma ideia “fabulástica” das mentes financeiras que continuam a subsidiar uma energia alternativa que tem um retorno líquido – quantidade de energia investida versus quantidade de energia produzida – comprovadamente  quase zero, senão mesmo negativo.

Entre as empresas que se estão a dedicar à destruição das florestas e dos campos agrícolas, uma das mais proeminentes é a nossa(?) GALP!

Estudos comprovaram que os biocombustíveis já foram e são responsáveis por aumentos nos preços dos alimentos, por aumentos das emissões de gases de estufa e claro de desflorestação  para abrir caminho para as plantações.

São verdadeiramente doentes estes senhores que nos (des)governam!

E para fechar, a tecnologia da moda, o “fracking”.
O “fracking” veio revolucionar a indústria de extracção de gás, tornando acessíveis reservas que até então eram inexploráveis.
Esta era uma boa notícia não fosse esta nova tecnologia, que está a ser vendida aos sete ventos como “verde”, uma das coisas mais destruidoras do ambiente já utilizadas pelo Homem.
Nada melhor do que verem com os vossos olhos a beleza dantescamente destruidora desta tecnologia, em vez de eu ter de escrever uns quantos parágrafos que nunca iriam ficar tão completos… há lá coisas que nem vão acreditar serem possíveis…

CAN YOU DO THIS WITH YOUR TAP WATER?

RT – In Pennsylvania, the price of gas is polluted water
Vodpod videos no longer available.

PBS – Need to Know: The price of gas
Vodpod videos no longer available.

Trailer Gasland

Em conclusão:
Uma vez mais juntamos três condutas usadas pelo Homem, neste caso para a extracção de energia, e o que verificamos é que os caminhos são uma vez mais obscuros ou pouco claros e evidentemente destruidores.
É inacreditável que em todos os sectores, ou quase todos, da nossa vida onde ande dinheiro e politiquices rafeiras que a forma de condução das coisas seja sempre algo do mais deplorável e negativo possível. É incrível que a ânsia de ganância do Homem não consiga fazer nada sem destruir tudo o que o rodeia. É incrível que depois as culpas são quase sempre do aquecimento global e do excesso de pessoas no planeta e nunca da acção do 1% que gere a maior parte da indústria e políticas no planeta… tenho vergonha de pertencer à mesma espécie que vós… rafeiros do 1%!

Notícia do The Independent – Is thorium the answer to our energy crisis?
Notícia da Bloomberg – Biofuels Firms Buy Up African Land, Chase EU Goals, Study Says
Notícia do ProPublica – What You Need to Know About Hydrofracking

A Lógica do Mexilhão Com Tubarão ao Largo

Sinais de fortuna continuam a escapar ao fisco. 15 mil já perderam o direito ao rendimento mínimo.

Qual é mais fácil de apanhar, o mexilhão ou o tubarão?

A resposta é-nos dada pelo fisco português:  O mexilhão!

Os tubarões que nadam na costa portuguesa continuam a conseguir fazer passar entre os dedos do fisco aquilo que eles consideram como bens essenciais à sua subsistência: barquinhos, avionetas, carrinhos, casinhas de campo, etc…
Em resposta a estas dificuldades do fisco o Estado português diz “sem que o Governo veja necessidade de o ultrapassar” – palavras do Público… ou seja lá o que isso quer dizer…

Pois é, seria muito mau “atacar” directamente os bens de primeira necessidade dos tubarões portugueses, tanto mais que essa é uma espécie que está em risco devido ao excesso de pescado capturado.

Mais junto à costa, temos os mexilhões que nada fazem, que se alimentam apenas dos restos e são considerados, dizem alguns e bem, pelo Estado como uma praga. Então, de forma a contornar essa explosão de exemplares “papa tudo” nada melhor do que cortar nos subsídios de inserção social, exigindo para tal uma prova de riqueza – ou falta dela – para continuarem a ter direito à sobrevivência patrocinada pelo Estado: “Ou dão acesso às vossas contas bancárias ou o subsídio é descontinuado!“, esperneia um dos tubarões do governo.

Como o aperto aos tubarões era excessivo, alguns dizem até mesmo abusivo, desde Janeiro de 2007 os contribuintes deixaram de ser obrigados a comunicar ao fisco os bens tidos como manifestação de riqueza. Já pensaram bem o que seria ter de tributar o barquinho que o tubarão usa para passear as suas crias, ou o carrinho de 100 mil euros que ele precisa para ir trabalhar, ou a avioneta que é usada em casos de emergência médica? Já pensaram bem na injustiça que seria tributar esses bens de primeira necessidade?
Não podia estar mais de acordo. Coitadinhos dos tubarões que são espécie que merece ser protegida.
O maior problema agora é jurídico por causa das incontáveis adendas adicionadas à lei que combatia os sinais de fortuna, o que criou várias jurisprudências para casos semelhantes, por vezes totalmente contraditórias.
O Ministério das Finanças, uma vez mais, não vê necessidade de rever esse problema.

Em forma de conclusão.
O mexilhão é um bicho desprezível que se apropria de todos os restos. É realmente uma sanguessuga na costa portuguesa. Matem os mexilhões! Retirem-lhes o acesso aos restos! Bicho desprezível!
Aos tubarões, não! Espécie nobre dos mares que banham a nossa costa.
Eu proponho que seja criado um subsídio de inserção social para facilitar e apoiar a compra de barquinhos, carrinhos, avionetas e casinhas de campo (é só o que falta)… Eles têm de ser mais bem protegidos. Não podem estar sempre a ser atacados. Vamos todos ajudar a salvar os tubarões da costa portuguesa!

Esta foi mais uma história da época balnear em Portugal… boas banhocas…

Notícia do Público – Manifestações de fortuna “fogem” ao fisco por falta de informação rigorosa
Notícia do Jornal de Negócios – Compras de barcos ou aeronaves conseguem escapar a análise do fisco
Notícia da Agência Financeira – Sinais de fortuna: porque é que o Fisco não os vê?
Notícia da Agência Financeira – Rendimento mínimo: 15 mil perdem direito ainda sem novas regras

Notícias da Semana *8*

Uma semana marcada pela ONU e pelo Banco Mundial, as duas instituições mais poderosas no planeta… e claro muita economia…

Os Jardins Ocidentais São Todos Iguais ao do João
João Jardim faz o que todos os outros joãos do mundo ocidental fizeram… aumentou os impostos para a classe média e pobres e não subiu um cêntimo para os mais que ricos… sinal dos tempos…

ONU Perdoa a Shell e Culpabiliza o Zé Povinho
Numa semana em que a máscara caiu da cara da hipocrisia e mostrou os seus verdadeiros traços… onde um painel de estudo da ONU pago pela Shell, chegou à conclusão que a Shell era quase inocente de poluição na Nigéria… parece-me muito bem a Shell pagar para não pagar, e a ONU receber para não culpar… muito bom!

O Negócio do Carbono… E Claro a ONU
e
Créditos de Carbono ou o Pasto do Banco Mundial?
Dois posts sobre o mesmo… a corrupção que é mato nas instituições que são rainhas no mundo… à imagem dele… e o destapar um pouco da manta do porquê de tanto aquecimento global…

O Fim do Hélio e o Esgotamento dos Recursos Naturais
Este é o mundo em que vivemos… com os recursos naturais a entrar em colapso… até quando um paradigma económico de crescimento eterno irá tentar esconder a vicissitudes de viver num planeta esférico e com limites?

Mais um Pouco Sobre o Carrossel da Economia
O carrossel da casa do terror, ou apenas mais uma molhada de indicadores que apontam para o precipício?

Pico do Petróleo, Créditos de Carbono e Crescimento Económico
Recursos e mais recursos, envoltos em políticas obscuras e trapaceiras… até quando?

Agora é Que Ficamos a Conhecer Chernobyl
Mais uma vez a ONU posta a descoberto… serão todos os investigadores independentes das instituições internacionalmente publicitadas meros “cromos” que nada percebem do assunto?

A Falsa Demanda da Banca
Posto a nu o jogo que os “casineiros” jogaram e que conduziu a economia mundial até ao precipício… mas as mesas ainda continuam abertas e em jogo…

%d bloggers like this: