Monthly Archives: Julho 2010

O 11 de Setembro Ainda Faz Vítimas

Anthony Weiner, um republicano eleito para o congresso americano revoltou-se contra os seus pares depois de rejeitada legislação para apoiar as vítimas da poeira no World Trade Center.

Os bombeiros, polícias e trabalhadores que ajudaram à limpeza e salvamento no World Trade Center, estiveram expostos a uma poeira nociva, principalmente a elevadas concentrações de asbesto (Amianto).

Os problemas com o asbesto surgem quando as fibras se dispersam no ar e são inaladas. Devido ao tamanho das fibras, os pulmões não conseguem expeli-las [Casarrett & Doull’s Toxicology (2001), pp 520-522].

Entre as doenças causadas pelo asbesto incluem-se [1][2]:
Detalhe de um pulmão com asbestose

* Asbestose – Inicialmente diagnosticada entre trabalhadores da indústria naval dos Estados Unidos, a asbestose consiste de lesões do tecido pulmonar causadas por um ácido produzido pelo organismo na tentativa de dissolver as fibras. As lesões podem tornar-se extensas ao ponto de não permitirem o funcionamento dos pulmões. O tempo de latência (período que a doença leva a manifestar-se) é geralmente 10 a 20 anos.
* Mesotelioma – Um cancro do revestimento mesotelial (pleura) do pulmão. A única causa conhecida é a exposição ao asbesto. O período de latência do mesotelioma pode ser de 20 a 50 anos. A maior parte dos doentes morre em menos de 12 meses após o diagnóstico.
* Cancro – Cancros do pulmão, do tracto gastrointestinal do rim e laringe foram associados ao asbesto. O período de latência é muitas vezes 15 a 30 anos.

* verrugas de asbesto – produzidas quando fibras aguçadas se alojam na pele sendo recobertas por esta causando crescimentos benignos semelhantes a calos.
* placas pleurais – espessamento de parte da pleura visível por meio de radiografias em indivíduos expostos ao asbesto.
* espessamento pleural difuso – semelhante à anterior. Geralmente assimptomática, pode causar perda de capacidade respiratória se a sua extensão for grande

in Wikipédia

Muitos foram os trabalhadores que já morreram, muito mais estão incapacitados para a vida. e é esperado que muito outros venham a desenvolver alguma destas doenças.

Digo que seria no mínimo justo o Estado reconhecer a sua acção e o seu esforço, mas… isso era se vivêssemos numa sociedade que tivesse princípios…

Ontem, um dos “bananas” que andam pelo “bananal” do Congresso Americano despiu a casca de banana e tornou-se “humano” e sensível. A sua revolta para com os seus pares foi de tal forma intensa que lhe dou o devido destaque aqui. É tão raro alguém atacar directamente as regras do corporativismo político que… as minhas palminhas para o Sr. em questão…

Notícia do Daily News – Rep. Anthony Weiner explodes at House rejection of bill to aid victims of World Trade Center dust

Anúncios

A Grécia Está Quase, Quase…

A cidade de Piraeus, a segunda maior cidade grega, falhou no pagamento da sua dívida.

Bem, este poderá ser o início da espiral de dívida incontrolável que irá conduzir a Grécia até fora da Zona Euro.

A cidade de Piraeus devia ter pago 275 milhões de euros de dívida e não tem fundos para o fazer devido aos cortes radicais feitos na economia grega – reacção sistémica.
Se o governo grego não tem dinheiro para cumprir com as suas obrigações correntes como irá conseguir salvar os municípios que tendem a entrar na bancarrota?

Não esquecer que os fundos cedidos à Grécia são para o governo grego pagar as dívidas do Estado grego, os quais não contabilizam as dívidas dos municípios gregos.

Os primeiros sinais de bancarrota numa sociedade desenrolam-se quase sempre de baixo para cima, do menos rico até ao mais rico. A falência das pessoas é o primeiro sinal, segue-se a falência das pequenas e médias empresas, depois a falência dos municípios ate se chegar à falência do Estado.
A Grécia já atravessou as duas primeiras etapas e está agora a entrar na terceira.

Portugal caminha para a terceira etapa. Já assistimos ao aumentar constante da falência dos agregados familiares, com o contínuo aumento do crédito mal parado. Já sabemos que mais de 98% das falências em Portugal foram pequenas e médias empresas, e continua a aumentar. Só nos falta os sinais dos municípios para emparelharmos com a Grécia.

Para fechar, Espanha e Estados Unidos são os outros dos países que estão a braços com municípios em estado muito grave, principalmente o caso da Califórnia nos Estados Unidos, que está em bancarrota técnica – Califórnia tem um PIB significativamente superior ao da Grécia…

Segue também uma notícia do Business Insider para se compreender melhor qual o grau de exposição à Grécia dos países europeus – estão lá dados interessantes sobre Portugal…

Notícia do Business Insider – A Greek City Just Defaulted On $275 Million Of Debt — Can The State Be Far Behind?

Notícia do Business Insider – Here’s Who’s Getting Pounded When Greek Debt Holders Take Their Haircut

Já Somos Uma Província de Espanha

Juros da dívida Portuguesa voltam para os níveis verificados antes dos stress testes depois da Moody’s avisar que deve baixar o rating da Espanha.

Ao contrário os mercados internacionais não aumentaram a pressão sobre os título de dívida espanhola.

Contradições? Não, apenas o confirmar de dois pontos muito importantes que têm sido quase descurados pelos analistas e meios de comunicação em Portugal.

Primeiro, qualquer espirro da economia espanhola causa uma constipação na economia Portuguesa, porque grande parte do nosso tecido produtivo e comercial está nas mãos de capital espanhol.

Segundo, a resposta em relação aos resultados dos stress testes à banca em Portugal e em Espanha.
Espanha utilizou os requisitos mais apertados de todos os países da Zona Euro na condução dos stress testes, o que passou uma imagem aos mercados internacionais menos boa que a maioria dos outros países europeus, mas mais importante passou uma imagem real, e agora começam a colher os dividendos sobre essa forma de agir. É essa imagem real que está a defender agora a Espanha. Ao invés, Portugal apresentou resultados nos stress testes que cheiram mesmo a charada, e agora os mercados internacionais vão-nos fazer pagar por isso.

E relembrar, se a Espanha baixar mais um degrau na Moody’s é apenas uma questão de dias, semanas, até o mesmo acontecer com Portugal, e poderá ser mais do que apenas um degrau abaixo…

Somos, sem grande margem para dúvidas, já uma província espanhola, anexada não através da força das armas, mas através da incapacidade dos sucessivos “bananas” que passaram pela Assembleia da República ao longo dos anos, que venderam a desbarato a economia Portuguesa para capitalizarem o seu presente hipotecando o nosso futuro…

Notícia do Público – Juros da dívida portuguesa disparam após aviso da Moody’s a Espanha

Outras Notícias do Dia – 30/07/2010

Economia\Banca\Corrupção:

Desemprego na Espanha aumenta pelo 12o trimestre consecutivo
Moody”s diz que Espanha pode ver o seu “rating” cortado
Maiores bancos privados lucram quase 800 milhões no semestre +
FMI sugere aos EUA novas medidas de apoio ao crescimento +
Inflação na Zona Euro aumenta 1,7% em Julho, segundo Eurostat
IMF Executive Board Concludes 2010 Article IV Consultation with the United States
China destronou Japão como segunda economia do mundo
Lucro do Banco BiG sobe 74% no semestre
Lucro do Santander Totta recua 11% no semestre para 247 milhões
Hungary Says S&P, Moody’s `Behind the Curve’ as Government Debt Rebounds +
Europe Crisis Is Not Over, May Lead to Fiscal Union, UBS Says
BIS gold swaps mystery is unravelled +
Why Deflation Fears Are Overblown
S&P melhora “rating” da Ucrânia depois de FMI aprovar empréstimo ao país
Marc Faber Questions if Dow Could Hit 1,000 +
Within the Fed, Worries of Deflation
House prices off the boil as interest rate rises take effect
Coffee Closes at 12-Year High on Fund Demand, Dollar’s Slump; Cocoa Gains
Recession in U.S. Was Even Worse Than Estimated, Revisions Show +

Saúde\Ambiente\Agricultura:

Preço do arroz deve disparar na bolsa +
Speculators Rediscover Agricultural Commodities +
‘We Have Learned Nothing from the Genome’ +
Gulf of Mexico Has Long Been Dumping Site
US food waste worth more than offshore drilling
BP’s incoming boss says clean-up operation may be scaled down
Shell could pursue BP for Gulf damages
Signs of Reversal of Arctic Cooling: Rapid Temperature Rise in the Coldest Region of Mainland Europe
Black Carbon Implicated in Global Warming
BP’s `Kill’ Start May Be Delayed Due to Storm Debris

Bélico\Energias:

Energéticas alemãs exigem abolição dos limites de funcionamento das centrais nucleares
Talibãs acusam o general Petraeus de matar civis +
Iraq WMD evidence was ‘tittle tattle’, says John Prescott
British troops launch biggest offensive of summer in Afghanistan
Europe Lagging U.S. and China in Developing Biofuels, Novozymes CEO Says
Decades on, hibakusha explains the horrors of Nagasaki
Afghan Leaks: Is the U.S. Keeping Too Many Secrets?
Spanish judge issues arrest warrants for 3 U.S. soldiers +
US ‘carefully watching’ Myanmar-NKorea talks
UN experts fault Israel on human rights
Pentagon: Leak investigation may go beyond military
Hey Wikileaks, We Were There +
Sarkozy wants to take away French citizenship of immigrants who attack police
Greece turns to military to restore fuel supplies, as strike hits tourism +
China says it opposes EU sanctions against Iran over nuclear issue

Andamos a Papar Clones

Gado clonado a ganhar terreno na Europa.

Ficamos a saber que criadores na Europa andam a comprar sémen e embriões de animais clonados, ou dos seus descendentes, e desta forma anda carne de clones no mercado o que vai contra a legislação europeia. Como na lei não estava nada que referisse os descendentes de clones então os criadores utilizaram essa lacuna para contornar a lei. (Rara é a lei que não dê para ser contornada… deve ser sempre por incompetência… era bom, era…) (Essa adenda foi adicionada esta semana à lei… devia a estar a dar muito nas vistas)

Ficamos também a saber que em Maio um criador de touros em Espanha crio o primeiro touro de um clone, e que espera capitalizar esse grande passo em cerca de 1,5 milhões de euros… este é o preço da ânsia de ganância do homem…

Ficamos também a saber que as maiores empresas de genética especializadas em gado são europeias… hmm, cheira-me que mais umas lacunas devem existir na lei…

A loucura do homem por numerário, pedaços de papel com caras e números e objectos redondos que a nossa sociedade chama de moedas, fá-los perder quase todo o humanismo, quase todo o respeito pela mesma natureza que lhes proporciona o numerário, e principalmente fá-los perder o respeito por si próprios enquanto criadores…

Uma frase do Sr. César Diaz, o criador espanhol que desenvolveu o clone de touro:

“Se se pode escolher animais que produzem muito mais carne por quilo de ração, a lógica da clonagem torna-se inevitável.”

in The New York Times

Para fechar pergunto ao Sr Diaz: “Mas então não desenvolveu um clone de touro para os vender para touradas? Então porque está tão interessado no quilo de ração por carne? Hmmm, cheira-me a algo mais que tourada, ai cheira, cheira…

Notícia do New York Times – Cloned Livestock Gain a Foothold in Europe

Os Testes Não Destressaram Ninguém

Os consumidores britânicos temem uma nova recessão. Banco de Inglaterra avisa os britânicos para se prepararem para a inflação. Islândia diz que não está em risco de falhar com os pagamentos. Investidores cautelosos receando uma segunda recessão. Economia americana abranda.

Na segunda feira escrevi no post Agora Começa a Surgir o Stress ao Destress que seria para o final desta semana que veríamos como os mercados reagiriam aos “fabulásticos” resultados dos stress testes.

Primeiro gostava de usar uma comparação entre a resposta dos mercados aos stress testes americanos em 2009 e os realizados na Europa.
Os stress testes americanos foram quase por si só os responsáveis pelo recrudescimento da confiança económica, levando a confiança e o crescimento das mais valias a todos os mercados internacionais. Os meses que se lhes seguiram assistimos a um crescimento bolsista excepcional…
Na Europa? Bem, hoje quase todas as praças fecharam em baixa, assim como ontem e um pouco menos anteontem. No mínimo são resultados antagónicos com os gerados pelos stress testes americanos.
Daqui podemos começar a formular uma conclusão: Os investidores não acreditam nos resultados dos stress testes europeus.
Acabaram quase unicamente por ser uma manobra de charme político para os Zés Povinhos e muito pouco mais que isso…

Esta noção de apenas charme político será confirmada ou desmentida nas próximas semanas, mas os sinais que nos estão a chegar não fazem prever nada mais do que a continuação das quebras nos mercados internacionais, ora vejamos:
– Em Inglaterra, nos Estados Unidos, em Portugal e um pouco por todos os países ocidentais, os consumidores estão em retracção, conduzindo a uma contracção económica cada vez mais evidente nos mercados de capital.
– Começam a surgir os primeiros avisos “oficiais” para o provável escalar da inflação. Estes avisos não levam em conta uma segunda recessão, e aí digo que entraremos numa época de “estagflação”, onde a economia entrará em recessão acompanhada por valores crescentes na inflação. Este é o pior tipo de recessão que se pode ter…
– Novamente os problemas bancários na Islândia a querer antecipar a recessão. Tal como em 2007, a Islândia estoirou primeiro que a bolha imobiliária americana.
– Os investidores estão a desinvestir nas bolsas com receio de uma nova recessão. A confiança que poderia e deveria ter sido dada pelo stress testes europeus foi gasta em pólvora seca e palavras de circunstância… e isto ainda vai sair caro…
– E para fechar o ramalhete, a economia Americana está a perder momento (caiu 0,3%), assim como a chinesa (caiu 2%). Os efeitos dos pacotes de estímulo começam a desvanecer e como a Europa deu um sinal negativo à economia mundial com os stress testes, as coisas não tendem a melhorar…

Gostava de fechar com esta noção. Quase todas as instituições bancárias portuguesas terminaram a semana em queda na bolsa.
Pergunto: “Mas não foram elas que saíram com nota de “excelente” dos stress testes e apresentaram nesta mesma semana todas aumentos de lucros?”
Existe aqui uma ambiguidade.
Acho que dificilmente melhor resposta os investidores poderiam ter dado em relação à “veracidade” dos valores apresentados pela banca nacional nos stress testes do que vender, vender, vender…

Notícia do The Telegraph – Britons’ fears raise double-dip recession chance
Notícia do The Telegraph – Bank of England’s Mervyn King warns Britons to brace themselves for inflation next year
Notícia da Bloomberg – Iceland Says It’s `Far From Defaulting’ as Rating Nears Junk
Notícia da USA Today – Investor fears outweigh stunning earnings gains
Notícia do Jornal de Negócios – Economia dos EUA abranda crescimento no segundo trimestre

%d bloggers like this: