Notícias do Dia 07/06/2013

* ‘QE is socialism. It should be illegal’
(“A União Soviética Europeia é um desastre. Vamos esperar que daqui a cinco anos ela já não exista”. […] “As leis da União Europeia são como um polvo – quer envolver-se em tudo, tal como fizeram os comunistas na Rússia”, afirmou o Sr. Pidcock. Descreveu a União Europeia como “podre até ao âmago”, acrescentando: “Existem demasiados interesses envolvidos.” […] “O nível de poupanças de uma saída da União Europeia seriam imensos. O orçamento do governo seria reduzido, seria eliminada a duplicação de leis, deixaria de haver tanta burocracia e iriam melhorar as relações comerciais com os países fora da zona euro”.)
* Sacrificámos a Grécia para salvar o euro
(Os documentos são exasperantes: o FMI admite o crime, mas não aceita as responsabilidades. Revela o motivo da forma mais oficial, sem explicar como a tragédia que devora o país – não devida à dívida, mas ao resgate – pode ser enfrentada, agora que os erros foram reconhecidos. É de um cinismo avassalador… […] A classe política não pugnou pelos interesses do país. Pelo contrário, tomou o caminho mais fácil, preocupada apenas com a manutenção do poder. Dispôs-se a desistir da pouca soberania do país para ceder a uma lamentável chantagem. […] Os próprios credores fizeram autocrítica. Pois que os seus seguidores façam o mesmo… E que vejamos, finalmente, todos juntos, como podemos explorar este terrível acontecimento para travar a catástrofe a que chamaram resgate.)
* Schäuble admite experimentalismo social
* For hard-hit Greeks, IMF mea culpa comes too late
(“Eles nunca nos irão devolver nada. O meu pensamento estás com as pessoas que se suicidaram por causa da austeridade. Como vamos fazer que eles voltem? Como?” […] “É como ir ao médico que lhe está a tratar um cancro quando sofria de Parkinson e o médico diz, “Peço desculpa”.)
* Sem-abrigo gregos já são mais de vinte mil
* José Manuel Barroso should apologise to the Greek people
* PIB da Grécia recua 5,6% no 1.º trimetre
* Greek healthcare workers protest cutbacks
* PIB do Chipre recua 4,4% no primeiro trimestre depois do resgate
* Italy risks social ‘revolt’ say young employers
* Belgians protest austerity, demand better conditions
* Desemprego em França subiu para 10,4 %
* Euro zone services sector contracts faster than anticipated
* Spanish Factories Cut Output for 20th Month
* Fake shop fronts used to make towns seem neater for G8
(Os conselhos locais na Irlanda do Norte pintaram falsas lojas e cobriram edifícios devolutos com enormes painéis publicitários para esconder as dificuldades económicas que são vividas nas cidades e vilas perto da estância de golfe onde o líderes do G8 se irão reunir este mês.)

* ECB bank plans radical reorganization Blufff…
* Foreign diplomats exempt from haircut Chipre
* Bancos aceitam cortar dívida da Controlinveste de 300 para 70 milhões E para Portugal?!?!?!?

* Plano de resgate português tem os mesmos erros que o da Grécia Obviamente…
* Orgulho do prejuízo
(De nunca ter batido o pé aos credores ou tão-só franzido o sobrolho a Merkel. Sim, só pode ser isso. Mais o orgulho de ver um país acabrunhado e calado a ser conduzido para abate, enquanto ao lado outros saem à rua para salvar um parque. E aí, admita–se, tem todos os motivos para estar orgulhoso.)
* Gaspar: a culpa da queda do investimento nacional é da chuva LOOOL
* Culpa não é da chuva, mas da “política económica” Está a chover há quase oito anos… sem parar…
* País perde 20 milhões/dia
(A economia portuguesa perdeu cerca de sete mil milhões de euros em 2012. É uma média de 20 milhões de euros por dia de riqueza perdida pelo País no espaço de um ano.)
* Revista The Atlantic: “Rezem por Portugal”
([…] ‘Livrai-nos Senhor destes porcos corruptos que assolam Portugal’ […] Citando estudos que mostram que Portugal, entre 2000 e 2012, cresceu ‘per capita’ menos do que os Estados Unidos durante a Grande Depressão dos anos 30 ou que o Japão durante a sua ‘década perdida’ […])
* Orçamento já tinha buraco de 4395 milhões mesmo antes do chumbo do TC Mesmo antes da chuva…
([…] Vítor Gaspar deve estar muito agradecido aos juízes do Palácio Ratton que lhe deram oportunidade de disfarçar um buraco de pelo menos 4395 milhões. Para além dos famosos 1274 milhões.)
* Portugal está em ‘perigo de vida’, diz Freitas do Amaral
(“Estamos numa das situações mais graves que Portugal viveu ao longo dos seus 900 anos de história. Só comparo esta situação em gravidade, em perigo para existência de um país chamado Portugal, à crise de 1383/85, que felizmente acabamos por ganhar com a batalha de Aljubarrota, e aos 60 anos [1580-1640] de ocupação castelhana através dos Filipes” […])
* “Isto já não é um Governo, é um bando de bandidos”, diz STAL
* Perigo de agressões a ministros é o maior de sempre Cada vez mais distantes…
* Governo alarga excepções à regra que obriga a escolher dirigentes por concurso
* Aberta a caça à multa? Governo quer mais receitas com infracções nas estradas

* Os números do desespero
* 5 Ways the U.S. Can Have an Icelandic Revolution
(“Temos de nacionalizar os bancos. Temos de fazer cair o governo. Temos de ter o acesso à Internet como um direito humano. Temos de ter uma nova constituição” […] “Temos de criar poder e ser o governo e ser os meios de informação. Se a Islândia o conseguiu nós também conseguimos.” […] Conseguiram prender os banqueiros que destruíram a economia. Quando o governo privatizou as instituições bancárias para os seus amigos, essencialmente quase de graça, e fez as pessoas pagar os seus bailouts, as pessoas retiram-los do governo e recusaram-se a dar o seu dinheiro aos bancos. […] Primeiro temos de nos organizar entre linhas de classes em vez de fingirmos construções ideológicas. […] Para atingirmos a unidade temos de nos focar em alguns objectivos apenas.)
* The World Economy’s a Ticking Time Bomb (and the Fuse Is Lit)
(O Professor Kay acha que a a zona euro é o candidato mais provável para o próximo desastre. Mas onde quer que venha a acontecer, o desastre parece estar iminente. Entretanto, os banqueiros estão a ganhar imenso dinheiro com dinheiro emprestado… e com tempo emprestado. […] Eles estão a conduzir o futuro em prol dos lucros imediatos, ganhando dinheiro criando o caminho para uma nova onda massiva de miséria económica.)
* Satyajit Das: Japan’s 20 years of struggle hold a warning to other economies
* Emerging markets displace Europe as fulcrum of world risk
* Fim de festa dos emergentes
* Meredith Whitney: State finances are worse than estimated EUA
* More Signals of Slumping Manufacturing EUA
* EUA cria 175 mil empregos mas taxa de desemprego aumenta Continhas…
* $1 Trillion Debt Crushes Business Dreams of U.S. Students
* Japan White Paper Points to Weakening Manufacturing Industry
* China fuels EU trade dispute with talk of luxury car tax
* Egypt’s gathering economic gloom leaves millions facing food shortages
* Má nutrição mata três milhões de menores de cinco anos

* A escolha de Bilderberg
(“Uma elite indeterminada de influentes e de agências que partilham um bloco de ideias e que desempenham em conjunto a função de governação. A política e a doutrina são desenvolvidas e difundidas através de conclaves não oficiais (por exemplo, a Comissão Trilateral, as conferências de Bilderberg, as cimeiras económicas anuais de Davos, etc.) e de organismos intergovernamentais e de peritos: os comités da OCDE, o Banco de Pagamentos Internacionais de Basileia ou as cimeiras do Banco Mundial e do FMI.” E acrescenta: “Não há um processo de decisão formal, há sim um conjunto complexo de redes interligadas que criam uma ideologia económica comum e que injetam este produto consensual nos processos nacionais de decisão. A nebulosa é simultaneamente externa e interna aos Estados.” […] E essa informalidade é o rosto não democrático do poder mundial. As ideias, os modelos, os discursos, as escolhas, as cumplicidades, são inoculados nos “líderes” nesses espaços imunes ao contágio da exigência democrática. […] Acreditar que António José Seguro seja convidado para sensibilizar os CEO e os estrategas de Bilderberg para os graves problemas do emprego e do crescimento na Europa é o mesmo que acreditar que um simpatizante da não-violência converterá uma claque de futebol organizada à tolerância e ao fair play. Não, sabidamente Seguro participa no exercício anual de densificação de uma rede de poder. Só isso. E isso tem um enorme significado.)
* Portugueses no clube de elite Bilderberg Beija mão…
* Bilderberg 2013: welcome to 1984
(A determinada altura da reunião, durante uma tensa troca de palavras sobre os planos de contingência para quem passear os seus cães, Rhodes deixou escapar que a Operação Debate (o nome de código da operação de segurança Bilderberg) estava em acção há 18 meses. Os residentes e os jornalistas ficaram em silêncio durante um espaço de tempo. “Dezoito meses?” A razão para todo este secretismo? “Terrorismo. […] A falta de ameaças era uma ameaça. Bem-vindos ao 1984. […] Isso é o que é grandioso na utilização de ameaça de terrorismo: é tão infinitamente aplicável.)
* Bilderberg Protests: Police Create No-Fly Zone Over London
* No minutes, no press conferences – just the world’s power brokers chewing the fat on the issues of the day. It’s the Bilderberg conference – and it’s coming to a suburb near you
* Bilderberg 2013 custeada pela Goldman Sachs e outros “beneméritos”
* Bilderberg Group? No conspiracy, just the most influential group in the world
([…] os debates que lá tiveram lugar foram decisivos para moldar a Europa moderna. […] “Bilderberg não é uma teoria da conspiração, é uma realidade conspiratória” […] “Foi um veículo através do qual os interesses dos oligarca privados conseguiram impor as suas políticas sobre governos soberanos. A ideia é a criação de uma rede global de cartéis, mais poderosos que qualquer nação no planeta, destinados a controlar as necessidades da vida do restante da humanidade”. […] “Se os nossos políticos querem jantar e beber vinho luxuosamente durante três dias com Goldman Sachs, isso a mim parece-me lóbie” […])
* Ring of steel is drawn around secret Bilderberg conference at exclusive hotel which will be attended by the Chancellor and Ed Balls
* Paraísos offshore: o tesouro imundo da Sra. Thatcher
(Este capitalismo financista desenfreado não é economia, nem quer ser; nem tão pouco gere recursos. Limita-se a tratar de os concentrar mais de um lado ou do outro. […] a revista enquadra os factos numa lógica de causa e consequência, socorrendo-se para isso da História recente, mas não só. Fala-nos de como o imobiliário floresceu em Londres adubado pelo dinheiro sem proprietário; no dito edifício, onde um apartamento pode chegar a uns esclarecedores 200 milhões de euros, há 76 fracções, mas apenas 12 estão em nome de particulares. O levantamento que é feito das quantidades de dinheiro sem dono mete a Suíça num bolso, e o Chipre num chinelo; mas a investigação vai mais longe. Por um lado, explica-nos o que é realmente a chamada “City”, um pedaço de território com quadro legal de excepção que lhe permite… bem, a agiotagem. Mantendo-se ao longo de séculos local franco para a passagem de dinheiro, as instituições lá sediadas gozaram sempre de incrível e desregulada liquidez – e usaram-na. Usaram-na para fornecer Estados, suas empresas, a banca etc… […] É um tesouro imundo, este.)
* ALBERT EDWARDS: I Cannot Suppress My Anger Any More, The UK Is Putting Young People Into Indentured Servitude Socialismo bancário…
(A medida irá ver o governo a fornecer aos bancos uma garantia de 20% da hipoteca numa tentativa de encorajar empréstimos a mutuários com pequenos depósitos. Isso significará que se um mutuário não conseguir cumprir com os pagamentos do empréstimo, os contribuintes serão responsabilizados por uma parte das perdas.)
* Behind the Rise in House Prices, Wall Street Buyers Casino…
* Record Outflows From US Junk Bond Funds Tic,tac,tic,tac…
* France Expands UBS Tax Probe Mais…
* Vodafone pays no UK corporation tax for second year running despite earning £5 billion in sales Neocapitalismo…
* Canadá acusa a Nestlé, Hershey e Mars de manipularem preço do chocolate
* League Of Conservation Voters Chairman Scott Nathan Invests Heavily In BP Through Hedge Fund
* China Seen in Push to Gain Technology Insights
* French president awarded UNESCO peace prize for Mali war Reis da hipocrisia…
* Field of dreams: A remarkable exhibition sheds new light on the dark history of the opium business
([…] O império britânico foi construído sobre os seus lucros.)

* BCE admite mudar taxa de depósitos para valores negativos Insanidade…
* Dollar-Yen Shake-Out Could Just Be the Start
* Aussie Dollar Slide Is Turning Into a ‘Massacre’
* Wild Swings? Emerging Currencies Have It the Worst
* Beef Prices Hitting Record High for Summer
* China gold imports to keep growing after hitting record high
* Roubini’s curious case for gold at $1,000

* On whistleblowers and government threats of investigation
(Nenhuma democracia saudável sobrevive quando os actos mais importantes daqueles que estão no poder são secretos e não controláveis. […] Os delatores podiam facilmente enriquecer vendendo os documentos a serviços secretos estrangeiros por avultadas somas de dinheiro. Podiam tentar causar danos ao governo norte-americano agindo na direcção de um adversário estrangeiro e passando-lhes esses documentos secretamente. Podiam expor de forma gratuita a identidade de agentes secretos. Nenhum dos delatores acusados criminalmente pela administração Obama, como parte do seu ataque sem precedentes aos delatores, fez algo do género: nem um deles. […] Não agiram em interesse próprio. A verdade é o oposto: assumiram grandes riscos pessoais e sacrifícios por uma razão muito mais importante: dar a conhecer aos seus concidadãos o que o governo está a fazer longe da vista. O seu objectivo é educar, democratizar e responsabilizar quem está no poder. […] Fazem-lo sabendo exactamente o que provavelmente os governos mais poderosos no mundo lhes poderão fazer, mas mesmo assim fazem-lo. […] Quem beneficia é você. Você descobre aquilo que já devia saber mas que lhe tem sido ocultado. […] desejam deter e intimidar todos os que poderão trazer luz ao que eles têm feito com o seu poder abusivo, manipulativo e exploração do poder da lei para punir aqueles que oferecem transparência. […] É exactamente esse tipo de comportamento que nos revela o seu verdadeiro carácter, a sua propensão para abusar do poder, que cada vez mais pessoas estão determinadas a trazer a responsabilização e a transparência ao que eles fazem. […] a marca de uma sociedade saudável e livre – foi invertida de forma radical. Agora, eles sabem tudo o que nós fazemos, e estão constantemente a construir sistemas para saberem ainda mais. entretanto, cada vez sabemos menos sobre o que eles fazem, com eles construindo barreiras de secretismo entre as quais funcionam. É esse desequilíbrio que tem de ter um fim.)
* Communication surveillance undermines privacy, freedom of expression – UN report
* EUA espiam utilizadores de net em todo o mundo
(Segundo um documento interno e confidencial da NSA obtido pelo The Guardian, aquela agência opera um programa de recolha de dados sob o nome de código PRISM. Ao dispor de uma gigantesca máquina de espionagem electrónica em marcha desde 2007 estarão emails, chats, gravações de chamadas, fotografias, vídeos, históricos de pesquisas e registos de transferências de ficheiros de todos os utilizadores dos serviços da Google, Facebook, Yahoo, Apple, Microsoft, Skype, YouTube, AOL e PalTalk, entre outras possíveis empresas visadas.)
* Welcome to the Bush-Obama White House: They’re Spying on Us
(Bem-vindos à era Bush-Obama, 16 anos da História dos Estados Unidos que irão ser lembrados pela erosão sem precedentes das liberdades civis e falta de respeito pela transparência.)
* ‘US desperately trying to hide the truth about breaking its own Constitution’
* Governo suspeito de espiar através do através do Google e Facebook Só no Google e Facebook?!?!? A qualidade da informação disponibilizada em português é verdadeiramente dantesca!!!!
* NSA’s Verizon Spying Order Specifically Targeted Americans, Not Foreigners
* Phone Sex, Banks & Google for Emails: The NSA Spying Is Bigger Than Verizon
* Dept. of Homeland Security: Laptops, Phones Can Be Searched Based on Hunches
* NSA surveillance revelations: Osama bin Laden would love this
(Requer que a democracia perca a fé no controlo das acções, para deixar os securocratas fora de controlo, para capitular a um “melhor seguro que livre”.)
* Análise: Cobertura nos EUA segue “Guardian”, mas logo pisa no freio Shhh…
* The Guardian’s Bombshell Revelation About NSA Domestic Spying Is Only The Tip Of The Iceberg
* Now FBI wants back door to all software
* Reino Unido recolhe secretamente informação americana
* Take That, NSA – Scientists Hide Communications Using A Hole In Time
* Lindsey Graham Isn’t Sure If Bloggers Deserve ‘First Amendment Protection’
* Google+ isn’t a social network; it’s The Matrix
* `Apagão` online em Singapura em protesto contra novas regras na Internet
* One-quarter of Gitmo prisoners now being force-fed
* Graham: FBI hindered Congress’s 9/11 inquiry, withheld reports about Sarasota Saudis
(“Estou extremamente perturbado por aquilo que a mim me parece ser um esforço persistente do FBI de esconder do povo americano informação do possível apoio saudita aos ataques de 11 de Setembro” […])
* Revealed: Military emails show that NO U.S. sailors witnessed Osama bin Laden’s secret burial at sea
(O Pentágono disse também não conseguir encontrar nenhum certificado de óbito, relatório de autópsia ou testes de identificação de ADN de Bin Landen […])
* The Untouchables: NY Senate passes bill making ‘annoying’ police a crime
* Boston massacre; Bibi’s “gift” to Americans
(A verdade incómoda é que os americanos deviam agradecer às suas estrelas da sorte não acontecerem mais ataques, e com “mais” queremos dizer todos os dias. Durante os últimos 50 anos a América tem – de forma directa ou indirectamente – assassinado milhões de civis no Médio Oriente (e noutras regiões) e no entanto, o que devia ser uma erupção vulcânica inevitável nascida de emoções cruas e poderosas como o sofrimento profundo, a raiva e tudo o que se situe entre elas, só terem acontecido 2 ataques – contem-los, 2 […])
* Woolwich murder suspect’s video link to court cut
* Bradley Manning Looks Downright Ghostly
* Erdoğan accuses EU members of hypocrisy over Turkey protests
(Erdoğan disse que os métodos de força usados pela polícia anti-motim turca para controlar os manifestantes contra a demolição de um parque em Istambul foram pouco diferentes dos anteriormente usados nos Estados Unidos e no Reino Unido.)
* Ignored in national media, Turkish protesters turn to social networks
* Edmonds students suspended for using Nerf guns at school

* Prepare to be very, very cold
(Aqui no jardim de Inglaterra, depois de um longo e austero inverno, tivemos a primavera mais fria desde há 120 anos. […] Na Rússia tiveram o inverno mais frio e a maior queda de neve de há um século. Nos Estados Unidos, foram batidos aproximadamente 10.000 novos recordes de temperaturas frias e de queda de neve. […] O meu grande amigo Dr. David Archibald é um seguidor do Sol. Ele diz que aquela coisa amarelo brilhante no céu que pouco temos visto nos últimos seis meses no hemisfério norte está em perigo de se tornar na menos activa dos últimos 300 anos. […] O Dr. Dennis Ray Wingo da NASA foi o primeiro a alertar-me para a possibilidade de um declínio de muitas décadas na actividade solar. Há quase sete anos, ele gentilmente escreveu para me dizer que as correntes de convecção magnética abaixo da superfície do sol tinham desacelerado para uma velocidade de quase a passo, um fenómeno sem precedentes desde quando as começou a estudar. Ele disse que estavam problemas a caminho, e que não seriam por causa de nós. […] há apenas 350 anos entrou na sua maior calmaria dos últimos 10.000 anos e até provavelmente mais, subitamente produzindo menos 0,2% de energia durante os 70 anos seguintes. O resultado foi a Pequena Idade do Gelo […] Poderá o mesmo – ou pior – voltar a acontecer? Esta é a pergunta que os cientistas não fanáticos com o aquecimento global induzido pelo CO2 estão ansiosamente a começar a colocar. […] Se o declínio continuar, então não será com o aquecimento global que nos teremos de preocupar, mas com o arrefecimento global. E esse será um assassino muito maior do que o tempo quente. […] Imaginem agora como os bebés chorões irão entrar num pranto se viermos a registar o frio intenso que os físicos solares esperam. Com os glaciares a avançarem de forma imparável na direcção das suas torres de marfim, irão quase de certeza ainda assim culpar o arrefecimento global no aquecimento global.)
* Genetically Altered Wheat in Oregon Comes as No Surprise
([…] poucos ficaram surpreendidos. Mesmo com extensas precauções, as plantas geneticamente alteradas aparecem tão regularmente em lugares não desejados que os agricultores começaram a considerá-las como ervas daninhas, e até mesmo uma ameaça à sua forma de vida. […] Tal como na maioria das plantas transgénicas, o trigo poderá ter transferido através do seu pólen o seu traço geneticamente alterado para o trigo comum […] O gene é dominante, o que significa que as plantas fecundadas pelo pólen de trigo da Monsanto irão provavelmente passar o traço resistente ao roundup para as gerações futuras. […] um relatório de 2010 sobre as culturas geneticamente alteradas realizado pelo National Research Council afirmou que os genes não só podem passar das plantas alteradas para as suas irmãs naturais, mas também para espécies da mesma família no estado selvagem. “Tal hibridização é geralmente comum em plantas e é um processo chave para a evolução de novas espécies de plantas” […] “Existiu sempre a preocupação em relação ao trigo, por ser da família da erva”. Acrescentou ainda que se acontecer uma transferência de genes para a erva, “irá ser muito difícil controlar essas ervas, e poderá ter de se passar a usar pesticidas mais poderosos, alguns dos quais são muito mais perigosos para o ambiente”.)
* Monsanto: Contamination by all means necessary
(O que acontece quando se permite que interesses comerciais se sobreponham às políticas agrícolas e alimentares de uma nação? Os consumidores e agricultores acabam por pagar o preço. […] Como reportado no Toronto Star em Janeiro de 2001, Don Westfall, consultor da indústria de OMGs e vice-presidente da Promar International, afirmou que o que a indústria espera é que com o passar do tempo o mercado esteja tão inundado de organismos geneticamente alterados que já não se consiga fazer nada contra eles – as pessoas acabem por ser render.)
* A Suspect Food Warning in Britain Spreads an Alarm
* ‘Okinawa bacteria’ toxic legacy crosses continents, spans generations Agente laranja…
* What’s delaying the WHO report on Iraqi birth defects? Shhh…
* Lista de produtos ‘perigosos’ na gravidez abre polêmica
* ‘Metade da população’ da Grã-Bretanha deve ter câncer em 2020
* Feds Spent $800,000 of Economic Stimulus on African Genital-Washing Program
* Mancha de óleo vinda do Equador não ameaça Brasil, afirma Ibama
* Liberia’s vanishing rainforest
* Há cada vez menos leões em África
* Space Storm Could Black Out US East Coast for Two Years – Expert
(Uma “tempestade” espacial pode derrubar as comunicações dos satélites e os sistemas de GPS, expor turistas espaciais e astronautas a perigosos níveis de radiação, e até causar massivas falhas de energia na Terra que poderão durar até dois anos, avisaram cientistas da NASA […] uma tempestade solar à escala da que aconteceu em 1859 […] “O clima espacial não é ficção científica, é um facto confirmado” […])

* Fukushima evacuees could lose right to seek damages from TEPCO
* Japan-donated rice unsold in Jumla
(diarreia)

* China quer explorar petróleo no Ártico Nas últimas fronteiras…
* UK energy inflation ‘the highest in Europe’
* A dangerously deluded energy policy and why the greens want to hide the truth about your soaring bills

* UN questions validity of French ‘evidence’ of Syria’s chemical weapons use
* UN: Grounds to believe chemical use by both sides in Syria
* Syria: Assad’s rearmed and regrouped forces sense turn of the tide
* Rebels say Hezbollah, Iraqi fighters flooding into Syria
* North Korean officers join Assad’s forces
* Rebeldes sírios controlam ponto de passagem fronteiriço nas colinas de Golã
* Syrian army reclaims Golan Heights crossing
* Syria: Israel sends tanks to Golan border
* Rússia pronta para substituir Áustria nas Colinas de Golã
* Russia Deploys Permanent Naval Unit to Mediterranean Sea
* US Marines deployed along Jordan border with Syria Rufam os tambores…
* ‘US conducts successful test of bunker buster bombs’
* Rogozin: novo míssil balístico russo será “assassino de antimísseis”
* Russia to hold 200 drills in next 6 months
* Lebanese army slams ‘plot’ to embroil country in Syria war

* CIA didn’t always know who it was killing in drone strikes, classified documents show
([…] por veses os Estados Unidos executam pessoas baseando-se em “evidências circunstanciais”. […] Mesmo que a administração Obama tenha dito que os alvos são líderes da al Qaeda e altas patentes dos Talibã que estão a preparar ataques contra os Estados Unidos e as tropas norte-americanas, por vezes os responsáveis não fazem ideia de qual a afiliação dos alvos. […] Nos ataques de “assinatura”, a CIA não sabe necessariamente quem está a matar. Um antigo responsável de inteligência disse que entre 2009 e 2010, no auge do programa de drones no Paquistão, quase metade dos ataques foram classificados como ataques de “assinatura”. […] De acordo com a AP, responsáveis norte-americanos disseram que o grupo atingido pelo ataque estava fortemente armado e que se comportava “de forma consistente como militantes ligados à al Qaeda”. Os habitantes locais e responsáveis paquistaneses disseram que esse ajuntamento era uma “jirga,” ou encontro comunitário, em que os locais estavam a negociar direitos de mineração com um pequeno grupo de militantes.)
* Former drone operator says he’s haunted by his part in more than 1,600 deaths
* US terror drone kills three Afghan children in Kunar Province
* Anger at US drone war continues in Yemen
* US reducing native populations to refugees to build military bases
* The Pentagon pivoting dance
* Chinese surveillance ships spotted near Senkakus for 11th day in row
* Japan’s self-defense forces get into samurai spirit
* Russia, Ukraine to Hold Joint Naval Drills

* Protests unite Turks across the social spectrum
* Seventy percent of Taksim protesters do not belong to any political party
* Protestos na Turquia levarão à intervenção do Exército?
* 240 Bahraini Activists Arrested in May 2013
* Do not take our land for your dam: Stunning stand-off between Amazon Indian tribe and government in Brazil over hydroelectric water scheme
* Indigenous Peruvians protest state oil company taking over their land

Notícias do Dia 05/06/2013

* Obscuros ou preocupados?
(Afinal, o que é o grupo Bilderberg? Há quem lhe chame o Governo do mundo, capaz de orientar o rumo da economia, influenciar governos e empresas e de condicionar a evolução de preços e transacções. Há quem digo que tudo isto é feito sem transparência democrática e até mesmo através de acções obscuras. […] Para lá das dúvidas – tão bem geridas há 59 anos -, há a certeza de que o grupo não tem existência formal, nem organigrama. As reuniões são sempre fechadas à comunicação social e não são publicitadas nem promovidas. […] O assento está garantido a banqueiros, milionários, donos das maiores companhias petrolíferas, magnatas da comunicação social, membros de algumas casas reais, presidentes de multinacionais – com destaque histórico para a indústria automóvel – e políticos – sejam eles presidentes, primeiros-ministros, ex-governantes ou funcionários europeus.)
* Bilderberg 2013: Just your average charity case?
(“Se uma centena dos desportistas mais conhecidos no mundo ou estrelas de cinema estivessem reunidos num refúgio exclusivo com as portas fechadas para uma reunião privada, todos os meios de informação estariam por lá a clamar para entrar e a exigir saber o que se passava” […] “Quando os banqueiros mais ricos do mundo, os barões dos meios de comunicação, industriais, membros da realeza e líderes políticos se reuniam secretamente a debater assuntos de política pública que afecta o curso dos assuntos no mundo, os meios de informação nunca disseram uma palavra” […] Ironicamente, foi o silêncio dos meios de informação sobre o prestigiado evento que deu ao Bilderberg a sua não desejada publicidade. Este ano, os organizadores do evento global esperam inverter essa tendência […])
* The week ahead: Bilderberg 2013 comes to … the Grove hotel, Watford
(A conferência é o momento alto do ano de todos os plutocratas desde 1954. A única vez que o encontro Bilderberg não se realizou foi em 1976, depois do Presidente fundador do grupo, Príncipe Bernhard da Holanda, ter sido apanhado a receber subornos da Lockheed Martin. […] Afortunadamente a obra de caridade Bilderberg recebe somas regulares de cinco algarismos de dois benfeitores benevolentes: Goldman Sachs e BP. […] O objectivo da obra de caridade Bilderberg é a “educação pública”. E como educa o público? […] Inteligentemente, dissemina os resultados mantendo-os de forma resoluta longe do público e da imprensa.)
* Seguro confirma presença com Portas no clube Bilderberg Receber a aprovação dos chefes…
* Heads of big tax-avoiding firms also set to attend secretive group’s four-day summit being held near Watford
* Bilderberg agenda: Western elites meet to determine the future of Middle East and Africa
* Bilderberg 2013: Charlie Skelton on the Annual Secret Meeting of the World’s Elite [VIDEO]
(Há cinco anos que Skelton vem noticiando o encontro anual do grupo para o The Guardian. Ele refere que da primeira vez que o fez na conferência de 2009 em Atenas foi “um baptismo de fogo”, acrescentando ter passado grande parte dessa semana a “ser seguido em Atenas pela polícia secreta grega”.)
* Doomsday poll: 87% risk of stock crash by year-end Tic,tac,tic,tac…
* Fake votes mar France’s first electronic election
(Umas “eleições-primárias” ditas serem “à prova de fraude” e “ultra seguras”, acabram por se tornar vulneráveis a votos múltiplos e falsos.)
* Madoff: Don’t let Wall Street scam you, like I did
* Banqueiro espanhol Miguel Blesa na prisão sem fiança
* “Gigi Becali, condenado a três anos de prisão no caso ‘Mala’”
* One of Wall Street’s Riskiest Bets Returns Casino…
* Morgan Stanley: Rising Junk-Debt Loads Erode Credit Quality Casino…
* Indian bankers suit up for war on debt defaulters
* The S.E.C. Is ‘Bringin’ Sexy Back’ to Accounting Investigations Na cama…
* HSBC sued by New York state over US home loans Mais uma…
* A Tale of Wall St. Excess
* Trade Nominee Has $500,000 in Caymans Account Demo-cratas…

* Progresso, justiça, pão, habitação
(Vivemos um sequestro intelectual do qual precisamos rapidamente de nos libertar: as nossas escolhas não são entre “austeridade” (ou no novo neologismo “consolidação orçamental”) e “crescimento”. […] Embora o debate em Portugal e na Europa esteja polarizado entre essas duas posições, não podem ser essas as nossas escolhas, sob pena de no processo perdermos o que nos deve mover, ou seja, nós as pessoas, nós os cidadãos, o nosso futuro. […] Não podemos manter eternamente – e ainda menos em tempos de crise – uma agenda politica centrada na luta entre “Austeridade vs. Crescimento” porque ela promove essencialmente a centralidade dos interesses dos Estados e das empresas e só indirectamente estabelece uma ligação à melhoria das condições de vida dos indivíduos. Precisamos urgentemente de uma agenda política centrada na autonomia dos indivíduos e na liberdade de criar, realizar e ter uma vida melhor. […] portanto, precisamos de nos centrar em questionar os povos da Europa sobre qual é o seu desejo de progresso económico para os seus países e as suas vidas pessoais ou o que importa conquistar em termos de maior justiça perante a desigualdade de rendimentos e perante as desigualdades de tratamento por parte das instituições do Estado. […] É isto que nos faz humanos, que nos faz vencer a adversidade e não a austeridade ou o crescimento, que mais não são do que instrumentos políticos e que pouco ou nada dizem às nossas vidas. A política parte do que faz sentido para as pessoas, não do que nas pessoas pode fazer sentido para a política. Porque os instrumentos e as instituições de ontem nunca conseguem resolver os problemas por si criados, temos de pensar o futuro e colocar em causa o passado para poder obter respostas. Qualquer que seja a visão do futuro que queiramos adoptar, só há futuro para lá da austeridade e do crescimento. Só há futuro se soubermos que progresso, que justiça, que pão e habitação são as nossas.)
* A frase afrontosa do dr. Montenegro
(O dr. Luís Montenegro, chefe do grupo parlamentar do PSD, afirmou, anteontem, sem pudor e sem rubor, que os portugueses estão melhor da vida do que há dois anos. […] Há algo de infame nas declarações dos apoiantes deste Executivo. A destruição dos laços sociais, como relação de cultura e acto civilizacional, cruelmente praticada, de há dois anos a esta parte, como capítulo de um projecto ideológico diabólico, pode ser desconhecida por cegueira ou por indiferença? E os crimes cometidos (porque de crimes se trata) ficarão alguma vez impunes ou desembocarão em cumplicidades sórdidas? […] O significado das palavras trabalho, história, decência, honra, ética, progresso, felicidade, solidariedade nada diz a esta gente que trepou ao poder desafecta da experiência do lugar e do valor da função comum.)
* Portugueses confiam cada vez menos no Governo e na comunicação social
* Privatização dos CTT: a anatomia de um crime
(De todas as privatizações que foram e estão a ser feitas, a dos CTT é, com a da REN e a das Águas de Portugal, a mais criminosa. Os Correios dão lucro. […] Dinheiro de que o Estado precisa. […] boys políticos tomam conta das empresas públicas, gerem-nas mal, para, usando como argumento a sua própria incompetência, virem, eles mesmos, sem qualquer pudor ou vergonha, defender a sua privatização. […] Aos privados interessará apenas o filé mignon: Lisboa, Porto e cidades mais populosas. Das três uma: ou abandonam as regiões mais remotas do país, ou fazem preços diferenciados, ou o Estado financia o que não rende. Ou seja, privatiza o lucro e mantêm o prejuízo nacionalizado. […] só os CTT e os vinte por cento na EDP recentemente privatizados davam ao Estado, em dividendos, todos os anos, o mesmo que se ganha na redução dos custos da dívida com todas as privatizações feitas e planeadas para estes anos. Com uma diferença: depois de paga a dívida, perdeu-se um ativo. […] Não é fácil encontrar na história um País que, não estando sob ocupação, tenha, voluntariamente, desistido de todos os instrumentos que garantam a sua própria independência.)
* BIG e Citigroup vão assessorar o Governo na privatização da EGF Bónus…
* INE agrava números do primeiro trimestre e diz que recessão atingiu os 4%
* Emprego cai para mínimo de sempre com destruição de 100 mil empregos
* Número de casais desempregados aumenta 67,3% em Abril
* Despesas dos gabinetes.Governo só cortou 58 mil euros em dois anos
* Segurança Social. Governo tira apoio a 8400 idosos pobres
(Portugal tinha, no final de março, menos 8400 idosos pobres a receber o complemento solidário para idosos (CSI), cujo valor médio rondará os 100 euros por mês, e menos 49 681 beneficiários de rendimento social de inserção (RSI), com uma prestação média mensal de 81 euros, comparativamente a junho de 2011 […])
* Governo disse que poupa com juros mas despesa aumenta Pinocada…
* Gestores de seis empresas públicas envolvidos em contratos swap recusam demitir-se Show off…
* Parlamento da Madeira rejeita investigação a contratos ‘swaps’ Bónus…
(Quase metado dos ‘swaps’ foram firmados na Madeira.)
* (des)Conhecimento
(Ao invés de encontrar saídas fáceis na demissão dos gestores públicos, talvez fosse de ponderar uma outra perspectiva, mais corajosa: a de assacar responsabilidades integrais a todos os intervenientes, incluindo contrapartes dos contratos (invariavelmente os maiores bancos do mundo), cujo poder e influência parecem ser transversais a gestores, empresas e governos.)
* Vítor Gaspar “bloqueia” bolsa de terras
([…] “o Governo não tem vontade de baixar os preços da energia” e atribui essa circunstância ao facto de haver lóbis muito poderosos em Portugal.)
* Políticos querem registo obrigatório dos lobistas Oficialização da corrupção…
* Vendas do comércio caem mais em Portugal do que na zona euro
* Lojas: senhorios pedem aumentos médios de 150 a 200%
* Forças Armadas devem desativar 6 hospitais este ano
* Portuguese bestselling book recommends leaving the euro
* ERC: Tentativa de impedir recolha de imagens de Passos é ‘ilegítima’ Tiques…

* Economia da zona euro prolonga recessão e recua 0,2%
* Europe Risks ‘Sleepwalking Into Oblivion’
* Talk of recovery in Greece is premature – and all about justifying austerity
(Os chefes banqueiros e os políticos estão a tentar convencer o mundo que a Grécia está a começar a recuperar – mas este positivismo é apenas para justificar a terapia de choque imposta sobre a zona euro […] Há dois verões, sentei-me com o economista Yanis Varoufakis na sua varanda olhando para a Acrópoles e perguntei-lhe para me fazer um diagnóstico da Grécia. “Está em queda livre”. Na noite passada voltei a fazer-lhe a mesma pergunta. “Ainda está em queda livre”.)
* Comment of the week: what outsiders don’t understand about the Greek crisis
* EU put eurozone safety before Greece during bailout, IMF report claims
(A UE tentou salvar a moeda única não a Grécia quando o país foi resgatado em 2010, riscando a realidade que a dívida grega poderá nunca vir a ser paga, de acordo com um relatório do FMI. […] O fundo também admite que o impacto das políticas de austeridade na Grécia foram monumentalmente subestimadas com as instituições da UE e os líderes em desacerto enquanto tentavam salvar as suas faces políticas à custa da economia grega. […] O documento do FMI revela que a decisão de reduzir a dívida do país, tornando-a mais sustentável e reduzir o impacto da austeridade, foi adiado porque era “politicamente difícil” para países cujos bancos detinham títulos gregos. A prevaricação também custou imenso aos contribuintes europeus porque durante o período de dois anos, de Maio de 2010 até ao verão de 2012, quando “finalmente foi acordado o haircut, o fardo da dívida tinha passado dos bancos privados para os governos da UE e para o FMI”. O falhanço de não reduzir a dívida grega quando esta ainda estava nas mãos de privados aumentou a quantia de dinheiro que a Grécia terá de pagar e conduziu a um segundo bailout de 130 mil milhões de euros, que foi maior que o primeiro, em 2012. […] A acusação à postura da troika irá ressoar fortemente porque para além de administrar a Grécia, supervisiona as economias de outros países ajudados na zona euro – Irlanda, Portugal e Chipre.)
* WWF warns of crisis’ impact on environment Grécia
* Cyprus unemployed rises 30 pct in May as retail, building shrinks
* Crisis has destroyed 15% of Italian manufacturing
* Some 55,000 Italian manufacturing firms closed 2009-2012
* Europe’s Black Market Economy Is Booming Obviamente…

* Cresce resistência à proposta de união bancária na Europa
* BIS records startling collapse of eurozone interbank loans Tic,tac,tic,tac…
* Cyprus banks lose billions in deposits in 2 months
([…] os números desta sexta-feira sugerem que os depositantes usaram todas as formas disponíveis para conseguirem levantar o seu dinheiro.)
* Ukrainian court freezes shares of two Cyprus bank units
* ‘Not Swiss National Bank’s job to rescue insolvent banks:’ chairman Hmmm…
* Swiss Lawmakers Put Brakes on Bank Tax Disclosure

* How to destroy the future
([…] as sociedades mais ricas e poderosas na História mundial, como os Estados Unidos e o Canadá, estão a correr a toda a velocidade para destruir o ambiente o mais depressa possível.)
* Se não há meio ambiente, não há economia
(Se não mudarmos o atual paradigma econômico é a própria economia que cada vez mais se joga no abismo da destruição, tendo em vista que, como bem lembrou Lester Brown, “a economia depende do meio ambiente. Se não há meio ambiente, se tudo está destruído, não há economia”. […] “Sem recuperar o meio ambiente, não se salva a economia; sem recuperar a economia, não se salva o meio ambiente” […] o novo paradigma econômico precisa convergir com a ecologia, uma vez que dependemos dessa para nossa própria sobrevivência. O desafio é ímpar: produzir mais (bem-estar) com menos (recursos naturais). Produzir mais qualidade (desenvolvimento), e não quantidade (crescimento).)
* In the digital economy, we’ll soon all be working for free – and I refuse
* Don’t be fooled by the false economic recovery
(Estamos uma vez mais a ser enganados pelos banqueiros e políticos)
* Reality Bites for Emerging Market Reliance on Chinese Growth
* Recovering Dubai faces billions of maturing debt
* China abre investigação antidumping sobre vinhos importados da UE
* Argentina reestatiza ferrovia da ALL
* “As condições de trabalho na Ryanair são chocantes”
* Cash-Strapped Cities Struggle To Bury Their Unclaimed Dead
* German drone nearly hits 100-passenger Airbus jet – leaked video

* Japan Monetary Base Rises 31.6% In May Loucura…
* UBS Warns of ‘Abegeddon’ Risk in Japan O futuro novo normal…
(O Japão arrisca ter de enfrentar estagflação – onde o aumento da inflação não é seguido por taxas de crescimento mais elevadas […])
* Food makers struggle with rising costs Japão
* Brazil’s Currency Spikes Higher
* Food, Energy Prices Soaring Dramatically across Britain
* Inflação de São Paulo sobe 0,10% em maio e 5,11% em 12 meses
* Gold imports to India at 162 tons in May, steps to contain it on anvil
* Govt may ban sale of gold coins by banks Índia
* The Feds Seized Another Bitcoin Site

* Bradley Manning trial ‘dangerous’ for civil liberties – experts
([…] pode criar um precedente ameaçador que venha a danificar a liberdade de expressão e tornar a Internet numa região de perigo […] “Se o governo levar a sua avante, no futuro irá tornar-se muito difícil expor corrupção ou revelar informação de interesse público para além da que for revelada pela própria administração política”. […] “Se Osama bin Laden ou outro qualquer suspeito de terrorismo tiver lido um artigo do New York Times na Internet, agora o governo poderá acusar o jornal de “ter ajudado o inimigo”. Isso é um grande problema.”) Shhh…
* The United States should be in the dock, not Bradley Manning
(Lançou guerras ilegais e injustas com consequências humanas catastróficas; ajudou a derrubar governos democraticamente eleitos; arma e apoia algumas das ditaduras mais brutais no planeta; e tem um registo de apoio a organizações terroristas. […] Hoje, um herói americano está no banco dos réus, condenado por ter lançado um pequeno raio de luz sobre o nicho desta elite. […] A verdade é que Manning realizou um serviço valoroso, tanto para os americanos como para o mundo. A política externa norte-americana depende do secretismo, não só por causa dos seus inimigos, mas porque a realidade iria aterrorizar os americanos. […] As suas acções deviam compelir-nos a construir um mundo mais aberto e equilibrado, onde os grandes poderes sejam menos capazes de usar o seu desmedido peso. […] Eu acredito que a criação de tal mundo não é uma fantasia ingénua. Pode e deve ser construido. Mesmo que o teu julgamento avance, tu, Sr. Mr Manning, irás ser lembrado pela tua contribuição para a sua construção.)
* US government at war with truth tellers: Alex Jones
* The shooting of Ibragim Todashev: is the lawlessness of Obama’s drone policy coming home?
(Quando uma nação se acostuma a abusar dos direitos de estrangeiros em terras distantes, é quase inevitável que venha a importar esse hábito […] Não estava presente um advogado. Não foi gravado. Quando Todashev foi baleado, estava aparentemente há cinco horas a ser interrogado por três agentes. E depois? Primeiro, foi-nos dito que ele se lançou contra eles com uma faca. Como é que ele arranjou uma faca, cinco horas volvidas num interrogatório com a polícia, não foi explicado. Como é que ele era uma ameaça quando estava a recuperar de uma operação ao joelho, é também algo de deixar perplexo. Primeiro ele sacou da faca quando estava a ser interrogado. Depois deixou de ser uma faca e passou a ser uma espada, depois um cano, depois uma barra de metal, depois um cabo de vassoura, depois uma mesa, depois uma cadeira. Num dos relatos estavam todos os agentes na sala aquando do ataque; noutro, todos tinham misteriosamente saído excepto um […] sob a doutrina de Obama, inocente até prova em contrário metamorfose-ou-se para inocente até provado morto. […] Se centenas de pessoas que vivem no estrangeiro podem ser executadas por agentes americanos tendo por base apenas suspeitas, devemos ficar surpreendidos se residentes nos Estados Unidos começarem a ser tratados da mesma forma?)
* The very war Manning was reporting on was illegal – Ratner
* ‘US support for human rights merely a show’ – relatives of Yemeni Gitmo detainee
* Honduras: When will the US stop funding death squads?
* Disgraced soldiers who admitted abusing Afghan civilians in warzone are allowed to stay anonymous because of fears over Lee Rigby murder
* Over 8,000 Mau Mau victims seek compensation from Britain
* Justice Dept. moves to end Fla. lawsuit, citing national security Shhh…
* Supreme Court allows police to take DNA without a warrant
* Tiananmen Square online searches censored by Chinese authorities
* China impede homenagem às vítimas de Tiananmen
* Pelo menos 25 pessoas detidas por comentários publicados no Twitter Turquia

* Al Gore backlash: Why environmentalists are celebrating rising CO2 levels
(Graças a Deus que os níveis de dióxido de carbono estão finalmente a aumentar ligeiramente na nossa atmosfera, levando o tão necessitado dióxido de carbono às plantas e florestas que têm estado esfomeadas de CO2. A falta de CO2 na atmosfera é um dos factores mais devastadores para o crescimento das plantas e reflorestação do planeta, e a apenas 400ppm – isso é apenas 400 microgramas por quilo – de dióxido de carbono é tão pouco que as plantas mal conseguem respirar. […] Então toda esta conversa do dióxido de carbono estar a ameaçar todo o planeta com apenas 400ppm – menos de de metade de 1/1000 do ar – é um verdadeiro disparate. Ciência banha-da-cobre aterrorizadora. […] como é que eu “acordei” para esta informação? É simples: era um crente no logro do CO2 até ter começado a estudar a fisiologia das plantas e a produção em aquaponia. Só então descobri que o CO2 é um nutriente vital para o crescimento das plantas e que os níveis de CO2 na atmosfera eram radicalmente deficientes para uma reflorestação óptima e para a biologia das plantas. O meu despertar para isso de forma alguma significa que apoio as indústrias de carvão ou de petróleo, ambas as quais são grandes poluidoras do planeta. Mas já não me permito ser enganado por tipos como Al Gore que conseguiu convencer demasiadas pessoas de que o seu próprio respirar é um poluidor global que precisa de ser taxado e regulado. O logro do CO2 não é nada mais que um esquema para fazer dinheiro impulsionado por pessoas que esperam enriquecer do nosso sentimento de culpa colectivo perante um problema que foi totalmente fabricado e é ficcional. […] Na realidade, há 525 milhões de anos, o CO2 na atmosfera do planeta chegava aos 7.000ppm – e em vez do planeta estar a “morrer” como os defensores do logro do aquecimento global tentam justificar, foi uma das eras mais luxuriantes e com mais biodiversidade na História do planeta. Como mostra o próximo gráfico, os níveis de CO2 estão num dos seus mais baixos níveis na História do nosso planeta. […] O CO2 não é um “poluidor”, é um nutriente! […] quanto mais elevado o nível de CO2 na atmosfera, mais CO2 é absorvido pelas águas dos oceanos, ajudando as plantas marinhas a prosperar. Este CO2 é também usado para a construção dos recifes de coral. Esperem aí! Não nos tem dito que o CO2 está a destruir os recifes de coral? Também costumava pensar dessa forma porque ainda não tinha estudado suficientemente bem a ciência. Mas se estudar o suficiente sobre este assunto, ficará a saber que os corais estão a ser destruídos principalmente por químicos tóxicos da actividade humana e não pelo CO2.)
* Energy policy: Government sees off rebellion over 2030 carbon target
* Ed Davey attacks papers who report ‘destructive’ climate sceptics Shhh…
* Monsanto can’t explain how GMO wheat survived Deuses do aDeus…
([…] abandonou o seu desenvolvimento em 2004 e está perplexa com o seu ressurgimento quase uma década depois. […])
* Monsanto’s deception game on GMO in Europe
(No dia 31 de Maio nos cabeçalhos das notícias pelo mundo lia-se “Monsanto deixa a Europa”. Mas antes do mundo abrir a garrafa de champanhe para celebrar a morte dos transgénicos, é aconselhável olhar com atenção para o que foi dito e para o que não foi dito. […] Os responsáveis da Monsanto negam como falso as notícias de que deixaram de comercializar as suas sementes transgénicas na União Europeia. […] Afirmam explicitamente que irão continuar a aumentar a produção de sementes transgénicas em Espanha e em Portugal […] A Comissão Europeia anunciou que se irá reunir para votar a aprovação de um novo milho transgénico da Monsanto, o SmartStax, a 10 de Junho, dez dias depois da cuidadosamente formulada a entrevista da Monsanto. […] O SmartStax supostamente produz seis insecticidas diferentes. Foi aprovado pela Agência de Segurança Alimentar da União Europeia, EFSA, mesmo perante a ausência de testes críticos de segurança, e a aprovação da Comissão Europeia é reportadamente uma certeza, afirmam fontes de Bruxelas. […] A altura da entrevista na TAZ sugere que esta foi uma acção de relações públicas cuidadosamente orquestrada. […] De momento, a Monsanto obteve uma vitória táctica de propaganda […] As únicas outras empresas nos Estados Unidos que gozam de tal ultrajante imunidade legal são os produtores farmacêuticos de vacinas.)
* CA stops field testing of GMO eggplants Filipinas
* The Hay Fever epidemic
(Há duzentos anos, não havia registos de febre dos fenos, na década de 1980 existiam menos 50% de afectados do que actualmente. Estaremos a falar do aquecimento global, ou de algo mais sinistro? […] Porque estão os cancros no sistema digestivo a aumentar exponencialmente? Comecemos pelo belo herbicida da Monsanto, o Roundup.)
* Leading UK scientists sting back over criticism of research into bee deaths $$$$
* Eat less meat or face food shortage: Nannying MPs’ astonishing warning is ‘unhelpful’, say farmers
* ‘Canned hunting’: the lions bred for slaughter
* Everest: from mythical peak to the world’s highest garbage dump
* China: The electronic wastebasket of the world
* A&E crisis leads to surge in cancelled operations Neocapitalismo…
* Cancer Drug Shortages Force Doctors to Ration, Delay Treatment Neocapitalismo…
* Tuberculosis: One-Third of the World is Infected
* Frozen berry mix sparks hepatitis A outbreak in 5 states
* Storied nuke plant becomes environmental wasteland
* Will Hanford ever be cleaned up?
* Cracks in Iran’s nuclear reactor facility following quakes – diplomats

* Incidência do cancro da tiroide aumentou entre crianças e jovens de Fukushima
* TEPCO’s failure at math may have increased radiation release at Fukushima plant
* Usina nuclear de Fukushima tem novo vazamento de água contaminada
* Radioactive cesium found in groundwater at Fukushima plant; fishermen furious
* NRA releases images of debris inside Fukushima reactor building

* People are starting to lose faith
(O analista do petróleo Torbjorn Kjus acha que as empresas petrolíferas estão a esconder o quão mal está o estado da produção de petróleo. Agora os investidores começam a escapar das acções petrolíferas. […] Com os actuais preços do petróleo a uma distância considerável dos 120 dólares o barril, que é o nível médio que as empresas necessitam para atingirem a rentabilidade […])
* Australia has huge deposits of shale gas – but it won’t come cheap
* Mais modernas centrais a gás do País estão paradas e a perder dinheiro Custo das renováveis… e estão a ser pagas como se estivessem a trabalhar!
* High Court Clash: Land Dispute Could Curb German Coal Mining
* Homes with electric heating face hikes in future energy bills to pay for Government energy efficiency plans Energia para uma casta…
* (LEAD) S. Korea expected to face possibility of power shortage
* Karachi hit by shortage of 100 million gallons of water
* Groups want cap on Nestlé’s water permit during droughts
* A Fight Over Water, and to Save a Way of Life
* Egyptian politicians: Sabotage Ethiopia’s new dam
* Experts unearth concerns over ‘peak soil’
([…] uma grande parte para se conseguir reverter o declínio do solo é o uso do carbono […] “São necessários 500 mil anos para se ter dois centímetros de solo vivo e apenas uns segundos para o destruir” […])

* Kerry to U.S. Jews: Next few days will determine Middle East fate for decades Hmmm…
* Senior official: Azerbaijan’s strategy aimed at liberation of occupied territories
* Russia has to react as NATO moves closer to its borders – Medvedev Hmmm…
* Putin warns against foreign military intervention in Syria
* “Russia deploys advanced missiles to Armenia”
* Shellfire kills one, injures 3 near Russian Embassy in Damascus
* Syrian army foils infiltration attempt by militants on Lebanese border
* Terroristas sírios são presos na Turquia com gás Sarin
(Autoridades turcas detiveram dois membros da organização radical islâmica síria Frente al-Nusra, que portavam dois quilogramas de gás Sarin […] De acordo com o jornal Taref, os implicados queriam realizar um ataque terrorista como parte das ações violentas praticadas por grupos armados contra o governo sírio, nas quais a maioria das vítimas são civis.)
* Hezbollah Is Launching An Offensive That Will Profoundly Change The Syrian War
* Hezbollah has been lured into unknown territory in Syria as it wages costly battle for survival
* Rebels Say they Lost Battle for Qusayr but Vow to Fight ‘Lebanese Mercenaries’
* Syrian Air Raid Targets Arsal, Suleiman Urges Respect of Lebanon’s Sovereignty
* Iran rejects media claims of involvement in Turkey unrest Hmmm…
* Iran: The real cost of sanctions
(Tal como em todas as sanções – não funcionam – atingem o homem comum… a única coisa fizeram é que a cada ano que passa temos mais extremistas a srem eleitos porque dizem que irão combater os Estados Unidos e todos os outros.)
* Iraq warns Israel on using airspace in Iran strike
* Iran accuses Britain of operating spy ring to undermine elections
* Israel’s secret “Doomsday” Nuke base revealed by US
* Tomb reveals collective massacre of Palestinians by Israel

* Globalization Creates a New Worry: Enemy Convergence
* Pentagon Has No Idea What 108,000 Contractors Are Doing
* Afghans outraged after discovery of mutilated bodies near US military base
* Chinese warships entered US economic zone: Pacific Command
* Chinese surveillance ships spotted near Senkakus for 9th day in row
* Pakistan spy agency fomenting militancy in India: official
* Exercícios russo-noruegueses treinam rapidez e eficiência

* Worldwide protests ahead of Bradley Manning’s Monday trial
* At least 3 protesters killed in Turkey protests so far
* Autoridades falam em 220 feridos, médicos referem 2500
* Manifestantes turcos criam ‘minirrepública’ em Istambul
* Movimentos sindicais aderiram aos protestos na Turquia
* Turkey imported 628 tons of teargas and pepper spray in 12 years – report
* Autarquia recusa-se a fornecer água para canhões da polícia na Turquia
* Bangladesh police open fire at collapsed garment factory protest
* Guatemalan mine dispute militarizes region
* Indians invade Brazilian farm again, set fire to fields

Na Ignorância dos Comuns

Mais uns dias passaram e mais uma vez senti que informação extremamente importante acabou por passar quase despercebida por entre as malhas da racionalidade colectiva. Foi informação que se foca especialmente em Portugal, mas que infelizmente é em larga medida reveladora do racional das elites institucionalizadas presentes um pouco por todo o mundo ocidental, e não só.

 1bancos

o Governo quer que o Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social passe a investir 90 por cento da carteira da poupança dos portugueses em dívida pública nacional. Na prática, significa aumentar de 6 para 10 mil milhões de euros as aplicações da Segurança Social em dívida nacional.
Jornal de Notícias

Antes de mais, o significado de “investir”: “ECONOMIA – aplicar capitais com o intuito de obter um valor suplementar”
A pergunta que se segue é: que valor suplementar existe para a Segurança Social, e para as pensões, que o dinheiro seja “investido” em dívida pública nacional? Que valor? Algum?
Alguns com um racional menos matemático irão provavelmente afirmar que tal serve para garantir a sustentabilidade das contas públicas. Para esses digo apenas isto: peguem numa máquina de calcular e façam contas à dita sustentabilidade das contas públicas – são impagáveis qualquer que seja o caminho tomado que não o de não pagamento de uma parte significativa da mesma. E não, não é não pagar porque assim desejamos, mas porque é matematicamente impossível. É só fazer contas.

se o Estado português claudicar no falhanço das reformas estruturais e o Estado nunca controlar o défice (continuando a endividar-se), isso significa que os trabalhadores portugueses vão ser o primeiro dano colateral dessa política. Quem faz descontos estará literalmente a financiar a dívida pública, sem qualquer diversificação, prudente, dos ativos da Segurança Social
Jornal de Notícias

Ainda poderia existir uma esperança aninhada em bons resultados das políticas seguidas, mas nem isso serve de porto minimamente seguro para justificar a aceitação passiva desta medida, porque como todos estão a par, ou deviam, não tem sido alcançado quase nenhum dos resultados económicos propostos.
E se então é matematicamente impossível, porque razão as nossas elites institucionalizadas queimam o racional incontornável da impossibilidade e tentam tornar o impossível em possível?

É um plano maquiavélico de Gaspar e da troika. […] sempre que alguém reclamar perdão da dívida para Portugal isso significará, não só uma hecatombe nos bancos portugueses, carregados de dívida pública, mas também a perda das poupanças amealhadas pelos portugueses na Segurança Social. […] Portanto, não nos esqueçamos: sempre que quisermos um perdão de dívida de (30… 40… 50… por cento) será essa percentagem que desaparecerá da Segurança Social. Com uma diferença entre os credores internacionais e nós: eles beneficiaram de juros elevados, durante muitos anos; nós entramos com a casa a arder apenas para os ajudar a perder menos dinheiro.
Jornal de Notícias

Eis o trabalho que há muito anda a ser feito. Perante a impossibilidade matemática de pagamento, estes anos têm sido quase exclusivamente usados para espoliar o máximo possível tudo o que seja passível de transferência para os credores internacionais – Elites institucionalizadas, mesmo que isso venha a significar a destruição do sistema social que segura a democracia, ampara a sociedade moderna e que, para uma fatia cada vez mais significativa da população, significa a diferença entre vida e morte. Eles – elites institucionalizadas – estão bem a par do dano que tais medidas irão causar. Estes são sinais que nos comprovam que a sua causa não é a nossa, por muito que os sound bytes nos desejem fazer crer o contrário.
Esta medida é imensamente mais gravosa do que era a TSU, e no entanto o povo ficou sereno, está sereno e quase nem se manifestou mentalmente perante este racional que em nada defende o futuro e o interesse público. Mais um silêncio da ignorância auto-infligida e, em muito casos, desejada.
Mas tal como reza a História, o povo é sereno até ao dia em que deixa de ser. Tal como assistimos hoje na Turquia, depois de silêncios de ignorância acumulados ao longo dos anos, o povo deixou a serenidade de lado e reagiu de forma descontrolada perante algo quase supérfluo, quase incrível, uma gota de água. O copo transborda quase sempre quando menos se espera e, quando transborda dessa forma, explode invariavelmente de forma violenta…

Turquia proíbe consumo de álcool das 22h às 6h e restringe publicidade
Folha

Portanto, estamos em Portugal, na Europa e não só, perante uma elite institucionalizada que não segue a causa dos comuns, que continua a encher gota-a-gota o copo do descontentamento, que continua na esperança que a ignorância auto-infligida da maioria dos comuns lhes continue a dar margem para espoliar ainda mais e mais, até…

O potencial para a instabilidade social em países da União Europeia é maior do que em qualquer outro lugar no mundo e as lacunas já abissais entre ricos e pobres, um importante gatilho, tendem a aumentar globalmente
Reuters

Será o mesmo neoliberalismo [palavra que esconde o espoliar dos comuns em favor de uma elite institucionalizada] político que tanto encanta as elites, a causa da sua própria destruição. O problema mor é que essa destruição significará muito provavelmente uma destruição acentuada nos comuns, na sociedade e na democracia.

O paradoxo que mais me revolta é o dos países que enriquecem mas cujos habitantes empobrecem. […] Qual a utilidade da democracia, interrogam-se, se ela não consegue protegê-los deste insólito abandono? Se ela não aperfeiçoa rapidamente as condições materiais da sociedade? […] as revoltas voltarão – e o Portugal de hoje é um exemplo disso. É uma questão de oportunidade e de tempo. […] É isto que a globalização pretende? É isto que o actual governo de Portugal pretende?
Jornal I

De que serve a democracia quando deixa de funcionar em prol dos comuns e passa funcionar em benefício das elites institucionalizadas, democracia essa que foi delapidada principalmente por causa da desresponsabilização dos comuns perante uma das suas mais importantes obrigações em democracia: controlar os abusos? A resposta, como reza invariavelmente a História, será primeiro uma convulsão contra a democracia, seguido de um tempo de anarquia, acabando nas mãos de um líder que arrasta as massas.
Que líder frequentemente acaba por ser esse?

Não era apenas porque os seus símbolos se pareciam com suásticas. […] Mas sim porque eram tantos. Homens e mulheres enraivecidos gritando furiosamente “A Grécia é dos gregos” […] Como os soldados que lhes servem de modelo, os gregos que subscrevem o dogma ultra-nacionalista neo-fascista do Golden Dawn são os primeiros a dizer que estão em guerra.
Business Insider

Na ignorância auto-infligida da maioria dos comuns costumam nascer resultados que são contrários aos desejos da esmagadora maioria deles mesmos. A falta de um porto seguro, uma democracia viva e dinâmica – culpa do seu alheamento do controlo de abusos –  conduz frequentemente à capitulação da sociedade a ideais que lhes dizem oferecer espaço para um novo e mais seguro porto. A restante história desse novo e aparente porto seguro está escrita na História recente da Alemanha, de Itália, do Brasil, da Argentina, de Portugal, de Espanha, da Tunísia, do Uruguai, do Chile, do Panamá, do Zimbabué, da África do Sul, do Japão, da China, da Rússia, de Mianmar e de tantos e tantas outras largas dezenas de exemplos iguais de tiranias.

Irá desta vez ser diferente?
Iremos desta vez largar a ignorância auto-infligida e promover um espaço comum melhor?

Os sinais são tudo menos auspiciosos. Uma vasta maioria dos comuns continua a defender e acreditar nas elites institucionalizadas, as mesmas elites que mentem, manipulam, espoliam e destroem a democracia, a sociedade e a vida. E não, não é estar contra e culpar tudo o que  os político fazem e dizem que os comuns estarão a conseguir escapar da ignorância auto-infligida, bem pelo contrário! As pseudo-elites políticas são alvos de arremesso posicionados pelas verdadeiras elites que dominam o mundo para afastar a atenção dos comuns. As verdadeiras elites são transnacionais, são apátridas, não têm os valores dos comuns e traçaram o caminho da destruição, porque é na destruição que mais capitalizam as suas valias; na guerra, na fome, na destruição ambiental, no roubo da economia que devia ser para todos.

O capital global, na forma de corporações multinacionais assim como multimilionários, estão a ganhar enorme poder de negociação sobre os países. As empresas globais não estão interessadas em melhorar a qualidade de vida num determinado país nem na melhoria de competitividade de uma nação. O seu único objectivo é a maximização dos retornos para os seus investidores.
Business Insider

São estas as verdadeiras elites institucionalizadas.
Muitos perguntam: O que podemos fazer contra elas?

Qualquer tentativa de aumentar o poder das nações ou grupos de nações em relação às corporações e multimilionários globais irá certamente provocar uma reacção feroz. Os lóbies financiados pelas corporações, os seus advogados, os seus operacionais políticos, os impérios de média, as doações de campanhas políticas, os grupos de intelectuais e o engodo de lugares bem pagos no estado irão todos ser destacados em oposição a tais intenções.
Business Insider

E voilá, ei-los – as elites – realmente preocupados. E então não será antes por aqui e não ficar apenas a lançar tomates às cores e caras políticas que são trocadas pelas verdadeiras elites como quem muda de fralda, e direccionar o colectivo dos comuns exigindo às verdadeiras elites imutáveis a cedência de controlo para as nossas mãos, as mãos do povo?
Quando os comuns não conseguem ver o verdadeiro inimigo, a História já está escrita, será apenas e novamente revista.

O 1% mais rico controla actualmente 39% da riqueza no mundo, e é provável que o seu quinhão continue a crescer
CNBC

Como poderão a democracia e a sociedade moderna sobreviver num mundo em que uma mão cheia de indivíduos são mais ricos que nações, em que se podem dar ao desplante de comprar “todos” os políticos que desejam?
Já chega de andarem a fazer cócegas às elites culpando as caras dos políticos por tudo. Já chega!
O que está a acontecer não é algo novo, a História está repleta de momentos em que a sociedade viveu exactamente o mesmo tipo de situação que hoje vive, é apenas na ignorância auto-infligida dos comuns que tudo parece ser a primeira vez.
Para os mais esquecidos e mergulhados na sua ignorância talvez as palavras de Plutarco, que viveu de 46 – 120 d. C, possam ajudar uma qualquer coisinha:
“Uma desigual distribuição de riqueza entre os ricos e os pobres é a doença mais antiga e fatal de todas as repúblicas.”

E assim vamos caminhando para o fim deste texto, e também talvez estejamos todos a caminhar para um reinício civilizacional – frase que poderá agradar a muitos daqueles que já se consideram “acordados” para estas questões, dos quais muitos dos que conheço se esquecem, ou desejam não ter de se lembrar, que antes de um reinício existe sempre um fim, fim que só muito raramente termina de forma pacífica e sem avultados danos nas vidas comuns. Portanto, também para aqueles que lutam cegamente por um reinício, ficam as palavras de que lutar por um reinício sem acautelar os danos do fim e sem se tratar da forma de como reiniciar com o menor de danos é ignorância auto-infligida equiparável à ignorância auto-infligida dos comuns que ainda não “acordaram”. Destruição é sempre destruição…

O tempo acaba sempre por levar os grandes projectos e organizações humanas, incluindo as civilizações, ao seu fim. As civilizações são sistemas adaptativos complexos que funcionam em equilíbrio instável à beira do caos.
Público

E talvez, como no último texto que escrevi, a informação seguinte seja demasiada para aqui estar. Mas tal como no outro texto, há informação que dada a sua possível perversidade para com a sociedade e silêncio dos meios de informação para as massas será sempre vista e sentida como “demasiada”.

A reunião anual que junta realezas, primeiros ministro e chefes de multinacionais – famosa por ser envolta em secretismo – vai este ano ter lugar no Reino Unido […] O véu de secretismo que envolve estas reuniões, que bane a participação de jornalistas, tem alimentado muitas teorias da conspiração, incluindo que os participantes estão a conspirar para dominar o mundo.
Daily Mail

E pronto, assim fechei este texto com mais uma história de “doidinhos”, mas – apenas como um ínfimo exemplo – relembro aos “sãos” que ainda ontem a União Europeia era uma instituição só com virtudes e que quem se atrevesse a dizer o contrário era conotado como “doidinho”…

Notícias do Dia 03/06/2013

* Portugal entre os sete países onde mais aumentou a tensão social Tic,tac,tic,tac…
* “Algumas instituições de solidariedade poderão fechar portas”
* A reforma do Estado e as suas vítimas
(São estas as vítimas: os aposentados e os trabalhadores dos serviços públicos. Sendo estes o principal bem do Estado – para assegurar a sua acção – a vítima será também o próprio Estado e a AP, fragilizados e entregues à canibalização por interesses particulares. E, assim sendo, quase todos os cidadãos serão vítimas.)
* Passos supera Sócrates em nomeações em dois anos de mandato Bónus…
(Afinal o Governo que Passos Coelho dizia ter uma “dimensão historicamente pequena ” já vai em 4463 nomeações. Em média, ministros e secretários de Estado deste Governo já nomearam mais pessoas por gabinete do que Sócrates nos 2 primeiros anos de mandato.)
* Amigo de Portas ganha 50 milhões Bónus…
* “Swaps” tiveram motivações políticas na Refer Bónus…
* Orçamento retificativo pode ter previsões desatualizadas Brilhante…
* OCDE ‘rouba’ sete mil milhões a PIB de Gaspar
* Aumentaram as falhas de medicamentos nas farmácias Neocapitalismo…
* Hospitais deixaram de enviar medicamentos a doentes de sida
* Ambientalistas avançam com nova queixa na UNESCO contra barragem do Tua

* Europe’s Record Youth Unemployment: The Scariest Graph in the World Just Got Scarier
* Potencial de instabilidade social na Europa é maior do mundo, diz OIT
* Greece’s Neo Nazi Party Now Has Thousands Of Members Who Believe They Are At War Tic,tac,tic,tac…
* Firebombs detonate in Greece capital, injuring one woman
* Anti-austerity protesters march across Europe
* PIMCO braces for euro zone debt writedowns as revival disappoints
* More Greek debt relief possible says Eurogroup chief
* Banks and State Abandon ‘Oxygen Starved’ Italian Firms
* FMI: Plano de resgate do Chipre é ‘irrealista’
* Fitch rebaixa rating do Chipre de B para B-
* FMI corta projeção de crescimento da Alemanha pela metade
* Latvian Vote Reflects Ambiguity Over Euro
* Foram alteradas regras do controle fronteiriço na zona Schengen
* “Acordo europeu põe leis ambientais sob pressão”

* EU allows banks to open accounts for Syrian rebels Hipocrisia…

* Desigualdades aumentaram na grande maioria dos países avançados
([…] um aumento dos salários dos altos dirigentes e lucros de grandes empresas. […] “Em determinados países europeus em particular, a situação começa a pôr à prova o tecido económico e social” […])
* Richest 1% control 39% of world’s wealth and growing
* Cozy Corporate Directors Raise Their Pay to $1,000 an Hour
* The High Cost of Unemployment
(O desemprego é produto do capitalismo: As pessoas que deixam de ser necessários passam a ser redundantes. Nas áreas rurais tradicionais, não existia desemprego. A austeridade expõe a falta de ligações interpessoais na economia moderna e os custos morais que tal implica.)
* U.S. losing economic war and Asia loves it
* Global shock as manufacturing contracts in US and China
* Déficit comercial é o maior da história: US$ 5,4 bi até maio Brasil
* UK trapped in ‘vicious spiral’ of falling wages and depressed investment
* China’s Worker Shortage Is a Global Problem
* One Walmart’s Low Wages Could Cost Taxpayers $900,000 Per Year, House Dems Find
* Wealth of most Americans down 55% since recession
* Number of Britons relying on food handouts triples in year
* Detroit Citizens Protect Themselves After Police Force Decimated
* Pakistan May Be Next in Line for an IMF Bailout
* Child victims of Pakistan’s ‘begging mafia’
* Oil Sands Disrupt Ancient Way of Life
* Burma’s Rohingya people: a story of segregation and desperation
* Economia de Jerusalém oriental em bancarrota
* GLA uncovering ‘modern slavery’

* China’s shadow banks
* Sallie Mae Shocks Bondholders in Asset Strip
* Bank lobbyists opposing Dodd-Frank
* Tax Probe in France Targets UBS Unit Mais uma…
* Regulators seize small bank in Wisconsin; brings this year’s US bank failures to 14
* Líbia quer dinheiro de Kadhafi escondido na África do Sul
* Lordes apanhados a vender serviços de influência Neocapitalismo…
* Compulsory mental healthcare could go private
* Rate Shock: In California, Obamacare To Increase Individual Health Insurance Premiums By 64-146%
* Former UN official: US economy driven by ‘arms trade’
* US not to sign UN weapons treaty Reis da hipocrisia…
* Bill Clinton’s Half-Million Dollar Speech Is Drawing Outrage in Israel
* Jairo Mora Sandoval Dead: Noted Costa Rican Environmentalist Killed

* Global economy balanced on a pinhead: Andy Xie
* You thought central bank money printing was at an end? Don’t bet on it
(Os bancos central parece presos numa esteira de impressão de dinheiro, onde até uma mera dica de saída ameaça outra crise financeira. Isso, por seu lado, requer uma nova dose de mais impressão de dinheiro para afastar as consequências de uma queda na economia. Não existe fuga.)
* Lack of genuine reform is sowing seeds of next crisis
(O PIB nos Estados Unidos cresceu 140 mil milhões de dólares durante os primeiros três meses de 2013. Durante o mesmo período, o Tesouro norte-americano emitiu 340 mil milhões de dólares de nova dívida. Se tal não tivesse acontecido, o PIB dos Estados Unidos teria encolhido 200 mil milhões de dólares no primeiro trimestre.)
* Is Japan the canary in the coal mine?
* Major Japan banks’ JGB holdings plunge in April – BOJ
* South African rand leads emerging market rout Tic,tac,tic,tac…
* Brazil Real Touches Weakest in Four Years, Spurring Intervention

* Woolwich murder, the MI6 connection: Younger brother of Michael Adebolajo ‘was paid thousands to spy in Middle East’ Coincidências?
* IRS employee in bombshell congressional interviews about tea party targeting: ‘Washington, DC wanted some cases … I sent seven’
* Secret Court Document Finds Spy Techniques Unconstitutional, Justice Department Fights To Keep It Hidden
* Obama’s new FBI chief approved Bush’s NSA warrantless wiretapping scheme
* Bradley Manning, WikiLeaks and the secret trial at Fort Meade: proceedings begin for the soldier charged with leaking national secrets
* Manning case proves US decided to hit whistleblowing and journalism with sledge hammer – expert
* Opinião: Hipocrisia está ao cerne do julgamento de Bradley Manning
([…] expuseram publicamente a discrepância entre os valores ocidentais declarados e as políticas externas reais. Depois de o Ocidente ter passado anos dando sermões sobre democracia ao mundo árabe, sua colusão para a repressão da liberdade mostrou-se inegável quando manifestantes foram recepcionados com armas e gás lacrimogêneo fabricados no Ocidente e empregados por forças armadas treinadas por ocidentais. […] Se as informações vazadas colocaram a nu a alegação hipócrita de que os EUA estavam exportando democracia, a natureza da detenção de Manning e de seu julgamento criminal ilustram a falácia da afirmação dos EUA de que protege a liberdade e segurança no próprio país. […] Assim, os homens que mataram inocentes, com isso alimentando sentimentos legítimos de revolta em todo o mundo e fortalecendo as chamas da resistência, estão livres para matar novamente outro dia, e o homem que os expôs está atrás das grades, acusado de “ajudar o inimigo”. Neste mundo, o assassinato não é o crime –o crime é desmascará-lo e distribuir provas dele. Insistir que a iniciativa de Manning pôs seus colegas militares em risco é um pouco como um marido que trai a mulher afirmar que não é sua infidelidade que está colocando em risco a relação conjugal deles, mas o fato de sua mulher ter lido sua agenda. […] Mas o importante aqui não é apenas Manning. É um governo obcecado pelo sigilo e que já processou mais delatores que todas as administrações americanas anteriores somadas. E são guerras em que a resistência a crimes e abusos e a exposição destes vêm sendo criminalizadas, enquanto os criminosos e autores de abusos ficam em liberdade. Se Bradley Manning é inimigo do Estado, então a verdade também o é.)
* ‘Outrageous’: Critics angered by new law making it illegal to wear a mask at unlawful protests
* Schools scanned students’ irises without permission
* Motorola Working on Digital Tattoos, Password Pill
* Qatar joins other Gulf States in clamping down on online media
* Internet monitoring system to stalk social media users who question safety of vaccines
(Este novo exercício de espionagem do Big Brother das multinacionais está a ser apresentado como a solução para controlar a rápida divulgação dos chamados “rumores” e “mentiras” sobre as vacinas através da Internet, o que basicamente constitui qualquer conversa na rede que questione a segurança e efectividade das vacinas. […] A verdadeira motivação por detrás do desenvolvimento desta ferramenta de espionagem é, obviamente, aumentar a aceitação das vacinas através da intimidação das pessoas e do silêncio. […] intimidação furtiva e tácticas de manipulação que esperam lhes venha a dar uma nova plataforma para espalhar de forma mais efectiva a sua propaganda e controlar de forma mais rápida os esforços que ponham em causa o status quo das vacinas. […] Para o caso de estar com dúvidas em relação a este tema, quase todos núcleos de explosões de doenças que aconteceram nos últimos anos em que as autoridades afirmaram terem acontecido por causa de indivíduos não vacinados na realidade foram causados por vacinados. Por outras palavras, os dados mostram que os indivíduos vacinados são na realidade mais susceptíveis a contrair doenças como a papeira, o sarampo e a poliomielite do que as crianças que não foram vacinadas, o que desmistifica totalmente o mito que as vacinas “salvam vidas”, e que não ser vacinado é um risco para a saúde.)
* 6-Year-Old Given Detention, Forced to Apologize After Bringing This Seriously Tiny Plastic Gun on School Bus
* Man in Waco, Texas, gets 50 years in prison for stealing a $35 rack of ribs
* Egypt Activist Given 6 Months for Insulting Morsi
* Manifestação em Istambul denuncia “submissão” aos ‘media’ turcos

* Global warming caused by chlorofluorocarbons, not carbon dioxide, new study says
(Os clorofluorocarbonetos (HCFC) são os culpados pelo aquecimento global desde a década de 1970 e não o dióxido de carbono, de acordo com um novo estudo da Universidade de Waterloo publicado esta semana no Journal of Modern Physics B. […] O que realmente surpreendente é que desde 2002 as temperaturas globais baixaram – equiparando-se ao declínio de HCFCs na atmosfera” […] A tendência de arrefecimento vai continuar nos próximos 50 a 70 anos com o declínio continuado de HCFCs na atmosfera.” […] “O clima na estratosfera no Antártico tem sido completamente controlado pelos HCFCs e pelos raios cósmicos, sem qualquer impacto do CO2. As mudanças na temperatura global depois da remoção do efeito solar mostrou quase uma correlação zero com o CO2 mas uma relação linear quase perfeita com os HCFCs” […] Os dados registados de 1850 até 1970, antes de qualquer emissão significativa de HCFCs, mostram que os níveis de CO2 aumentaram significativamente em resultado da revolução industrial, mas que a temperatura global, excluindo o efeito do sol, manteve-se quase constante.)
* Lawrence Solomon: Arctic sea ice continues to expand, silently
(Não só os actuais níveis de gelo excedem os dos anos recentes, apontam os dados do International Arctic Research Center e o Japan Aerospace Exploration Center, mas o Ártico está actualmente com mais gelo do que tem estado nas últimas duas décadas.)
* Snow in June: Russia’s Siberian town in absolute anomaly (PHOTOS, VIDEO)
* Spring will be coldest in 50 years, Met Office says
* Elevated Carbon Dioxide Making Arid Regions Greener
([…] um estudo das regiões áridas no globo descobriu que o “efeito de fertilização” do dióxido de carbono tem, de 1982 a 2010, na realidade, causado um recrudescimento gradual das áreas de crescimento das plantas. […] “As árvores estão voltar a invadir áreas de relva, e isso é muito possível que esteja relacionado com o efeito do CO2″[…])
* Ecological disaster looms for rain forests of Sumatra
* Escaped Wheat Shows Difficulty of Keeping Tests on Farm Deuses do aDeus…
* A side dish of maggots with supermarket meat! Livestock to be fed larvae reared on cow and pig excrement in EU trial to meet rising demands for meat
* Report: Slaves may be catching the fish you eat
* Mid-Ocean Plastics Cleanup Schemes: Too Little Too Late?
([…] as partículas de plástico já são mais em número que o fitoplâncton, pequenas criaturas que estão na base da cadeia alimentar, num factor de 36 para 1 […] os detritos de plástico não só ameaçam as criaturas marinhas através da obstrucção dos seus tractos digestivos, mas também introduz químicos perigosos na cadeia alimentar. Excepto a pequena quantidade de plásticos que foi incenerado, todo o plástico já produzido ainda está algures no planeta.)
* Niger Delta pollution: Fishermen at risk amidst the oil
* A Lone Voice Raises Alarms on Lucrative Diabetes Drugs
* Drug companies reluctant to voluntarily disclose payments to researchers: survey
* Could artificial sweetener CAUSE diabetes? Splenda ‘modifies way the body handles sugar’, increasing insulin production by 20%
* Are we ignoring the dangers of mobile phones?
* Asteroide gigante aproximou-se quase 6 mil milhões de quilómetros da Terra
* Pacaya volcano erupts in Guatemala
* Smoldering Landfill Could Threaten Nuclear Waste

* Quake frequency remains high in Tokyo area after 2011 mega quake Tic,tac,tic,tac…
* No rise in cancer seen from Fukushima nuclear disaster: U.N. A sério pinóquios?!?!
* Frightened to return: A Fukushima father’s story
(As taxas de problemas na tíroide perto da central são elevados)
* Fukushima fishermen forced to test fish for radiation
* Monju N-Reactor Hit by System Glitch
* Governo japonês reconhece que fundos para Fukushima foram para outras zonas

* Oil executives tune out the call of the wild Arctic
* Oil sands mines face growing challenges as supply costs rise
* Toxic gas in Bakken pipeline points to sour well problem: Kemp
* Russia’s energy: still no shale revolution
([…] não é ainda uma opção viável.)
* China Is Reaping Biggest Benefits of Iraq Oil Boom
* Power shortage cripples south India’s industrial belts
* Someday, Electric Cars Will Be Great
* Investment in green energy falls to seven-year low
* Fracking Tests Ties Between California ‘Oil and Ag’ Interests

* Al-Qaeda militants form US neocons’ private army in Syria: Gordon Duff
([…] existem fotografias de “aviões alugados pelo Departamento de Defesa” em que a CIA transporta membros da al-Qaeda para a Síria para assumir controlo de vilas sírias.)
* Russian Journalists: Armed Groups Using Chemical Weapons in Syria’s Aleppo
* Syrian army seizes sarin cylinders from militants in Hama
* Israeli Warplanes Release Heat Balloons Off Naqoura Líbano
* Hezbollah said to control most of Qusayr in major setback for Syria rebels
* Hezbollah kills 20 Syria militants in Lebanon’s Baalbek
* 20 rockets fired by Syria militants hit east Lebanon
* Confrontos entre sunitas e alauitas deixam quatro mortos no Líbano
* Report: US to send Patriot battery, jets to Jordan
* Russia to send nuclear submarines to southern seas
* Russia Is Upping The Ante By Sending Its Only Aircraft Carrier To The Mediterranean
* Teerão anuncia detenção de alegada rede de espionagem
([…] alegadamente treinada pela Mossad israelita para realizar atos de sabotagem nas próximas eleições presidenciais.)

* UN lashes out at Britain’s human rights record Reis da hipocrisia…
* Nuclear states developing new weapons in defiance of treaty, report claims
* China, Índia e Paquistão aumentaram arsenais nucleares
* South China Sea tension mounts near Filipino shipwreck
* India develops guided bombs for its Air Force
* Drone strikes in Yemen leave 7 dead

* Polícia “está a gasear toda a cidade” de Istambul
* 1,700 detained in Turkey’s unrest
* Jordan arrests 13 after riots in south over double murder
* Mass anti-nuclear protests held in Tokyo
* Cerca de 30 manifestantes detidos no Vietname por protesto contra China
* Manifestantes são cercados por policiais em frente ao Maracanã

‘Looks Like War’: Barricades & tear gas fill Turkish streets as clashes continue

Notícias do Dia 31/05/2013

* Extraordinários golpes
([…] o Governo quer que o Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social passe a investir 90 por cento da carteira da poupança dos portugueses em dívida pública nacional. Na prática, significa aumentar de 6 para 10 mil milhões de euros as aplicações da Segurança Social em dívida nacional. […] se o Estado português claudicar no falhanço das reformas estruturais e o Estado nunca controlar o défice (continuando a endividar-se), isso significa que os trabalhadores portugueses vão ser o primeiro dano colateral dessa política. Quem faz descontos estará literalmente a financiar a dívida pública, sem qualquer diversificação, prudente, dos ativos da Segurança Social […] É um plano maquiavélico de Gaspar e da troika. […] Do ponto de vista político o Governo está a deixar-nos uma herança irreversível: todos os portugueses terão de olhar para o ministro das Finanças (qualquer que ele seja) como o gestor da possibilidade de terem ou não pensões de reforma no futuro. […] sempre que alguém reclamar perdão da dívida para Portugal isso significará, não só uma hecatombe nos bancos portugueses, carregados de dívida pública, mas também a perda das poupanças amealhadas pelos portugueses na Segurança Social. […] Portanto, não nos esqueçamos: sempre que quisermos um perdão de dívida de (30… 40… 50… por cento) será essa percentagem que desaparecerá da Segurança Social. Com uma diferença entre os credores internacionais e nós: eles beneficiaram de juros elevados, durante muitos anos; nós entramos com a casa a arder apenas para os ajudar a perder menos dinheiro.)
* Portugal está muito doente e a Europa também
(Temos estradas mas não temos dinheiro para andar nelas, fizemos formação fantasma, temos mar e abatemos a frota de pesca. […] o que se passa no rectângulo lusitano é aparentemente irrecuperável mesmo em dezenas de anos.)
* Pacheco Pereira diz que o Governo faz dos portugueses ratos de laboratório
* Défice orçamental terá ficado nos 8% no primeiro trimestre
* Défice verdadeiro é 28% maior que o considerado pela troika
* Nem as regras nas faturas impediram que IVA afundasse 588 milhões Brilhante…
* Taxa de desemprego em Portugal atingiu novo pico de 17,8% em Abril
* Desemprego já atinge 42% dos jovens portugueses
* Desemprego obriga Governo a reforçar subsídio com 270 milhões
* Desempregados vão pagar taxa apesar do chumbo do Constitucional
* Grandes empresas e “amigos” do Governo serão os beneficiários das novas medidas fiscais Bónus…
* “Houve corrupção no caso dos submarinos” Bónus…
( O caldo em que vivemos é propício a novas ditaduras. A culpa é dos políticos que aviltam a democracia e desperdiçam a liberdade.)
* Swaps obrigam Governo a emprestar mais dinheiro às empresas públicas Bónus…
* Sindicalistas da Carris ocupam Santander por causa dos «swaps»
* Governo retira mais de 320 milhões a acções de formação profissional
* Hipers só vão pagar nova taxa pela área dos produtos alimentares Bónus…
* Velhice, dignidade e igualdade
(Só uma inconsciência suicida permitiu que o Estado tenha sido conduzido até aqui. Conduzido por gente que ou era impreparada ou foi criminosa, por condenar milhões de portugueses à indignidade que agora, com os cortes impostos, se aproxima a passos largos. Mas é preciso não esquecer que por trás das figuras de proa que conduziram a coisa pública houve milhares de co-autores e cúmplices dos desmandos. A maioria dos responsáveis, porém, porque a igualdade por cá é o que é, não sofrerá a sorte dos seus concidadãos. É que as subvenções mensais vitalícias, as reformas por inteiro ao fim de oito ou nove anos e as reformas douradas da parapolítica, são afinal os únicos direitos adquiridos que não podem ser extintos. Os outros, que se amanhem!)

* A portrait of European policy failure
* Desemprego na zona do euro atinge novo recorde aos 12,2%
* EU: record unemployment, dramatic 62,5% for Greek youths
* Spain’s ‘Lost Generation’: Youth Unemployment Hits 57 Percent
* Q1 youth unemployment 41.9%, highest since 1977 Itália
* Jobless rate climbs to 15.6 per cent Chipre
* Desemprego atinge máximos de 36 anos em Itália
* Desempregados já são 3,2 milhões na França, novo recorde
* Economia da Espanha recua 2% no 1º trimestre
* Italian bankruptcies hit record high
* Frankfurt ‘Blockupy’ protesters surround ECB
* Spain: general strike in Basque Country
* Is Brussels trying to force the UK out of the EU?

* ‘Robin Hood’ transaction tax set to be diluted by EU amid mounting opposition Vitória!!!
(Está sob consideração uma taxa muito inferior sobre as transacções financeiras que irá angariar aproximadamente apenas um décimo dos 30 mil milhões de euros ano inicialmente estimados. O imposto também poderá ser introduzido de forma gradual, sendo aplicado só para o ano em transacções na bolsa e nos títulos soberanos daqui a dois anos. A taxa a ser cobrada poderá cair de 0,1% para 0,01%. […] A França e Alemanha também contestaram o imposto , mesmo estando entre os 11 países que estão a pressionar a sua aplicação.)
* Europa prepara-se para recuar na Taxa Tobin Oh Yeah!!!
* Europe’s Banks Turn to U.S. Subprime for Salvation Lembram-se de 2008?
(Os produtos imobiliários que foram exportados para todo o mundo e que desencadearam a pior crise financeira desde a Grande Depressão estão agora a ajudar os governos e os bancos europeus a reparar os seus balanços depois do seu valor ter disparado.)
* Risk of Bank Failures Is Rising in Europe, E.C.B. Warns
* Governador Banco de Itália alerta para possíveis “dificuldades” nalguns bancos
* Eurozone gives Greece 7.2 billion euros for banks
* Cypriot lender Hellenic Bank posts 31.7-mln-euro loss in Q1
* European banks accused of fuelling land grabs in Uganda Sempre os mesmos…
(HSBC, BNP Paribas, Deutsche Bank e o Rabobank)
* Spain’s Bankia Decimates Savers As Stock Plummets; Police Officer Stabs Banker Who Sold Him Shares

* Confronto, declínio ou colapso civilizacional
(O tempo acaba sempre por levar os grandes projectos e organizações humanas, incluindo as civilizações, ao seu fim. As civilizações são sistemas adaptativos complexos que funcionam em equilíbrio instável à beira do caos. […] Será possível continuar a aplicar este modelo de civilização ocidental a todos os países do mundo até se atingirem os níveis de consumo e bem-estar médios dos actuais países da OCDE? Haverá recursos naturais suficientes para atingir este objectivo num contexto de uma população global que continua a crescer vigorosamente? Creio que não. […] Simultaneamente, há no Ocidente sinais claros de declínio civilizacional. A crise financeira e económica de 2008-2009 nasceu no cerne do Ocidente, nos EUA, e deve-se, essencialmente, à desregulamentação dos mercados financeiros, alimentada por uma ganância ferina e implacável e à crescente escassez e consequente aumento de preços de alguns recursos naturais provocada pela gigantesca procura nos países com economias emergentes, em especial a China.)
* Democracia ou capitalismo?
(A democracia perdeu a batalha mas só não perderá a guerra se as maiorias perderem o medo, se revoltarem dentro e fora das instituições e forçarem o capital a voltar a ter medo, como sucedeu há 60 anos […] O capitalismo só se sente seguro se governado por quem tem capital ou se identifica com as suas “necessidades”, enquanto a democracia é o governo das maiorias que nem têm capital nem razões para se identificar com as “necessidades” do capitalismo, bem pelo contrário. O conflito é distributivo: a pulsão para a acumulação e concentração da riqueza por parte dos capitalistas e a reivindicação da redistribuição da riqueza por parte dos trabalhadores e suas famílias. A burguesia teve sempre pavor de que as maiorias pobres tomassem o poder […])
* How to make corporations stop ripping you off
(Criámos-as e cedemos-lhes grandes protecções – e não obtemos nada em retorno. Está na altura de mudar isso.)
* Japan’s problems could make the eurozone’s look like a garden party
* David Stockman: We’re Blind to the Debt Bubble
* Student debt crisis: ‘it’s like carrying a backpack filled with bricks’
* Senior citizens struggle with mounting debt
* Malnutrition hits school performance, warns Save the Children
* ‘Dickensian Britain’: Half a million rely on food banks, charities reveal
* Tirando comida da boca de crianças
* The miserable plight of China’s millennials
* Brasileiro diminui apetite pelo consumo e economia patina
* Brazil faces 1970s stagflation as resource boom wilts
* Gastos dos consumidores dos EUA caem inesperadamente
* Indian economy grows at slowest pace in decade
* Unprotected: How Legalizing Prostitution Has Failed

* IMF and World Bank are losing clout in developing countries
(As nações em desenvolvimento estão a organizar-se dentro do FMI e do Banco Mundial para combater as políticas neoliberais)
* Goldman Sachs director quits ‘morally bankrupt’ Wall Street bank
(“Fico doente como as pessoas no banco se referem caluniosamente ao roubar os clientes. Nos últimos 12 meses vi cinco directores gerais a referirem-se aos seus clientes como “marionetas” […])
* Why the Shareholder Rescue Never Comes
* Homeowners Got ‘Screwed’ Once Before, Now It’s Happening Again: Barofsky
* J.P. Morgan spending on lobbying dwarfs rivals
* Congressional research: cost of tax breaks $12 trln, benefits mostly rich
* Obamacare Will Bring Drug Industry $35 Billion In Profits
* Courts may be privatised to save Ministry of Justice £1bn Reino Unido
(Os tribunais poderão ser privatizados  […] encorajando os hedge funds a investir num mercado com taxas de retorno atractivas […])
* HSBC recruits former MI5 chief
* Offshore wealth reaches $8.5tn despite pressure on tax havens
* Royalty and statesmen to descend on Watford hotel for secret Bilderberg summit amid fears of violent anti-Capitalist protests
(A reunião anual de realezas, primeiro ministros e chefes empresariais – famosa por ser envolta em secretismo – vai realizar-se no Reino unido […] O véu de secretismo que envolve o encontro, proíbe a presença de jornalistas, tem alimentado várias teorias da conspiração, incluindo a de que os participantes estão a conjurar o domínio do mundo. Como resultado, há o temor de que protestos anti-capitalismo venham a gerar “violência e distúrbios” […])
* Contribuintes poderão pagar reunião do grupo Bilderberg
* EU court lifts sanctions against Ben Ali family Meu querido ditador…
* Menem pode receber oito anos de prisão por contrabando de armas
* Two US ‘diplomats’ shot at Venezuelan strip club may have fired at each other

* Dollar could be in danger as the world’s currency
* On the Road to a Japanese Debt Crisis
* BOJ to Make More-Frequent Bond Purchases
* Fischer’s May Rate Cuts Signal Bank Joins Currency War
* BC sobe taxa de juros para 8% mesmo com PIB fraco

* Abdul-Baki Todashev, Father Of Ibragim Todashev, Claims His Son Was Executed By FBI
* FBI acusado de executar amigo dos irmãos Tsarnaev Shhh…
* Friend of Boston bombing suspect unarmed when killed by FBI
* CIA whistleblower imprisoned despite prosecutor’s promise Shhh…
* US Muslim sues FBI over ‘months of torture on unspecified charges’
* AP CEO: ‘Thousands And Thousands’ of Phone Records Seized
* Former IRS chief visited White House 157 times
* Man jailed for threatening Obama on Twitter
* Woolwich aftermath: Home Secretary Theresa May threatens ban for online radical Islamists – even those who don’t advocate violence
* State snoops checking out new parents PIDE
* The Monsanto Blackwater Connection
(A Monsanto contratou a empresa Blackwater, não, não é uma empresa de Relações Públicas, para recolher informações sobre activistas que se oponham ao produtor global de alimentos, e também para se infiltrarem nas suas organizações. Lembram-se do exército privado Blackwater, que gerou agitação no Iraque, durante um ataque não provocado em 2007? Aparentemente, a Monsanto e a controversa empresa de segurança deitam-se na mesma cama, descrito pelo blogger Randy Ananda como “uma empresa de tecnologia de morte que casa com um esquadrão da morte”. […] Concluindo, ao contratar um exército de mercenários e antigos agentes de campo da CIA, a Monsanto está empenhada até à morte em proteger os seus mortíferos produtos. Isto aumenta ainda mais o descrédito sobre esta empresa. O quadro fica cada vez mais negro sobre a empresa que nos entregou o Agente Laranja, os PCBs, o rBSTT, o DDT, o aspartame e agora esquadrões da morte.)
* France’s Eutelsat jams Iran Press TV channel Shhh…

* Why did the 400ppm carbon milestone cause barely a ripple?
* Unapproved Monsanto crop found growing in Oregon
* US genetically modified wheat stokes fears, Japan cancels tender
* Hungary torches 500 hectares of GM corn to eradicate GMOs from food supply
* How Can You Tell You’re Eating Real Chicken? And Is It Safe to Eat?
* Depois dos insetos, Nações Unidas recomendam comer alforrecas
* In China, ‘cancer villages’ a reality of life
* Ethiopia diverts Nile for huge $4.7 bln hydro dam
* Japan to reject int’l regulation on trade in sharks
* 68 animal species endangered in Bolivia
* Asteróide de grandes dimensões passa hoje, com a sua própria lua, pela Terra
* O que trará o novo asteroide?
* Vulcão mexicano Popocatepetl entrou em erupção
* EPA: Radioactive waste at Bridgeton landfill poses no public danger Obviamente…

* Soil around Fukushima to be frozen to stop groundwater leaking in
* Trace Amount of Radioactive Cesium Found in Japan Trench
* Radioactive particles from J-PARC accident spread 1 km westward
* Abe to intensify efforts to restart nuclear power plants

* Even in an Oil Boom, Production Growth Is Slow
* Energy-hungry China scours the globe to secure future supplies
* $100 billion in LNG investment at risk in Australia
* South Koreans Told to Save Energy This Summer
* Desertec abandons Sahara solar power export dream
(A Iniciativa Industrial Desertec (IIC) abandonou a sua estratégia de exportação de energia solar gerada no deserto do Sahara para a Europa, […] “[Desertec] não é viável na sua forma original porque é demasiado dispendioso e uma utopia.”)
* Solar Industry Anxious Over Defective Panels
(Os painéis solares que cobrem o telhado de um enorme armazém na solarenga região de Inland Empire a este de Los Angeles, só duraram 2 anos dos esperados 25 anos de esperança de utilização. […] Não foi um incidente isolado. Por todo o mundo, laboratórios, produtores, financiadores e seguradoras estão a reportar problemas semelhantes[…])
* Tesla’s Carbon Footprint Is No Better Than A Honda Civic’s Mitos verdes…
* Israeli electric car company Better Place shutting down, ending project to cut oil dependency
* Renewable energy: Why burn US trees in UK power stations? Insanidades verdes…
* Death in Parched Farm Field Reveals Growing India Water Tragedy

* Banksters attack Syria to enslave America
(Israel bombardeia a Síria e ameaça o Irão. A Rússia movimenta os seus vasos de guerra para o Mediterrâneo e abastece a Síria com armas anti-aéreas avançadas. O Hezbollah defende a Síria contra a al-Qaeda. Senadores pró-Israel como John McCain juntam forças com a al-Qaeda. O que é que realmente se está a passar? Quem está a combater quem e porquê? Irá a Síria tornar-se o ponto em que se iniciará a III Guerra Mundial? […] A verdadeira guerra não é entre nações, civilizações, ou religiões. A verdadeira guerra é a guerra dos banqueiros pela conquista do mundo. […] Os banqueiros usam os serviços militares e os serviços secretos das nações que controlam para atacar e subverter as nações que não controlam. Também usam os seus exércitos privados e serviços secretos para subverter todas as nações. Por isso a guerra contra a Síria não é uma guerra americana contra a Síria, não é uma guerra de Israel contra a Síria, não é uma guerra do Catar contra a Síria, não é uma guerra da Turquia contra a Síria, é uma guerra dos banqueiros contra a Síria. As maiores famílias banqueiras internacionais têm um elevado controlo sobre os Estados Unidos, Israel, Catar, Turquia e a Arábia Saudita. Só têm uma influência moderada na Síria, Rússia e na China. E ainda menos influência têm no Irão. Por isso estão a mobilizar os seus bens na esperança de conseguirem alcançar mudanças de regime na Síria. Irão, Rússia e China são os próximos na lista. Os banqueiros estão a tentar criar o primeiro império verdadeiramente global. […] O povo sírio e o povo americano estão a lutar contra o mesmo inimigo, mesmo que poucos consigam entender isso. Está na altura das pessoas de boa vontade de todas as nações se unirem contra a tirania dos oligarcas globais. Se o mundo não se erguer em revolta, iremos dar por nós a trabalhar como escravos nas plantações dos banqueiros globais.)
* Who is the bigger sponsor and perpetrator of terrorism; Iran, or the US?
([…] o Irão e o Hezbollah são acusados de continuarem a “providenciar amplo apoio ao regime de Assad” […] Isso mesmo depois do reconhecimento que a principal força de oposição na Síria é a filial da Al Qaeda Al-Nusra que procura “estabelecer um califato islâmico que englobe todo o levante”. Digam-me quem são os vossos amigos e eu dir-vos-ei quem vocês são! Mesmo que se nós, que lemos o relatório, nos “esquecermos” de mencionar o número de mortos resultantes das guerras conduzidas pelos americanos pelo norte África e no “Grande Médio Oriente”, excederem largamente o número de mortos resultantes de ataques realizados por grupos terroristas, mesmo assim não conseguimos desviar a atenção do coro de vozes que exige que os Estados Unidos forneçam armas à oposição síria (aka Al Qaeda), é prova inquestionável de que os Estados Unidos se tornaram no principal patrocinador do terrorismo global.)
* Estranho Amor: Na Síria, Obama e a Al-Qaeda já dormem na mesma cama
([…] o mais forte aliado militar de Obama em solo sírio – a força combatente mais efetiva contra o governo sírio – seja a Frente Jabhat al-Nusra, grupo que já se declarou afiliado da al-Qaeda e que luta para converter a Síria em estado extremista islâmico, sob uma versão fundamentalista da lei da Xaria. É difícil saber exatamente como al-Nursa recebeu suas armas, mas não é difícil supor, com boas chances de acertar. Por exemplo, o New York Times explicou em detalhe como a CIA está pondo em prática uma massiva operação de tráfico de armas que já canalizou milhares de toneladas de armas da Arábia Saudita e Qatar, para a Síria: […] “Tema recorrente é a falta de armamento e de outros recursos, no Exército Sírio Livre, comparada à fartura que se vê na [jihadista] Jabhat al-Nusra (…) ‘Se você se junta à Frente al-Nusra, sempre há uma arma à sua disposição, mas as brigadas do Exército Sírio Livre não conseguem nem balas para seus combatentes’ (…) 3 mil homens do Exército Sírio Livre já se juntaram à Frente al-Nusra nos últimos poucos meses, sobretudo por causa da falta de armas e munição (…). Os combatentes da Frente al-Nusra raramente recuam por falta de munição (…).” […] Vê-se agora claramente que a política externa de Obama para a Síria está incentivando ativamente o terrorismo. Várias das áreas ainda controladas pelos ‘rebeldes’ na Síria são hoje paraísos seguros para terroristas, e tem havido centenas de atentados terroristas contra o governo sírio, muitos dos quais contra áreas civis. […] Ao minimizar a barbárie, o governo Obama afirma e comprova que continuará, posto que os extremistas estão sendo fortalecidos pelo apoio dos norte-americanos e protegidos pela imprensa-empresa nos EUA, contra quaisquer pressões, inclusive políticas, internacionais. […] “Enviar armas para a oposição síria não nivelará o teatro de guerra. Em vez disso, criará hordas de extremistas armados até os dentes, cujas vítimas são os civis sírios. Nossa experiência de outras zonas de conflito ensina que essa crise só se aprofundará e se estenderá no tempo, se mais e mais armas chegarem ao país.” […] Obama já levou a píncaros da mais completa irracionalidade a ideia segundo a qual “o inimigo do meu inimigo é meu amigo”. Ao fazê-lo ajuda a produzir uma nova geração de extremistas islamistas que alimentarão para sempre a “guerra ao terror” inventada pelos EUA. A real intenção da Guerra ao Terror não é conter terroristas, mas destruir os estados-nação que se opõem à política externa dos EUA: Iraque e Líbia – como a Síria – eram países sob governos seculares, quando foram invadidos; o Afeganistão foi invadido, apesar de a vasta maioria dos envolvidos nos ataques de 11/9 serem da Arábia Saudita.)
* Que país desejam os rebeldes sírios criar?
(Os lutadores pela democracia que realmente acreditam na opção ideal – um Estado laico, um Estado para todos, constituem a minoria” […] É, realmente, muito difícil imaginar que os assassinos, bandidos e ladrões de ontem, quando chegarem ao poder, se tornarão de repente autênticos defensores de valores democráticos e dos direitos humanos.)
* Síria: Paulo Portas tem razão
* Oposição síria boicota cimeira da paz
* Let’s Be Clear: Establishing a ‘No-Fly Zone’ Is an Act of War
* Moscow disappointed political games prevented investigation into chemical weapons use in Syria
* Al-Nusra has used sarin gas in Syria before: Redwan Rizk
* ONU preocupada com intercepção de gás sarin na fronteira turco-síria
* Hawkish US Senator McCain met with infamous kidnapper in Syria Upppsss…
* Norte-americana que combatia com os rebeldes morta na Síria
* Report: Yemen Houthis fighting for Assad in Syria
* Assad anuncia a chegada dos sofisticados mísseis S-300
* Rússia vai fornecer dez aviões de combate a Damasco
* Russian Jet Evacuates Some 130 People from Syria
* Jordan to Host Military Exercises: US, UK, Canada Among Participants
* UN envoy ‘seriously concerned’ about situation in Iraq
* Israel and U.S. generals draw up theoretical scenario for attack on Iran

* A batalha pelo Atlântico Sul
(O Brasil, por exemplo, está construindo submarinos atômicos no intuito de modernizar sua Marinha de Guerra, composta de um porta-aviões ligeiro, comprado à França, e de uma dezena de outras embarcações. Tudo indica que os brasileiros procuram acautelar-se, antecipar os acontecimentos, apercebendo-se dos novos riscos relacionados com hipotéticos sérios litígios locais. […] Um gesto simbólico foi o restabelecimento da 4ª Esquadra dos EUA, dissolvida em meados do século XX, a abarcar agora as zonas marítimas em redor da América do Sul. Esta medida suscitou uma reação negativa dos países latino-americanos, que acusaram os EUA de “desígnios imperiais”. […] Cinco esquadras – a norte-americana, a indiana, a chinesa (com as unidades de porta-aviões) e as frotas costeiras da África do Sul e do Brasil, criarão uma espécie de concorrência marítima. Para os analistas da Alemanha, a região poderá transformar-se num centro de extração de recursos energéticos, semelhante, pela sua escala, ao mercado do Oriente Médio. É verdade que as jazidas subaquáticas ainda não foram prospetadas na íntegra. Todavia, esta será uma das razões pela qual os países industrializados poderão incluir o Atlântico do Sul na lista de suas prioridades.)
* US to increase Asia militarization amid budget cuts
* Japan Military Readies for Pre-Emptive Strikes
* Philippines tells China to withdraw ships
* INTERVIEW/ Mark Lippert: U.S. deploys high-end weapons in Pacific to meet China’s challenge, other contingencies
* France Says No Plans for Military Intervention in Libya Hmmm…

* ‘Abyss of Autocracy’: A Protest Movement Simmers in Kuwait
* Istambul enfrenta ‘primavera turca’
* Estado de emergência decretado no Quirguistão
* 15 detidos em ‘manif’ a favor da liberdade de reunião Rússia
* Civil Society Activists Carry Coffins after Parliament ‘Buries Democracy’ Líbano
* Cooper Union Occupation Continues Without Media Fanfare

Cargas policiales contra los bomberos en el Parlament de Catalunya

Monstrosanto

Ouvimos constantemente uns quantos a falar que o mundo está cheio de “doidinhos” pelas teorias da conspiração. Que esses “doidinhos” encontram fantasmas em todo e por todo o lado. Que veem monstros em todos os recantos que as elites habitam. Portanto, talvez o texto que se segue venha a ser conotado como “doidinho” pelos mesmos que de “doidinhos” dizem nada ter. Talvez lá para o fim do texto se consiga estabelecer então quem são realmente os mais doidinhos; se os auto-intitulados sãos, ou os conotados como menos sãos.

Monstrosanto

Nos últimos tempos de notícias presentes no minha mOsca uma captou fortemente a minha atenção, uma que ao mesmo tempo senti ter passado quase sorrateiramente pela esmagadora maioria das pessoas, e uma que poderá estar a preparar o futuro para os habitantes da Europa e dos Estados Unidos, mas não só.

Na segunda feira, o Presidente Barack Obama e o primeiro ministro David Cameron comprometeram-se a perseguir um acordo de comércio alargado entre os Estados Unidos e a União Europeia
Huffington Post

Até aqui aparentemente nada de especial para talvez as pessoas comuns; um encontro para debater acordos de comércio. Mas a mim fez disparar os meus alarmes internos: “Por que raio mais um acordo de comércio entre a Europa e os Estados Unidos se já quase não existem barreiras comerciais entre os dois portentos da economia mundial?” O que estariam eles a preparar quando já quase nada mais há para harmonizar entre os blocos separados quase apenas pelo oceano Atlântico?

Como as tarifas são já baixas ou inexistentes, o acordo centrar-se-á sobre as regulações de mercado. […] a inclusão de novos poderes políticos para as empresas protegendo-as por um processo controverso conhecido por “resolução de disputas entre investidor-estado”. […] A resolução investidor-estado fornece às empresas o poder político para apelar das leis e regras de um governo num tribunal internacional.
Huffington Post

Ah, poderes políticos para que as corporações possam colocar em tribunal os países que tenham leis que coloquem em causa os seus já mais que avantajados lucros.

Os grupos de defesa do interesse público dizem estar preocupados que um sistema de resolução investidor-estado entre os Estados Unidos e a UE venha a permitir que as empresas comparem padrões regulatórios de diferentes países, e processem o país com as regras mais fortes. As leis de segurança alimentar na UE, por exemplo, são mais robustas que as dos Estados Unidos
Huffington Post

Agora, e antes de mais, é conveniente salientar que nos andam a vender – os políticos e interesses instalados – este novo acordo comercial entre os principais centros do poder democrático no mundo como uma lufada de ar fresco para a economia mundial, para a economia da Europa e para a economia dos Estados Unidos.
Acho que depois de lermos o pequeno excerto acima do texto presente no Huffington Post ficamos todos a entender o que significa essa lufada de ar fresco, ou será que ainda sobrarão uns quanto auto-intitulados sãos que não conseguem ver para além da caixinha em que alegremente colocam a sua cabecinha?
Para eles fica uma pequena explicação.
Que benefícios trará esse novo acordo a Portugal, Espanha, França, Alemanha, Estados Unidos, etecétera, se basicamente quase a única coisa que ainda é passível de harmonizar são as regras/leis independentes que cada país tem – e deve ter – para garantir a sua identidade cultural, social, económica e territorial? Que benefícios? Alguns? Algo?
Sim existem, os benefícios serão quase exclusivamente para as grandes multinacionais que poderão dessa forma colocar país a país em tribunal de forma que dentro do espaço territorial do acordo estabelecido todos os países tenham de moldar as suas leis às do país que tenha as leis que mais agradam a essas multinacionais. BINGO!!! Melhor que um jackpot num casino, talvez até mesmo melhor que dois jackpots seguidos, pois isso nem é uma aposta, é uma vitória sem risco e sem suor, dada de mão beijada pelos políticos de uma Europa que nos diz trabalhar pelos europeus e para os interesses europeus. É verdade, trabalham quase exclusivamente em defesa dos interesses das multinacionais ditas europeias, aquelas que pagam impostos, quando pagam, num qualquer paraíso fiscal, que se calhar já nem sede têm na Europa, algures numa ilhas nas Caraíbas.
Talvez esteja na altura –  se é que já não é demasiado tarde para inverter o caminho sem derramar sangue – daqueles que ainda acham ser sã a defesa deste tipo de argumentos como garantia de um futuro melhor para os seus e para todos os outros começarem no mínimo a coçar na sua consciência.

“Às empresas não deve ser permitido que processem o meu país de forma a destruírem as leis que elas não gostam”.
Huffington Post

É esta a democracia que desejam? É este o futuro que almejam para os vossos filhos e netos? É esta a justiça e equilíbrio mínimo para a vivência em sociedade? Desejam que interesses não democráticos possam decidir o que é melhor para a sociedade? Se não, então começa a ficar tarde porque estamos quase a entrar no ponto sem retorno, e continuar sentadinho à espera de milagres só vos vai trazer dissabores, e dissabores cada vez mais violentos, na verdadeira acepção da palavra.

E como iniciei este texto a escrever sobre os “doidinhos” das teorias da conspiração, quais são os interesses que com mais força estão a tentar impulsionar este acordo transatlântico?

o Departamento de Estado conduzia negociações fora das vistas que não parecem fazer avançar a democracia nem os ideais americanos – em vez disso, encontrou evidências de lóbie usado para fazer avançar a agenda de empresas norte-americanas prósperas que já compraram a aprovação de grande parte de Washington.
RT

O grande mercado que ainda está por ser amplamente aberto aos interesses das multinacionais americanas, e não só, é o da agricultura na Europa.

“Os esforços do Departamento de Estado impõem os objectivos políticos das maiores empresas de biotecnologia de sementes em governos ou públicos frequentemente cépticos ou resistentes, e exemplifica a diplomacia corporativa debaixo de um véu”
RT

E assim chegamos até ao ponto que dá título a este texto, chegamos até à Monsanto, mais concretamente até à Monstrosanto. Podia escrever um texto dedicado apenas à descrição daquilo que representa a Monsanto, mas a informação está já tão amplamente disponível que farei apenas uma breve introdução à tecnologia, porque infelizmente o mal não fica cingido apenas pela Monstrosanto, ele é encarnado também – e não só – pela Syngenta (Suíça), Bayer Crop Science (Alemanha), DuPont (EUA), Groupe Limagrain (França), Land O’ Lakes (EUA), KWS AG (Alemanha), Sakata (Japão), DLF-Trifolium (Dinamarca), Takii (Japão) [As 10 maiores empresas de sementes transgénicas no mundo].

Mais de 800 cientistas no mundo estão de acordo: As culturas transgénicas são uma guerra biológica sobre os nossos alimentos
Natural News

É este o mercado que está a impulsionar, poderei até escrever pagar aos políticos para que o acordo de comércio – quer dizer, o acordo de desregulamentação na Europa, atinja os seus desejos; igualdade de leis entre as existentes nos Estados Unidos – quer dizer, igualdade entre a não existência de leis nos Estados Unidos e nos países da Europa.

O Senado dos Estados Unidos decidiu que pura e simplesmente não quer que os Estados possam dizer às pessoas se estão ou não a comer alimentos transgénicos.
Huffington Post

É isto que está a ser cozinhado, o não direito a ter direito de democracia sobre o que cada população deseja para a sua vida, a imposição dos desejos das grandes multinacionais sobre as populações, a destruição dos estados soberanos para defesa dos lucros de uma mão cheia de indivíduos no mundo.
É isto que desejam para o vosso futuro, não “doidinhos”? Então força, a forca ser-vos-á aconchegada de mão beijada.

Outro dos pontos que gostava de aqui salientar é: “Alguém viu, leu, ouviu por aí referências nos meios de comunicação para as massas em português às manifestações que aconteceram um pouco por todo o mundo contra a Monstrosanto? Não?
Porquê tamanho silêncio? Não nos é constantemente dito que os nossos meios de informação são livres, imparciais e limpos? Silêncio pago?

Convocado pelo movimento “Marcha Contra a Monsanto”, teve uma adesão estimada de 2 milhões de pessoas que participaram no Sábado no massivo evento que se estendeu a seis continentes, 52 países e pelo menos 48 Estados norte-americanos.
RT

Como podem ver o silêncio nos meios de comunicação para as massas foi no mínimo desproporcional ao tamanho e efectividade do movimento. Foi preferível encher parangonas atrás de parangonas com a contestação ao casamento homossexual em França, como se esses movimentos tivessem tido 2 milhões de pessoas como participantes. “Como são belos os nossos meios de comunicação”!

Quase a chegar ao fim, gostava de citar uma das notícias que saiu no minha mOsca, notícia essa que os auto-intitulados sãos chamam “doidinhos” a quem já não cai na lengalenga que à força as elites nos tentam vender:

Algumas pessoas começaram a perceber que existem grandes grupos financeiros que dominam o mundo. Esqueçam as intrigas políticas, conflitos, revoluções e guerras. Eles não acontecem por acaso. Há muito que tudo está planeado. Alguns chamam a isto “Teorias da Conspiração” ou Nova Ordem Mundial. De qualquer forma, a chave para se conseguir entender os eventos políticos e económicos actuais está confinada num punhado de famílias que acumularam poder e riqueza. Estamos a falar de 6, 8 ou talvez 12 famílias que governam o mundo. […] não estaremos muito longe da verdade citando o Goldman Sachs, os Rockefellers, os Loebs Kuh e Lehmans em Nova Iorque, os Rothschilds de Paris e Londres, os Warburgs de Hamburgo, Paris e os Lazards de Israel e os Moses Seifs em Roma. […] Resumindo: as oito maiores empresas financeiras norte-americanas (JP Morgan, Wells Fargo, Bank of America, Citigroup, Goldman Sachs, U.S. Bancorp, Bank of New York Mellon e o Morgan Stanley) são 100% controladas por dez accionistas e temos quatro empresas presentes em todas as tomadas de decisão: BlackRock, State Street, Vanguard and Fidelity.
Pravda

Talvez seja demasiado fechar com este tipo de informação, mas ao mesmo tempo como é que seria possível acontecer o que está uma vez mais a ser planeado num chamado acordo de comércio transatlântico sem que houvesse um poder tão forte que conseguisse impor lógicas que não têm lógica social absolutamente nenhuma?
Quem serão os donos dos fios que comandam a marionetas?
Quem serão os “doidinhos”?

%d bloggers like this: