Notícias do Dia 07/01/2013

* Diferenças ibéricas
(A crise é grave em Portugal e Espanha, mas, do outro lado da fronteira, beneficiam-se as pessoas, enquanto aqui se privilegiam os bancos, à custa do sofrimento da população.)
* Estado vai ser o novo dono do Banif. Polémica em marcha
(O Estado vai ser o novo dono do Banif, numa operação que prevê injecção de fundos públicos e privados em cerca de 1.550 milhões de euros. O valor é quase três vezes o capital social da instituição […] prevê que o Estado se torne dono do Banif com 99% de capital, sendo que os direitos de voto não podem ultrapassar os 49%. A nova administração vai ser nomeada por acordo entre a tutela e os privados, que agora só têm 1% do capital.)
* O banqueiro bolchevista
(Acreditar que a intervenção do Estado no Banif terá sucesso corresponde à mesma coisa que supor serem os êxitos iniciais da ofensiva alemã das Ardenas, em dezembro de 1944, uma sólida garantia da capacidade de Hitler inverter a sorte da guerra… Não há leitura técnica de mais este caso revoltante. Apenas uma leitura política e ideológica. […] A transferência, num plano kamikaze, de 1,1 mil milhões de euros das dívidas do BANIF para o erário público, numa nacionalização de prejuízos, sem qualquer discussão parlamentar, exorbitando as competências do executivo, violando o princípio republicano do consentimento fiscal, constitui uma verdadeira confissão da natureza classista da política que o ministro das Finanças conduz em Portugal, em articulação com a fação predatória de ministros-banqueiros e banqueiros-ministros que visa submeter os povos da Europa ao jugo da indigência.)
* “Eles deviam era ter vergonha de sair à rua”, diz Sousa Tavares sobre papel do Estado nos bancos
* Maiores fortunas portuguesas aumentaram 13% Em grande!!!
* Quando ganharam as maiores fortunas
* Até os seus aliados o governo despreza
(As indeminizações por despedimento são a única forma que um trabalhador de 40 ou 50 anos com muitos anos numa única empresa tem para reconstruir a sua vida. Para tentar começar um negócio ou apenas sobreviver entre o fim do subsídio de desemprego e a reforma. São o que permite que o despedimento seja uma tragédia um pouco mais suportável e que evita o caos social. […] O que o governo quer é o pior dos dois mundos: despedimento fácil e barato e redução de apoios públicos aos desempregados. É o que se pratica nos países subdesenvolvidos.)
* Portugal tem a carga tributária mais elevada da Europa
* Governo só conseguiu reduzir o défice em cerca de metade do previsto Dos brilhantes…
* Todos os impostos estão em queda, menos o imposto de circulação Absolutamente brilhante!!!
* “Importação anual de pescado equivale a dois submarinos” Obrigado Europa!!!
* Jorge Bacelar Gouveia.“O problema não está na Constituição, está nos políticos”
* Uma vergonha
(Que dizer de um governo que comete a proeza de apresentar pelo segundo ano consecutivo um Orçamento que não leva em linha de conta as normas da Constituição? No mínimo, que temos um governo que convive mal com o Estado de direito e que, em nome de um programa inexequível, se acha no direito de ignorar miudezas jurídicas como o princípio da equidade. […] Pode-se discutir a interpretação do princípio da igualdade: o que não se pode é pretender, como algumas luminárias pretendem no seguimento da mensagem do Presidente, expurgar o princípio da igualdade da Constituição, sob pena de Portugal deixar de ser um Estado de direito – um pormenor que, aparentemente, não incomoda essa gente. Basta ver a inaceitável pressão que se está a abater sobre o Tribunal Constitucional. Uma vergonha!)
* E aos costumes disse nada
(Este governo é perigoso, não só porque tem por objectivo destruir a economia e empobrecer os portugueses, mas porque revela uma cultura antidemocrática e revanchista sem precedentes na democracia portuguesa.)
* GNR forma mais de 1700 civis para ajudarem as autoridades E assim nasceu a PIDE…
* 13 mil vivem em carros e barracas
* Mortalidadade infantil aumentou para níveis de há dez anos em nove regiões
* Aumentam fraudes para escapar à fatura da água Obviamente…
* Os justos e os pecadores
(A Câmara de Fafe encerrou o ano de 2012 com saldo positivo e sem dívidas a fornecedores. […] o caso de Fafe serve na perfeição para mostrar como é injusta esta crescente tentação do Governo (para não lhe chamar outra coisa) de querer transformar as autarquias e os presidente de Câmara numa espécie de bodes expiatórios do desperdício financeiro que nos trouxe até à desgraça.)
* Constâncio falhou declaração no Tribunal Constitucional Mais uma…

* Secret and Lies of the Bailout
(A salvação providenciada a Wall Street pela Reserva Federal não curou a economia – criou um estado permanente de bailout num esquema de confiança tipo pirâmide. E o pior ainda poderá estar por vir. […] comprometendo os contribuintes americanos a um apoio permanente e cego a um novo sistema financeiro ingovernável, não regulável, hiperconcentrado que exacerba a ganância e a desigualdade que causou o crash, e força os bancos de Wall Street como o Goldman Sachs e o Citigroup a aumentar os riscos em vez de os reduzir. […] Mas a parte mais pavorosa são as mentiras. Nos últimos quatro anos, o público foi enganado tão frequentemente e de forma tão vil que a incapacidade de contar a verdade à população geral tornou-se numa forma de acção oficial da ajuda financeira. dinheiro não foi a única coisa que Wall Street deu a Wall Street – também lhe conferiu o direito de esconder a verdade de todos nós. […] A única razão para que os investidores não tenham fugido aos gritos de um mercado obviamente corrompido é porque o governo se dedicou tanto a vender a narrativa de que os problemas de 2008 tinham sido resolvidos. […] os grandes bancos, em vez de terem sido quebrados em partes geríveis e tornado-se mais eficientes, cresceram ainda mais e tornaram-se ainda mais ingeríveis, tornando a economia muito mais concentrada e perigosa do que estava antes. Os seis maiores bancos americanos – Bank of America, JP Morgan Chase, Citigroup, Wells Fargo, Goldman Sachs e Morgan Stanley – actualmente têm em conjunto 14.420 subsidiárias, tornando-os tão imensos que estão efectivamente para além da capacidade de regulação. um estudo recente pela Fed de Kansas City descobriu que seriam necessários 70.000 examinadores para inspeccionar esses bancos de biliões de dólares com o mesmo nível de atenção dedicada a um banco comum. […] Em 2011, os bancos aumentaram em 74% os seus investimentos nas companhias “lixo”, e começaram sistematicamente a facilitar os standards para empréstimos em busca de mais clientes de retorno elevado a quem emprestar. Isto é virtualmente uma repetição da crise financeira, em que uma onda de ganância levou a que os banqueiros procurassem retornos financeiros em todo o lado, até ao ponto em que a redução dos padrões para empréstimos se tornou a norma. Agora o governo, com a sua Garantia Implícita, está a gerar o mesmo tipo de comportamento – o que significa que os bailouts trouxeram-nos para o mesmo lugar de onde começámos. […] E enquanto a economia continua pela rua da amargura, nunca exitiu melhor era para ser um banco-grande-demais-para-falir.)
* Big Banks Systematically Hiding Potential Losses: Report Mais um dia na vida dos casinos…
(Se acham que os grandes bancos aprenderam a dolorosa lição sobre o risco durante a crise financeira, pensem melhor: Ainda assumem os mesmos riscos, e nem sequer sabemos o quão grandes são esses riscos.)
* Madoff Aside, Financial Fraud Defies Policing Mais um dia nos casinos…
(“Roubos, esquemas em pirâmide e outras fraudes continuam a acontecer a um ritmo alarmante, […] “É para mim pura e simplesmente inacreditável que este tipo de fraude pudesse acontecer durante tanto tempo sem o Wells Fargo ter conhecimento dele,” […])
* BoA paga mais de 7 mil milhões por hipotecas problemáticas Mais uma…
* BIS cede e afrouxa regras para bancos Queremos o casino em grande!!!
* Inspectores do Banco de Espanha dizem que regulador alterava conclusões
(As conclusões dos inspectores do Banco de Espanha eram alteradas antes de chegarem ao conhecimento do Conselho Executivo, que tinha a responsabilidade de tomar decisões regulativas. […] Entre as conclusões deste relatório está ineficácia do Banco de Espanha em agir perante actuações criminosas nos bancos. Dada a complexidade e a “dificuldade provar condutas complexas, não se travava activamente a prossecução de delitos” criminais. “A forma habitual de reacção perante os indícios de delito criminal era olhar noutra direcçaõ”, revela o relatório.)
* BIS hails a heretical revolution
([…] os bancos centrais caminharam cegamente para esta crise, não porque não faziam ideia de que pudesse acontecer, mas porque ignoraram activamente os avisos de dentro das suas instituições de que tal podia acontecer. […] Os economistas ignoraram totalmente o dinheiro nos seus modelos matemáticos da economia com a crença falsa de que (a) bancos, dívida e dinheiro eram tão difíceis de colocar num modelo e (b) que também não eram importantes.)
* Surprise, Surprise: The Banks Win Oh yeah!
* Bank of Spain “looked the other way” over malpractice, says damning report Mais uma…
* JPMorgan Faces Sanction for Withholding Madoff Documents mais uma…
* Health Insurers Raise Some Rates by Double Digits Oh yeah!
* New twist in stricken rig saga: Shell was moving it to avoid tax
(Soube-se hoje que a infeliz tentativa de rebocar uma plataforma de exploração petrolífera do Alasca para Seatlle mos últimos dias de Dezembro, foi motivada pelo desejo de escapar aos impostos no Alasca no valor de 7 milhões de dólares.)
* Tony Blair teaches Lord Mandelson how to profit from politics Os nossos demo-cratas…
* Lobby pró-israelita indignado com proposta de Obama para o Departamento de Defesa
* Jordan’s Election Officials Concerned about Candidates’ Vote-Buying Attempts

* European heavyweight Rabobank quits Euribor Hmmm…
(Houve um segundo impacto com o alemão Landesbank BayernLB BAYLB.UL a dizer que também irá sair da euribor, […])
* Novo governador do BOE tem subsídio de 300 mil euros
([…] um subsídio de alojamento […])

* A máquina
([…] a nível europeu, as elites alemãs criaram a partir de três elementos principais: um BCE à imagem do Bundesbank e por este controlado; a consagração nos tratados europeus dos princípios do ordoliberalismo (a variante alemã, precoce e mais corporativista, do neoliberalismo); e a compressão salarial levada a cabo na última década na própria Alemanha. O resultado: uma máquina neo-mercantilista, geradora de enormes excedentes comerciais na própria Alemanha a par de défices comerciais e endividamento na periferia europeia, que condena esta última ao declínio inexorável. […] A máquina kafkiana é imparável uma vez iniciada e só se detém quando, no final do conto, todo o aparelho se desmorona com estrondo. Assim será com o Euro, independentemente das eleições alemãs e do indizível sofrimento inútil entretanto originado.)
* Germany is not profiting from the eurozone O grande exemplo…
(A explosão de exportações poderão beneficiar a indústria alemã, mas os ordenados e os níveis de vida estagnaram e a pobreza está a aumentar […] Para a maioria dos alemães os ordenados e os níveis de vida não crescem há 20 anos, e os anteriormente invejados sistema de pensões, de saúde e de apoios sociais estão a ser desmantelados. A desigualdade também tem vindo a aumentar, mesmo com a baixa taxa de desemprego na Alemanha, a pobreza cresceu de forma marcada. A nível nacional, 15% dos alemães vivem abaixo do limiar da pobreza […] Ao contrário dos ordenados dos alemães comuns, os rendimentos dos executivos de topo das maiores empresas alemãs cresceram várias centenas de pontos percentuais desde 1998. A Alemanha em muitos aspectos tornou-se numa economia de baixos salários, com um rápido crescimento das desigualdades e uma demografia catastrófica.)
* Economia alemã fechou ano a crescer 0,75%
* Ireland Lobbies to Have Europe Share Banking Risk O exemplo…
(Se o país não conseguir que os contribuintes europeus assumam parte dos riscos do seu enfermo sector bancário, em breve o país poderá necessitar de outro bailout.)
* Greek Tax Scandal Distracts From a Collection Shortfall
* Spanish suicides point to worsening crisis
* Milhares saem às ruas contra gestão privada dos hospitais Espanha
* Maioria grega perde dois deputados devido ao escândalo de corrupção da “lista Lagarde”
(Apenas a esquerda radical do Syriza (oposição) tem defendido a investigação do papel de Venizelos. Este partido argumenta que limitar a investigação a Papaconstantinou visa apenas salvaguardar a coligação e esconder uma cumplicidade alargada dos partidos políticos com a fraude fiscal de alto nível.)
* Horários de trabalho, pilotos tocam o sinal de alarme
(“Por enquanto, os pilotos ainda dormem”, […] a harmonização dos horários de trabalho na aviação dentro da União Europeia terá como consequência horários de trabalho mais longos para todos. […] “quatro em cada cinco pilotos dizem sofrer de privação de sono e um terço revela casos em que tanto o comandante como o copiloto adormeceram enquanto o computador de bordo pilotava o avião. “)
* Grupos paramilitares pró-britânicos fomentaram tumultos em Belfast

* The financial war against the economy at large
(Actualmente a guerra económica não é a do tipo que aconteceu há um século entre o trabalho e os seus empregadores industriais. A finança avançou para capturar a economia, a indústria e a mineração, as infraestruturas publicas (através da privatização) e agora até o sistema de educação. […] A táctica é inudar as economias (governos, empresas e famílias) com dívida, sifonar os seus rendimentos como pagamentos de dívida e depois levá-los a declarar bancarrota quando deixam de ter meios para pagar. Endividar governos dá aos credores a alavanca para caçar terras, infraestruturas públicas e outras propriedades no domínio público. […] O objectivo desta guerra financeira não é meramente adquirir terras, recursos naturais e infraestruturas chave como numa guerra militar; é centralizar o controlo do credor sobre a sociedade. Em contraste com as promessas de reformas democráticas que foram promovidas há um século, estamos agora a presenciar um voltar ao mundo dos privilégios especiais em que se tem de herdar riqueza de forma a evitar a dívida e a dependência do trabalho. A emergente oligarquia financeira procura canalizar os impostos dos bancos e dos seus principais clientes (imobiliário, recursos naturais e monopólios) para o trabalho. […] A desigualdade nos impostos em benefício dos ricos agrava os défices orçamentais, forçando os governos a endividarem-se ainda mais. O pagamento de juros sobre estas dívidas desvia recursos dos bens e dos serviços. Esta austeridade fiscal faz diminuir os mercados, reduzindo a receita com impostos até à beira do incumprimento. Isto permite que os detentores de títulos de dívida tratem os governos da mesma forma que os bancos tratam uma família na bancarrota, forçando o devedor a vender bens […] Numa forma de duplicidade orwelliana estas privatizações são tidas em nome dos mercados livres, mesmo que sejam impostas por instituições financeiras globais cujas administrações não são democraticamente eleitas. […] Os governos soberanos estão, em princípio, livres de tais pressões. É isso que os torna soberanos. Não são obrigados a pagar dívidas públicas e défices orçamentais através da venda de bens. Não necessitam de pedir mais dinheiro emprestado; podem criá-lo. Este auto-financiamento mantém o património público nas mãos do público em vez de os entregar a mãos privadas, ou ter de pedir emprestado a bancos e detentores de títulos de dívida.)
* Capitalismo sem regras pode levar à “terceira guerra mundial”
(“Os mercados não podem ser senhores dos Estados, têm que ser dominados pelos Estados e seguir regras” […])
* Bankruptcy Regime for Nations Urged
(“A existência de um mecanismo claro poderia ter evitado todo o tipo de problemas que aconteceram na Zona Euro,” […])
* A Dire Showing From a Dismal Bunch
* 2013 to be riddled with economic gloom & political acrimony
* The Trajectory of U.S. Debt, Deficit And Interest Matches Portugal, Ireland, Italy, Spain
* Vital Signs Chart: Growing National Debt
* Real GDP Down 0.4% In Nov: JCER Japão
* Holiday sales down 3.4% compared to last year, report says EUA
* Falências decretadas crescem pela 1ª vez desde 2005 Brasil
* Incentivos “não impedem” menor produção automóvel no Brasil
* Superávit comercial do Chile recua 61% em 2012 ante o ano anterior
* É oficial: os ricos não pagam a crise
([…] com tantos países em crise, e com uma vaga de desemprego a criar novos pobres até na Europa, este sucesso tremendo dos ricos parece denunciar que a tal mão ou está a fazer mal o seu trabalho ou a dar uma ajuda a quem menos precisa.)
* Japan’s Property Prices May Have Fallen Too Much, Nishimura Says
* Britons can’t afford to buy homes – but renting doesn’t work, either
* Millions of Brits struggle to pay rent
* Melbourne in grip of property slump
* Canada’s housing hangover: Real estate boom, meet dot-com crash
* UK middle-classes face 65% tax rate
* Saudi Arabia’s riches conceal a growing problem of poverty
([…] estima-se que um quarto da população viva abaixo da linha da pobreza.)
* Why IS Britain about to pay £110billion to enter a new Dark Age? A damning indictment of the new ‘Green-friendly’ Energy Bill
* Quarter of mothers forced to turn their heating off to afford food for their children: Survey warns of increase in ‘fuel poverty’ Inglaterra
* Benefit cuts ‘will see more children taken into care’ Inglaterra
* India’s homeless feel brunt of coldest weather in decades
* For Many Kids, Winter Break Means Hungry Holidays
* Study: US students more narcissistic A indocrinação…
* Israel constrói mais um muro

* Why Central Banks Still Hold All the Cards in 2013
* Tiny gold bars latest rage for jittery investors
(Investidores privados na Suíça, Áustria e Alemanha estão a fazer fila para comprar barras de ouro do tamanho de cartões de crédito que podem ser facilmente divididas em pedaços de um grama e usado como forma de pagamento em caso de uma emergência.)
* Fed says it’s running out of bullets
* Obama to pay US debt with trillion-dollar coins?
* US Urged to Mint ‘Trillion Dollar Platinum Coin’ To Solve Debt Ceiling Debate
* Sterling faces destructive ‘triple cocktail’ in 2013 – HSBC
* Egypt pounded by steep currency decline
* Record India Deficit May Limit Rate Cuts as Rupee Drops
* Preço de cesta básica sobe mais de 10% em nove capitais em 2012 Brasil
* Energy crisis compounds Pakistan’s woes
* Surge in feed prices threaten red meat shortage Turquia
* Preços da produção industrial em Portugal sobem 3,8% em novembro

* Library of Congress almost done archiving 170 billion tweets
* Ex-Officer Is First From C.I.A. to Face Prison for a Leak
* Criminals ‘caught by way they walk’
* Iran building software to control networking sites
* France takes the Palestinian Al-Aqsa network off the Air Shhh…
* Jornalistas chineses em greve contra a censura
* Jornalistas detidos por “ignorar discurso presidencial” Sudão do Sul
* Sultão de Omã controla protestos com repressão e benesses
* Bahraini jails anti-regime activists, overturns appeals
* Kuweit: dois anos de prisão por injúrias ao emir no Twitter
* Activistas das Lundas continuam presos “ilegalmente” Angola

* Global warming, the tool of the West
(Durante anos, as elites no ocidente criaram o mito do Aquecimento Global Culpa do Homem principalmente como meio para controlar as vidas e os comportamentos das suas populações. Sabendo muito bem que o seu modelo de produção na China e de venda no ocidente e a consequente espiral recessiva nos ordenados e nos níveis de vida era insustentável, as elites passaram a usar esta nova “ciência” para culpar e assustar as suas populações a aceitarem formas de vida mais conservativas e mais reduzidas. […] A adoração de Gaia, a terra “mãe”, foi imbuída na cultura popular do ocidente nas últimas década e meia. Esta é uma religião repleta com um exército de padres, chamados Cientistas com o Aval dos Governos.)
* China plunges to worst chills in 28 years
* New Connection Links Parkinson’s Disease with Pesticide Exposure
* Norovirus closes hundreds of wards
* Flu infections sweep America hospitalizing thousands and leaving 18 children dead of complications, and it’s going to get worse
* HIV causes state of emergency in Tel Aviv
* UK government’s enthusiasm for GM not matched in developing nations $$$$
* Inside the meat lab: the future of food Dos deuses do aDeus…
* Can genetically modified mosquitoes prevent disease in the US? Dos deuses do aDeus…
* Deadly fungus spreads through the world’s frog population
* China: Chemical pollutes drinking water
* Caffeinated Seas Found off U.S. Pacific Northwest
* The Perfect Cocktail: Rum And Radiation
* Containing Chernobyl: the mission to difuse the world’s worst nuclear disaster site
* Inside Chernobyl’s Abandoned Hospital
* Nuclear Security Helicopters Testing Radiation Levels Above DC Area Hmmm…

* Japan’s nuclear cities green-light reactor restart Oh yeah!
* As plutonium hoard grows, so do Japan’s headaches
* Radioactive materials in fish studied

* Iraq’s crude exports falls by 11 per cent
* Fuel shortage hits Togo
* Perverse Economics of the Electric Grid: As Generation Gets Cheaper, Transmission Costs Soar
(A rede eléctrica poderá já ter sido um motor da eficiência económica, mas hoje em dia mais parece um albatroz agarrado ao pescoço das prespectivas de futuro da nossa economia.)
* ‘Warmth-sharing’ movement spreads Japão
* Dilma convoca reunião de emergência perante risco de falta de energia
* Zambia asks mining firms to cut power
* China builds new nuclear plant
* China blazes trail for ‘clean’ nuclear power from thorium Daqui a umas décadas…
* Blow to big wind in the power-market stakes
* Biofuel production threatens air quality and crop yields, study finds Verde…
* Biomass bummer: carbon mitigation could increase ozone Verde…
* Drought Puts The Squeeze On Already Struggling Fish Farms
* Falta de alimentos: um problema real ou resultado de especulações?
(Há um fato paradoxal: o planeta tem alimentos suficientes, mas um em cada oito habitantes da Terra passa fome. […] No entanto, as mesmas estatísticas indicam que hoje 870 milhões de pessoas em todo o mundo passam fome. […] Também se sentiu a influência dos preços mundiais da energia, visto que os alimentos, para serem transportados, têm de usar derivados do petróleo e os preços do petróleo continuam a subir. […] Os instrumentos derivados (títulos, obrigações, futuros), que são os instrumentos financeiros complexos associados a uma matéria-prima específica em circulação no mercado, influenciam em muito os preços dos produtos agrícolas. É assim que o sistema financeiro mundial funciona. Inicialmente, eles estavam diretamente ligados aos processos reais de compra e venda dos produtos alimentares, mas neste momento já se distanciaram da realidade produtiva. Por exemplo, o volume dos futuros de grãos apenas na bolsa de Chicago é dezenas de vezes, senão centenas, superior ao valor dos grãos realmente produzidos. Daí resulta que os mercados ditam preços deturpados, os quais começaram a aumentar justamente com o desenvolvimento do mercado de derivados, enquanto 40 anos antes os preços estavam a baixar, refere Daria Pichuguina.)

* Israel grave threat to global peace: Chomsky
(“Os Estados Unidos não irão permitir medidas que coloquem as infraestruturas nucleares israelitas sob inspecção internacional. Nem os estados unidos irão liberar informação sobre a natureza e alcance das infraestrutras e actvidades nucleares de Israel,” […])
* Russian warships gathering off Syria waters to deter West: Report Rufam os tambores…
(Citando um diplomata russo, o Sunday Times escreveu que a Rússia enviou cinco navios de desembarque, com veículos militares e centenas de fuzileiros, assim como navios de combate […] “A Rússia deve estar preparada para qualquer tipo de desenvolvimento, porque acredita que a situação na Síria poderá atingir o seu auge antes da Páscoa,” […] “No entanto a Rússia afirma que os navios foram destacados para participarem num exercício para “aprimorar a gestão, manutenção e testar a interacção das forças navais.”)
* Report: 5,000 Hizbullah Fighters Joined Assad’s Forces in Damascus Fighting Hmmm…
* Video shows Syrian militants praising al-Qaeda A querida al Qaeda…

* Bolivia slams US over ‘irrefutable evidence’ of meddling
(A Bolívia tem sido um espinho nos Estados Unidos por causa das suas políticas anti-neoliberais e anti-imperialistas, […])
* Ecuadorian president warns of possible ‘CIA attack’ before elections Hmmm…
* Analyst: Qatar, Turkey, Israel Plotting to Disintegrate Iraq Hmmm…
* Op-Ed: US-trained Iraqi Special Forces aid al-Maliki’s repression
* US Sale Of Armed Drones To Japan And South Korea Would Transform Tensions In The Pacific
* Missile Threats Prompt More Countries to Eye Patriot Interceptors Oh yeah!
* New U.S. Law Seeks Answers On Chinese Nuke Tunnels
* Navios patrulha chineses entraram em águas territoriais de ilhas disputadas com o Japão
* Japan scrambles jets to head off China plane flying near disputed islands
* US drone attacks kill 12 in northwestern Pakistan
* Yemen Arrests Israeli for Mossad Links
* It’s global cyber war out there

* Kuwait anti-government rally dispersed with tear gas, stun grenades (PHOTOS)
* Índios jurunas bloqueiam acesso a canteiro de obras da Usina de Belo Monte

BANIF mais um negócio ruinoso para a maioria dos Portugueses

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 07/01/2013, in Mais Notícias, Notícias, Outras Notícias do Dia and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: