Notícias do Dia 14/12/2011

Como o silêncio tolda a memória, nada melhor que voltar a Fukushima. Primeiro, porque bem ao contrário do que o quase silêncio ensurdecedor – ou por apenas terem direito à versão dos acontecimentos que é apresentada pela “mentirosa” TEPCO, com que os leitores em português se deparam presenteados pelos seus representantes dos meios de comunicação social para as massas,  a crise nuclear está longe de andar silenciosa. E segundo, porque fora dos meios de comunicação para as massas – será que é por lá onde anda a verdade? – a situação tem vindo a deteriorar-se paulatinamente. Síndrome da China? (Tradução docsPT)

Hartmann – Fukushima: A Síndrome da China começou oficialmente?

* Biggest radiation dose outside Fukushima zone -report (Residentes fora da zona de exclusão de Fukushima terão sido os mais expostos a radiação nos quatro meses seguintes depois de a central nuclear ter sido destruída pelo terramoto e tsunami de 11 de Março […])
* Fukushima gov’t estimates radiation exposure of up to 19 millisieverts
* High radioactive cesium levels found at Tokyo school
* Fukushima situation far from stabilizing-expert
* TEPCO warned against radioactive water leak (Em menos de 10 dias, esta foi a segunda fuga do equipamento de dessalinização da central.)
* Fishermen’s OK needed to dump nuclear plant water into sea: Edano (Lol)
* Real cause of nuclear crisis ([…] a TEPCO teme que se o terremoto for identificado como a causa directa do acidente, o Governo tenha de rever totalmente os seus padrões de segurança em caso de terremotos, o que por sua vez irá atrasar o reinício da operação das centrais nucleares existentes que estão suspensas […])

* Europa gastou mais dinheiro a salvar bancos do que países (A comparação questiona o discurso tantas vezes ouvido nos países mais ricos da zona euro em como não se pode pedir aos contribuintes dos países virtuosos que paguem pelos que viveram acima das suas possibilidades e violaram as regras europeias. Isto sem contar com o facto de parte dos resgates europeus serem justamente para suster o sector bancário dos países, como é o caso dos 12 mil milhões para recapitalizar a banca em Portugal.) (ESTE É O NOSSO MUNDO!!!)

* A democracia sob risco (Não há um Hitler a caminho, admite o economista. No entanto, partidos de extrema direita ganham repentino respaldo político com as massas desempregadas e espalham discursos xenófobos por toda a Europa, com maior intensidade na Áustria, na Finlândia e na Hungria. Paira no ar outra síndrome politicamente desintegradora, não mencionada por Krugman. Trata-se do atual endividamento insuportável dos estados soberanos da Europa, cujo tratamento está exigindo mais austeridade e sacrifícios e menos crescimento econômico. A enorme dívida imposta à Alemanha pelo Tratado de Paz de Versalhes (1919) foi justamente o caldo de cultura que gerou o nazismo e tudo o que veio com ele. O maior risco vai por aí.)
* Luís Amado defende referendo em Portugal («Numa conjuntura de enorme constrangimento e de problemas gravíssimos, em que as decisões que vão ser tomadas colidem com princípios e valores que eventualmente nos repugnam, é um imperativo incontornável recorrer à população e ouvir os povos quanto ao destino da Europa e de cada nação na Europa» […]) (Um banana raro…)
* Forget David Cameron’s veto, another eurozone crisis is only weeks away (Não acreditaria depois de ouvir a indignação fulminante dirigida do outro lado do canal ao Reino-Unido, mas David Cameron fez no último fim de semana um favor aos políticos da Zona Euro. Ao recusar-se a assinar, conseguiu criar uma Maria Madalena para os Europeus atirarem pedras, e desviar as atenções do falhanço da reunião ao não ter avançado com nada remotamente credível para enfrentar tanto a crise existencial da moeda única, como o declínio económico que se está a avolumar. […] e assim não existe razão para acreditar que estamos mais perto de uma resolução para a crise da dívida. Será apenas uma questão de tempo – dou-lhe uma semanas depois do ano novo – até que o contágio financeiro e económico rebente numa nova e muito provavelmente ainda mais virulenta forma. O sistema está essencialmente quebrado, mas é como se os políticos da Zona Euro estivessem ainda a fuçar na lama em busca de soluções, em vez de procurarem debaixo do boné.)
* Não passou uma semana. Alteração ao tratado europeu já está em risco (Países exteriores ao euro receiam que Bruxelas também controle as suas contas. Parlamentos podem não ratificar o acordo, segundo o FT.)
* Irlanda admite referendar permanência na Zona Euro (act.) Hmmm
* Why Europe Has Investors Running Scared—Again (A procura por uma bala mágica para resolver a desarrumação da dívida na Europa deu em nada.)
* Italian, Spanish yields rise as ratings threat looms
* Itália paga juro recorde de quase 6,5% para se endividar a cinco anos
* Produção industrial da zona do euro recua 0,1% em outubro (Abismo…)
* Governo holandês confirma que país entrará em recessão (Abismo…)
* Economia espanhola vai contrair pela primeira vez desde 2009 (Abismo…)
* Previsões de crescimento na Alemanha caem a pique para 2012 (Abismo…)
* Poland Protesters Blast EU Plan
* EU PLOTS REVENGE AGAINST BRITAIN Hmmm
* Confusion over Britain’s £30bn share of IMF rescue for Europe Hmmm
* Greek budget deficit widens, construction plunges
* Plan for 150,000 jobs to go in public sector by 2015 (Grécia)
* IMF slashes growth forecast for Greece
* FMI não empresta mais dinheiro à Grécia
* ‘Young people hit hardest by economic crisis’ (Itália)
* All That Glitters…Will Not Solve Europe’s Debt Woes (Ouro)

* Britain is ruled by the banks, for the banks (O interesse nacional. É uma frase que temos ouvido à barda recentemente. […] O interesse nacional que ele viu como ameaçado pela Europa está concentrado em algumas poucas áreas ricas de Londres, numa indústria que seguramente iria ficar no fim da tabela em qualquer concurso dos ocupas (sim, abaixo dos jornalistas): a banca de investimento. […] Cameron está apenas a expressar de forma mais aberta algo que a maioria dos Trabalhistas também acredita: que a City é praticamente o último motor que ainda funciona na economia gripada. […] Então, o que justifica o tratamento com paninhos quentes ao sector financeiro? Veja os noticiários e normalmente irá ouvir algum ministro ou lobista […] a falar sobre a contribuição vital que o sector tem para o emprego, para os nossos impostos, ou o papel ideal que os bancos têm no financiamento da economia. […] Na realidade, em quase todas as medidas mais importantes, a finança contribui menos para a Grã-Bretanha do que o sector produtor. […] Isto parece tudo menos uma parte trabalhadora de uma economia sã: é nada mais nada menos do que um onanismo épico do capitalismo. […] Num país mais pobre, o aconchego de relações entre os banqueiros e os políticos seria escrutinado por um representante do Banco Mundial e seria desdenhosamente pronunciado como puro tratamento preferencial. Na Grã-Bretanha, temos de arranjar uma palavra nova para este tipo de capitalismo disfuncional – onde os bancos não emprestam nem pagam os seus impostos, no entanto mantêm um garrote sobre os políticos. Podíamos tentar bancocracia: governado pelos bancos, para os bancos.) (À imagem de quase todo o mundo ocidental. A imagem das nossas demo-cracias… Em Portugal só falta uma City, porque os sintomas são exactamente os mesmos…)

* Governo alemão aprova plano de ajuda à Banca ([…] um plano de emergência para socorrer seis bancos alemães com falta de liquidez)
* Banco grego NBG usará € 1 bi de linha emergencial
* Espanha: Pedidos da banca espanhola ao BCE crescem 29% em novembro (97.970 milhões de euros)
* Pressão na banca, BCP e BPI afundam mais de 7% (Portugal)
* EU Banks Selling ‘Crown Jewels’ for Cash (O desespero…)

* A22: funcionário ferido a tiro e pórticos a arder (vídeo)
* “Governos são responsáveis pela violência” na Via do Infante Hmmm
* Douro/Património: Secretário de Estado recebido com protestos contra a barragem
* É necessário apertar malha relativa às relações do Estado com privados (Pois, e…)
* O negócio dos fundos de pensões da banca: é sempre a mesma cantiga (Parece uma receita mas não é. É um novo encargo para quem vier depois. […] É sustentável? Não sabemos, mas podemos desconfiar. Se fosse, porque teriam os bancos pressionado tanto o Estado para ficar com aquela batata quente nas mãos? […] a banca, que já é o sector económico que paga menos impostos, vai pagar ainda menos. Muito menos. Durante as duas próximas décadas (leram bem: vinte anos) vai receber o que pagou ao Estado para este ficar com um encargo que era seu. A história repete-se: para tapar um buraco agora (e fingir que o défice é de 4,5%) o Estado ganha novos encargos futuros e ainda reduz a sua receita para à frente. Quando tantos se perguntam quais são as nossas culpas em relação à situação financeira em que o Estado se encontra, a resposta está exatamente nesta forma de fazer negócios. Governantes que pensam sempre a curto prazo, que deixam para os que vierem depois a resolução dos problemas e que, no meio, dão uma ajudinha a quem tenha poder suficiente para os pressionar.)
* “Sustentabilidade da Segurança Social não está em causa” por causa dos fundos de pensões da banca (A sério?)
* Mota Soares: “Temos um problema de sustentabilidade na Segurança Social” (Pois… o disco toca sempre para o lado que mais lhes convém…)
* Portugal apenas poupa metade do que devia poupar (Porque será? – sarcasmo)
* Maioria dos jovens ganha menos de 500 euros
* Construção: Licenciamento de obras nos valores “mais baixos da última década” – INE
* Dívida: Juros agravam-se em Portugal e aliviam em Espanha

* Unemployment is world’s fastest-rising fear – survey
* Total de britânicos desempregados é o maior em 17 anos
* Today’s retirees 60pc worse off as gilt yields fall to record lows ([…] do que os que entraram para a reforma há 20 anos […])
* The global supply chain: So very fragile
* China’s Abnormal Trade Numbers for November (A cada mês que passa, há cada vez mais evidências que na China o consumo está a estagnar.)
* This Abandoned Theme Park On The Edge Of Shanghai Is Only The First Sign Of A Major Crash
* Electronics Retailers’ Sales Plunged Up To 60% In Nov (Japão)
* South Korea Slashes Growth Forecast on Euro Crisis
* Kuwait’s Global eyes second restructuring of $1.7bn debt

* Banks use accounting loopholes to inflate profits and bolster bonuses (ESTE É O NOSSO MUNDO…)
* Corzine and 2 other MF Global execs aim to distance themselves from missing clients’ money (Anjinhos…)
* RBS report shows why we should break up this cosy boardroom (Na cama com eles…)
* McDonald’s Spent $460,000 Lobbying in 3Q
* Ex-Bank Executives Settle F.D.I.C. Lawsuit (Mais um…)
* 8 antigos executivos da Siemens acusados de subornar governantes da Argentina (Especialidade da Siemens?)

* Preços estão 4% mais caros do que no ano passado (Portugal)
* Household electricity bills skyrocket (11,8%) (EUA)
* China’s Shrinking Trade Surplus May Push Wen to Stimulus at Work Meeting
* Indian rupee hits record low against dollar

* Four in ten drugs wrongly administered in hospitals
* Parents claim link between flu vaccine and narcolepsy
* All pregnant women should take vitamin D, coroner says
* Água subterrânea contaminada com arsénio (Os lençóis freáticos de 19 locais nos EUA próximos de centrais de carvão […])
* Dirty power plant rules abandoned (Austrália)
* Union hampered by its own polluters
* Persistent drought in Romania threatens Danube’s power (Baixa no nível das águas do Danúbio significa que o reactor nuclear terá de ser encerrado.)
* Testimony in nuclear plant damages case hints to cover-up (Israel)

* Preços elevados do petróleo são ameaça à economia global
* Ataque reduz produção do maior poço petrolífero do Iraque
* Japan uses 200,000 bpd more crude for power in Nov
* Fresh fuel shortages likely amid subsidy standoff (EAU)
* ‘US to control Iraq oil always’
* Oil Prices Go Nuts After Rumors That Iran Closed The Strait Of Hormuz
* Sinochem, Gulfsands shut down Syria oil ops
* Poisoning link threatens future of fracking
* Over-reliance on wind farms ‘will lead to power cuts’
* Tax Credit End May Slice Wind-Industry Jobs by Half, Study Shows
* Nuclear Power Cost Seen 50 Pct Higher Than 2004 Estimate (E não inclui os 100 mil anos de armazenamento das substâncias radioactivas…)
* Gov’t panel sees renewable energy costs dropping to level of nuclear energy by 2030
* Expansão do consumo de commodities vai além da China

* ATENÇÃO:  US troops surround Syria on the eve of invasion? (Um antigo oficial do FBI informa que forças dos Estados Unidos e da NATO aterraram perto da fronteira da Síria e estão a treinar militantes para derrubar o regime do presidente Bashar al-Assad.) (Rufam os tambores…)
* Síria: Oito soldados mortos por desertores – Militantes
* Russia slams West for ‘immoral’ Syrian stance
* Armed gangs kill Syrian army general
* This Could Be Part Of The Reason Iran Is So Darn Defensive
* Iran must chose between a bomb or survival: Israel (Sangue…)
* Ex-Iran Guard commander visits White House with Iraq leader

* China to open its first military base abroad in Indian Ocean
* China says mulling Seychelles naval hosting offer
* ‘Drone’ americano despenha-se nas Seicheles
* China envia navio patrulha para proteger o mar Oriental (A China disputa com os vizinhos Japão e Taiwan um grupo de ilhas desabitadas –Senkaku no Japão e Diaoyu na China– que Pequim reivindica dentro de suas águas territoriais.)
* British Destroyer ‘Keeps Watch’ on Russian Carrier
* Security firms involved in 200 shootings in Iraq
* Japan to buy F-35 stealth fighters for air defense
* Swiss nuclear engineers admit involvement in global nuclear weapons trade
* Hezbollah names CIA spies in Lebanon
* FBI turns down request for info. on Carrier IQ
* Newburgh Four: poor, black, and jailed under FBI ‘entrapment’ tactics (Em Junho, quatro homens foram presos por 25 anos por um plano terrorista nos Estados Unidos. O FBI apresentou-os como fanáticos dedicados, mas terão eles sido seduzidos pela promessa de dinheiro de um falso informador?) (Estados sem direitos…)
* FBI says hackers hit key services in three US cities

* “Indignados” no tribunal de Barcelona para ouvir deputados
* US protests boost sales and fears of sonic blaster
* Crushing Occupy: riot police and undercover agents
* Occupy disrupts Pacific ports; arrests in Seattle, NYC, Houston
* 25 Occupy Boston protesters arraigned, released
* Police remove Occupy Baltimore protesters

* Inside Wukan: the Chinese village that fought back
* Italy faces week of strikes against Monti’s austerity
* Greek disability organizations hold rally
* Iraque: Centenas de habitantes de Fallujah celebram retirada de norte-americanos

‘Bankers & bosses drive EU down Great Depression road’ (Essencial…)

Nigel Farage on effect of UK not signing EU treaty

Gold’s Purchasing Power Rising ‘Dramatically’ (Essencial…)
Vodpod videos no longer available.
Delusion, Trick & Fraud: ‘Global warming nonsense lobby to collapse’ (Piers Richard Corbyn!!!)

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 14/12/2011, in Mais Notícias, Notícias, Outras Notícias do Dia. Bookmark the permalink. 1 Comentário.

  1. CropedFrag

    http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/asia/china/8954315/Inside-Wukan-the-Chinese-village-that-fought-back.html

    Inside wukan, huh?

    Acho esta boa altura, para quem não estiver familiar, para rever o que aconteceu em Tiananmen, em 1986, em Pequim.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Tiananmen_Square_protests_of_1989

    O wikipedia consegue dar um resumo mais ou menos geral sobre o que aconteceu, mas para quem quiser souber mais, aconselho uma boa pesquisa pela net, e alguns documentários. Pois se isto não resolver, cheira a sangue.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: