Notícias do Dia 01/11/2011


(Por vezes temos de passar anos até encontrar uma linha escrita que descreva realmente um mundo que escapa a, direi 9.999 pessoas em cada 10.000, talvez mesmo até em um paralelo muitíssimo superior! Hoje temos o prazer de nos podermos deleitar com uma das verdades mais firmemente guardada dos Zé Esquecidos deste mundo; o mundo de um país dentro da Grã-Bretanha, dentro de Londres, dentro de outro mundo, a casa dos derivados, dos corruptos, dos mafiosos, dos oligarcas, dos déspotas, dos tiranos, o mundo do 0,01%, aquele mundo que a todo o custo tentam esconder dos Zé Esquecidos deste mundo. Só que agora esse mundo está a ser “invadido” pelos ocupas irmãos de Wall Street e isso está a começar a fazer comichão, seja na escrita descritiva que hoje temos direito, como no futuro que está para chegar. Abaixo uma descrição do país, do mundo da The City, em Londres!)

* ATENÇÃO: The medieval, unaccountable Corporation of London is ripe for protest (É o coração negro da Grã-Bretanha, o lugar onde a democracia vai para morrer, imensamente poderoso e sem ter de dar justificações. Mas dúvido que 1 em cada 10 britânicos tenha ideia do que é a corporação da City de Londres e como funciona. […] «a City de Londres é única». […] Existem 25 áreas eleitorais dentro da Square Mile. Em quatro delas, às 9.000 pessoas que vivem dentro das suas fronteiras é-lhes permitido votar. Nas restantes 21, os votos são controlados pelas empresas, principalmente bancos e outras instituições financeiras. Quanto maior o negócio, maior o voto: uma empresa com 10 empregados tem direito a dois votos, os maiores empregadores, 79. Não são os empregados que decidem para onde irão os seus votos, mas os chefes, que “nomeiam” os votados. Plutocracia, pura e simples. […] a Corporação vive fora de muitas das leis e dos controlos democráticos que governam o resto do Reino unido. A City de Londres é a única área da Grã-Bretanhathe sobre qual o parlamento não tem autoridade. […] O mandato do Mayor de Londres acaba nas fronteiras da Square Mile. […] Vários governos tentaram democratizar a City de Londres mas todos, ameaçados pelo seu poderio financeiro, falharam. […] A City tem explorado a sua  posição invulgar para se estabelecer como um tipo de um estado offshore, uma jurisdição secreta que controla a rede de paraísos fiscais que estão hospedados dentro das dependências da coroa britânica e nos territórios de além-mar. Este estado autónomo dentro das nossas fronteiras está em posição de poder lavar o dinheiro ilegal de oligarcas, cleptocratas, mafiosos e barões da droga. Como a magistrada francesa de investigação, Eva Joly, observou: «nunca transferiu nem mesmo a mais pequena informação de evidência utilizável a um magistrado estrangeiro». Priva o Reino Unido e outras nações das receitas de impostos que estão no seu direito. […] Shaxson prova como a falta de regulação em Londres permitiu aos bancos americanos contornar as regras desenvolvidas pelo seu governo. As transacções selvagens da AIG poderão ter tido lugar nos Estados Unidos, mas a unidade responsável era regulada na City. O Lehman Brothers não conseguia obter aprovação legal para a sua folha de transacções em Wall Street, por isso usou uma empresa de consultadoria de Londres. […] «A City de Londres irá continuar fora da autoridade do parlamento. Aos bancos nacionais e estrangeiros continuará a ser permitido que votem como se fossem seres humanos, e os seus votos irão ser sempre em número superior ao das pessoas reais.» […] O seu poder também ajuda a explicar o porquê das regulações sobre os bancos terem melhorado muito pouco depois do crash, o porquê de não existirem controlos sobre os rendimentos dos executivos e sobre os seus bónus, e o porquê de sucessivos governos terem falhado em agir contra os paraísos fiscais sobre a dependência da Grã-Bretanha.)
* Special economic zones proposed (Queremos paraísos fiscais para a Grécia!!! ESTE É O NOSSO MUNDO!!! Proposto pela UE!!!!)
* Credit-Default Swap Risk Bomb Is Wired to Explode: Mark Buchanan (Esta rede secreta foi criada por instituições que compram e vendem CDS não regulamentados. Essencialmente são seguros sobre Títulos; no caso de um incumprimento no Título, o vendedor do “swap” promete pagar ao comprados o valor do Título. Os credit-default swaps são maioritariamente tratados «por baixo da mesa», não são nem negociados nem registados por nenhum centro de informação central. […] Foram a principal razão porque o governo americano necessitou de intervir em 2008 para prevenir o colapso da gigante seguradora American International Group Inc. […] AIG teria potencialmente responsabilidades de aproximadamente 500 biliões de dólares em pagamentos. Através dos contratos de CDS, a ruptura do AIG poderia ter espalhado sofrimento pelo sistema financeiro global. O caso da AIG ilustra a paradoxo importante que novamente se agiganta na actual crise da dívida da Europa. […] a partir de determinado nível limite, tentativas para partilhar o risco aumentam as probabilidades de um banco falir. […] Isto é especialmente preocupante quanse se leva em consideração que os números de contratos de CDS que sustentam as dívidas soberanas duplicaram no espaço de apenas 3 anos, mesmo depois da catástrofe que assolou o AIG. […] A explosão de contratos de CDS não regulamentados e na sua grande maioria quase ocultos foi tornado possível pela desregulamentação financeira de 2000, e isso tornou o sistema financeiro mais arriscado. A sua utilização sem limites — especialmente devido ao quase desconhecimento de quem está a fazer o quê — parece uma receita para o desastre.) (Os derivados, os mesmo «meninos» que assolaram o mundo em 2008 são eles os mesmos que continuam a assolar o mundo. Os derivados, os «meninos» que “obrigaram” os países soberanos a PAGAR o seu jogo de insanidade, levando para a lama quem os tentou salvar, são eles que continuam à espreita prontinhos a estoirar… e são mais, ou aproximadamente, de um quatrilião de dólares de impagáveis insanidades!!!)

* Risco de bancarrota dos principais bancos dispara (O maior stresse atingiu o Deutsche Bank alemão, o Wells Fargo norte-americano e o Standard Chartered asiático.)
* Quedas do BCP e BPI superam os 10% e levam PSI 20 a agravar quedas (Os insolventes…)
* Caixa Geral de Depósitos funde Império Bonança e Fidelidade Mundial (Tapa buracos…) Hmmm
* “É fácil bater nos bancos. Isso desculpa muita incompetência” (É fácil bater nos políticos, isso disfarça muita da corrupção…)
* Barclays’ profits blasted as ‘tricks’ by City analysts (As mãonipulações da ordem…)
* Europe Tries To Recapitalize Banks Without Injecting Capital (Os maiores bancos euroepus poderão conseguir angariar apenas 1\10 do capital em falta estimado pelo reguladores, […]) (Está garantido, porque hão-de eles andar se a chatear com isso!!!)

* Papandreou põe o povo a decidir sobre novo pacote e mais austeridade (WOW!!! Fim da linha…)
* Oposição na Grécia tentará impedir referendo a qualquer custo (E a democracia é deitada para o lixo!!!)
* Anúncio de referendo grego surpreende líderes europeus
* Referendo da Grécia enfurece os alemães (A democracia enfurece os alemães?!?!)
* Greece throws euro bailout into fresh crisis
* Greek referendum: this could get messy ([…] e terá, na semana passada, Papandreou mencionado o seu plano a Angela Merkel ou a Nicolas Sarkozy? O silêncio de ontem à noite de Paris e Berlim sugere que não. Pode a União Europeia continuar a eniar fundos para um país que pode, dentro de dois meses, decidir que não quer assinar os termos do pacote de empréstimo?)
* Greek Vote Threatens Bailout

* Jean-Claude Trichet diz que não dorme há uma semana por causa da crise na zona euro Hmmm
* Mamma Mia , exclama Krugman (A subida das taxas de juro da dívida italiana revela que o plano europeu para salvar o euro está “a desmoronar-se mais rapidamente do que eu pensava”, confessa o prémio Nobel da Economia.)
* Dívida grega está no charco e arrasta periféricos
* EU Summit Paves the Way for a Split Continent Hmmm
* This was the week that European democracy died (O plano para resolver a crise da Zona euro irá apenas deixar as pessoas comuns com ainda menos poder. […] Então é assim que estamos. A parada triunfal para os média em Bruxelas da acordada «união de estabilidade» da UE irá ter o poder para aprovar ou desaprovar orçamentos de países da zona euro – ou seja, para vetá-los ou policiá-los – antes de serem submetidos aos parlamentos elitos desses países. Noutras palavras, parlamentos que são directamente mnandatados e que respondem às suas polpulações não irão controlar a mais essencial função de governo: desições sobre os impostos e os gastos.)
* A Dysfunctional French Democracy
* Berlusconi Stays Defiant as Europe’s Crisis Focuses on Italy Reform Effort
* China warns it cannot ‘cure’ eurozone’s debt crisis
* China advocates Europe borrow in renminbi (Se procura um amigo em Beijing, arranje um cão)

* Governo abre a porta a semana de 48 horas (A nossa demo-cracia…)
* Cerca de dez mil alunos do ensino superior vão perder a bolsa de estudo este ano (Corta no futuro…)
* “Hecatombe” no comércio esperada para Dezembro atingirá mobiliário e electrodomésticos (A morte lenta…)
* Portugueses apostam na ‘penhora’ de artigos e venda em 2ª. mão para conseguirem sobreviver
* Prestação da casa sobe mais nove euros em Novembro
* Incumprimento bancário e crise penhoram casas a centenas de famílias em Sintra
* Um terço das falências decretadas é de pessoas singulares
* Mais risco de agitação social ([…] Portugal está entre os sete países da União Europeia (UE) onde há mais riscos de confrontos sociais, em virtude do aumento do desemprego e da crise económica.)

* CRASH NAS BOLSAS
* Economia do Reino Unido cresceu 0,5% no terceiro trimestre (Cresceu contabilisticamente… no real…)
* Britain could take up to six years to recover from the recession (6 meses, 1 ano, 2 anos, 3 anos, agora já vamos em 6… Para o ano quantos serão?!?!)
* Produção industrial no País cai 2% em setembro (Brasil – Travagem…)
* Nível da atividade industrial nos EUA desacelera em outubro (Travagem…)
* Quase metade dos milionários chineses tenciona emigrar
* Quase metade dos jovens mexicanos são pobres, segundo autoridades
* U.S. Income Inequality Is ‘Unsustainable,’ Says Bill Clinton
* The Hill Poll: Fears about inequality in income grow
* More than 60 percent of global consumers downbeat: Nielsen
* Home prices heading for triple-dip (EUA)
* Brazil to overtake UK as sixth-largest economy
* Thailand floods disrupt global production
* Half of India’s cities have no piped water or sewer systems (E anda o mundo dependente do PIB da Índia…)

* Relatório do governo americano sobre tráfico humano inclui nome de Berlusconi (É cada um melhor que o outro… os nossos representantes das nossas demo-cracias…)
* The two faces of Tony Blair
* Prince Charles’s legislation veto shows the duchy is no ordinary private estate

* Itaú Unibanco lucra R$ 10,9 bi no ano, alta de 15,9%
* Inadimplência no Itaú Unibanco sobe a 4,7% puxada por pessoa física
* FMI reconhece erros de análise e quer preveni-los (Se fossem apenas de análise…)
* Governo paquistanês não quer mais dinheiro do FMI
* Colômbia fecha central de inteligência por espionagem ilegal
* Cheat Sheet: What’s Happened to the Big Players in the Financial Crisis (ESTE É O NOSSO MUNDO!!! Uma listinha de virtudes que as nossas demo-cracias aplaudem no silêncio da sua inacção!!!)
* MF Global: Likely Among the 10 Biggest Bankruptcies Ever
* Regulators Investigating MF Global (Reguladores federais descobriram que nos últimos dias desapareceram centenas de milhões de dólares de dinheiro de clientes, […])
* HSBC accused of helping Egypt generals stifle dissent (ESTE É O NOSSO MUNDO!!!)
* EUA retiram apoio à UNESCO após admissão da Palestina (Os reis da hipocrisia…)
* U.S. had advance warning of abuse at Afghan prisons, officials say (Os reis da hipocrisia…)
* Bahrain royal accused in $6m UK corruption case

* Estagflação? (Estaria a economia global caminhando para uma fase de estagflação? É, evidentemente, muito cedo para uma resposta. Mas, as trajetórias do ritmo de atividades e da alta de preços estão seguindo tendências invertidas.)
* Tóquio em “guerra de nervos” contra especuladores face à valorização do iene (Especuladores ou desvalorização contínua do dólar?!?!)
* Feeling the Heat: Global Inflation (Uma bela listinha…)
* Doubts Cloud Tokyo’s Yen Intervention (Quem consegue desvalorizar mais depressa…)

* Cientistas chineses obtêm proteína albumina a partir do arroz (Sangue humano – os Deus do aDeus…)
* How giant ‘near-miss’ asteroid could shed light on formation of Earth (Um asteroide com o tamanho de um porta-aviões poderá fornecer pistas vitais sobre a formação da Terra […] A imensa pedra espacial irá falhar o nosso planeta por 200.000 milhas, na terça-feira, 8 de Novembro, […]) (Tenham calma a NASA tem 7 dias para pensar sobre o caso – sarcasmo. Não resisti🙂 )
* Breast Cancer & Bacteria
* Invasion Of The Mind-Controlling Zombie Parasites ???

* Fukushima shiitake cesium spikes (E continua…)
* Many people uneasy about soil disposal plan
* Chernobyl residents share the pain of Fukushima

* Japão espera evitar cortes de energia no inverno, diz governo
* Noda, Dung Confirm Japan’s Nuclear Cooperation to Vietnam
* Japan, India to cooperate on nuclear technology, rare earths
* Plans for Gold Mine Divide Bulgarians
* Thorium – the safer nuclear power? (Verdade. Mas faltam-lhes 2 a 3 décadas de desenvolvimento…)
* Iron-ore price drop may hit Australia hard
* ‘No Swiss ban on Iran’s natural gas’

* Gás mostarda descoberto em dois locais secretos na Líbia
* Nato concludes mission in Libya… but a bad omen for the future as Al Qaeda flag flies over Benghazi Hmmm
* ‘France sold Gaddafi €90 mn in arms’ (Os reis da hipocrisia…)
* Libya militia ‘terrorises’ pro-Gaddafi town of Tawargha
* ‘Gulf countries conspiring to topple Assad’ Hmmm
* ‘Hundreds’ killed in Sudan clashes
* Iran demands apology from US over Saudi ambassador ‘assassination plot’
* US envisions NATO of the Gulf
* Israel warns West: Window of opportunity to thwart Iran nuclear program is closing
* NGO accuses state of forcing Palestinians out of e.J’lem
* Displacement of Palestinians ‘a war crime’
* US terror drones kill four in Pakistan
* Targeted killing unjustifiable: UN
* China rebuts US accusation of hacker attacks
* Virus that hit embassy computers designed to send data to servers in China (Japão)


* Ucrânia: Veteranos de Chernobil tentam invadir parlamento ([…] para protestar contra a supressão de apoios médicos e sociais.)
* Protestos contra China no Nepal terminam com 60 tibetanos presos
* History haunts Egypt’s revolution (Quem fecha os olhos à História, por ela é consumido!!!)
* Violence and the #occupy movement
* Occupy Veterans Movement Growing Across U.S.
* Police crack down on Occupy protests in Texas and Oregon (VIDEO)
* Germany’s ‘Occupy’ protesters return to voice anger
* Wall Street protests echo in Tokyo
* Bahraini forces attack anti-regime demo
* Students stage anti-government protest in east Sudan
* Punjab farmers block rail traffic, slam government for anti-farmer stance (Índia)
* Thousands rally for Fukushima compensation, decontamination

Eurocrisis relay baton – Portugal’s next

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 01/11/2011, in Mais Notícias, Notícias, Outras Notícias do Dia. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: