Num Feudo Chamado Portugal

Receitas fiscais subiram 15% em Janeiro, efeito da subida de impostos. Número de insolvências de singulares em Portugal dispara 80%. Bancos mantêm lucros mas pagam menos de metade dos impostos.

350 milhões euros… é este o número do crescimento da receita com impostos, para o Estado, quando se compara Janeiro de 2010 com Janeiro de 2011. Convém salientar que estes números são apenas provisórios e que o provisório nos últimos anos tem dado lugar a constantes revisões em baixa… mas até lá vou analisar estes 350 milhões tal como estão a ser anunciados.

2.770,000 milhões de euros de total de impostos arrecadados no mês passado.
Primeira pergunta:
Qual a diferença entre o valor arrecadado com impostos e o endividamento do Estado no mesmo período de tempo?
Fui olhar para as notícias que saíram no mês passado e o número a que cheguei foi (caso não me tenha escapado nenhuma informação) foi:  110.000.000 + 750.000.000 + 2.300.000.000 + 500.000.000 + 1.255.000.000 e mais 1.000.000 que não sei se foram parte integrante de algum dos valores enunciados, ou se foram vendidos de forma independente. De total temos 4,915 mil milhões de euros de dívida contraída, ou 5,915 milhões caso se adicione os tais mil milhões (vendidos à China) que não se sabe bem o que são.
Portanto 2,7704,915 mil milhões e chegamos ao belo número de 2,145 mil milhões de euros negativos!
A meu ver há um saldo verdadeiramente positivo para os casineiros que andam a comprar o nosso futuro, isso sim. Existe um crescimento real da dívida contraída e apenas um crescimento marginal nas receitas do Estado.

Segunda pergunta:
Esse (ilusório) crescimento das receitas tem o seu sustento em quê?
No Zé Povinho.
Ficámos a saber que as falências de pessoas em Portugal disparou 80% no ano passado. É óbvio que tal não foi apenas responsabilidade do aumento dos impostos directos e indirectos, mas é indissociável que os aumentos dos impostos são exactamente o oposto de ajuda social, disso ninguém tenha dúvidas…

Alguns poderão exclamar, depois de ter apontado exclusivamente o Zé Povinho como a proveniência total do aumento das receitas do Estado com os impostos, ser uma afirmação descompassada e desequilibrada. É verdade que tal afirmação é simplista e facilitista, mas, infelizmente, não andará muito longe da verdade… ora vejamos…
Ficámos a saber que a banca nacional aumentou em 8% os seus lucros totais, para 996,6 milhões de euros, e que no mesmo período de tempo, em comparação com o ano de 2009, pagou menos 55% de impostos… Menos 55% de impostos?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?
Para quem anda mais distraído, relembro que já no ano passado a banca tinha pago menos de impostos que em 2008… portanto, este valor em baixa tem de levar em conta já ser em si comparado com um valor que já estava em baixa… (Tema abordado no artigo Este Ano a Banca Ainda Vai Pagar Menos de Impostos!!!!!!!!! )
Desculpem-me o descaramento… esta não é a democracia que me vendem os bananas! As suas palavras só podem ser palavras de circuntância e não uma real realidade!!!!!! Isto é (quase) pura e simplesmente a face de uma verdadeira demo-cracia!!!!!!
Pagámos, todos, para que a banca nacional, e não só, conseguisse atravessar a crise de 2008 com lucros, sendo eles os principais factores dessa crise, enquanto todos nós vimos e sentimos o contrair dos nossos rendimentos. Agora andamos quase todos a pagar mais para que o Estado não vá ao fundo, enquanto os mesmos que foram a causa, e que foram salvos (?) por nós, pagam ainda menos de impostos?!?!!?!?!?!?!?
Onde está a democracia que me querem vender nas palavras deles? Onde está?
Onde estão os políticos que nos escritos sobre a democracia são descritos como representantes dos eleitores?
Serão os seus eleitores a banca?
Será a banca a sua principal preocupação?
Será justo milhares de famílias portuguesas declarem falência para que a banca possa pagar ainda menos de impostos?
Será humano – nem pergunto se tal tem lógica – retirar o abono de família a milhares de famílias portuguesas e que a banca pague a menos de impostos (quase) o valor correspondente a essa diminuição de encargos do Estado?
É para impulsionar a economia… dirão dos bananas… é para fazer crescer Portugal… dirão os bananas… que sem crescimento não há espaço para o estado social… dirão os economistas… e o que têm a dizer do Zé Povinho, que sem o qual deixa de existir espaço para todas as nomenclaturas políticas evocadas como motivo para? O quê, exigir-lhe mais sacrifícios para que uns quantos, muito poucos, possam ter ainda mais benefícios que todos os outros?
Bem-vindos à demo-cracia, adeus democracia…

Conclusão:
Impostos que crescem como bolor e com o odor de injustiça na vida do Zé Povinho… dívida que cresce como cogumelos a bem da vida daqueles que os colhem… e à custa do mesmo Zé Povinho que lhes serve de adubo.. enquanto quem os colhe, colhe quase tudo o que há para recolher…
Esta é a vida positiva de uns… poucos… quase reis num feudo chamado Portugal…

Notícia do Público – Receitas fiscais subiram 15 por cento em Janeiro com efeito da subida de impostos
Notícia do Diário Económico – Número de insolvências de pessoas em Portugal dispara 80%
Notícia do Jornal I – Bancos aumentam lucros em 2010, mas impostos e dividendos baixam
Notícias de Apoio:
Notícia do Diário Económico – Portugal vende 110 milhões de euros em colocação privada de dívida
Notícia do Destak – Portugal coloca 750 ME no mercado com juro de 4,029%
Notícia do Diário Económico – Estado vendeu 2,3 mil milhões de dívida em colocações privadas
Notícia do Público – Portugal emitiu dívida com juros seis vezes mais altos que há um ano
Notícia do Jornal de Negócios – Portugal paga juro mais alto à China que ao mercado

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 11/02/2011, in Artigos, Banca, Corrupção, Economia and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: