O Santo Graal das Mentiras

Leilão foi um sucesso e 80% da procura foi do exterior. Chineses ajudam Portugal com mil milhões. BCE ajuda Portugal a manter acesso ao mercado. Alemanha em ano de crise com o maior crescimento desde 1992. Bruxelas prepara ajuda de 100 mil milhões a Portugal. Cada português deve 15 mil euros aos 10 maiores credores. QE2 está a levar os Estados Unidos para águas bravas.

Hoje o nosso absolutamente brilhante Ministro das Finanças e de Estado, provavelmente uma das maiores “bananas” que Portugal conheceu na sua história, veio todo pomposo afirmar que a emissão de dívida de hoje foi um valente sucesso e que cerca de 80% da procura veio do exterior.

“A China já comprou este ano cerca de 1,1 mil milhões de euros de dívida de longo prazo da República Portuguesa, apurou o CM.”
In Correio da Manhã

Terá antes sido um sucesso para a China? Terá sido um negócio da China?
Convém salientar que os 1,1 mil milhões já adquiridos pela China este ano (até ao dia 10 deste mês), não estão incluídos nos 1.249 mil milhões emitidos hoje. Podemos então especular um pouco e dizer que a China deverá representar a grossa fatia desses 80% de investimento estrangeiro…
Também podemos afirmar que em 12 dias de 2011 Portugal já se endividou, no mínimo dos mínimos, em 2,9 mil milhões de euros. Estamos mesmo a caminhar na direcção contrária à tão propalada redução do défice… mas isto sou eu apenas a mandar bitaites, ou não?

Para além das ajudas chinesas, o Banco Central Europeu tem andado a comprar que nem doido dívida soberana nacional de forma a tentar manter os juros abaixo dos 7%.

Portugal poderá ainda não estar a ser resgatado pelo FMI-UE, mas certamente já está a ser parcialmente vendido à China e ao BCE, pois nenhuma destas instituições é uma instituição de caridade, ambas buscam o lucro e primazia nos sectores lucrativos nacionais. Esta parceria concertada entre China e o BCE é quase o mesmo de estar a ser resgatado oficialmente, apenas diverge no facto do Zé Povinho julgar que não se passa nada e que Portugal está a conseguir conter a força da tempestade… nada mais enganador!

E em contraciclo eis que a Alemanha atinge uma marca histórica no ano de 2010. 2010 que foi o ano da desgraça para a Grécia e Irlanda e muito outros países ocidentais, incluindo Portugal, é ano das maravilhas na economia alemã… com um crescimento de 3,6%, valor sem paralelo desde 1992.
Esta situação deixa uma pergunta no ar:
Será a economia alemã um abutre que se alimenta dos restos putrefactos das economias que a rodeiam. Seremos nós alimento para o crescimento alemão?
Este é um mundo de fracos e fortes, onde o forte consome o mais fraco, por isso…

Enquanto assistimos impávidos e alguns serenamente o desenrolar das situações, eis que Bruxelas já alinhavou 100 mil milhões  para INVESTIR em Portugal. Não escrevi sem querer a palavra INVESTIR. Bruxelas é mais um dos predadores que está sentadinho à espera do momento mais oportuno para caçar mais um vítima e depois tipo abutre alimentar-se do sangue e restos por si espoliados.
Mas há mais… 100 mil milhões é mais do que a ajuda providenciada à Grécia e à Irlanda!
100 mil milhões significa que Portugal, que tem uma economia inferior à grega e à irlandesa, está em pior estado que os países que já foram INVESTIDOS pela UE.

Para se ter uma noção mais aprofundada do nível dívida criado pelas elites que nos (des)governaram nas últimas décadas, nada melhor que analisar os números avançados nas informações que os bancos deram em Março do ano passado ao Comité das Autoridades Europeias de Supervisão Bancária. (Valores avançados durante o pseudo teste de stress aos bancos)
Cada português, 10,6 milhões, deve 15 mil euros aos 10 maiores credores da dívida soberana nacional- 15 MIL EUROS.
Quantos portugueses ganham 15 mil euros por ano???
A resposta a esta pergunta responde ao nível insustentável que estão as finanças de um país que está a ser consumido pelas ânsias de ganância das elites bananeiras e casineiras que nos (des)governam e (des)governaram nas últimas décadas!
Já poucos se devem lembrar que os impostos que pagamos são para termos acesso GRÁTIS à saúde, às estradas, a transportes públicos acessíveis, a serviços públicos para todos… Já pouco se devem lembrar que não pagamos impostos para sustentar casineiros, nem que temos de pagar ainda mais que os impostos que já pagamos para termos acesso a serviços básicos… Já poucos se recordam que os impostos são para nós e não deles!
Escrito isto, convém fazer as contas e apresentar o número da vergonha nacional: 157.440 milhões de euros de dívida acumulada aos 10 maiores credores de Portugal! Apenas aos 10 maiores! Podemos estimar que outro tanto, ou mais, estará disperso pelos restantes!
Quanto mais que 15 mil euros estará cada português a dever?
Apresenta-se excelente o nosso futuro, verdade?
É uma bela imagem das qualidades dos “bananas”, verdade?
Podemos todos estar descansados que a nossa banca é inabalável, verdade?
A verdade é que a verdade é substancialmente diferente daquela que os mestres da mentira e ilusão nos contam… os bananas e seus compinchas os casineiros.

Por vezes, para se conseguir compreender melhor o verdadeiro sentido das coisas, temos de sair do nosso espaço físico e entrar noutras fronteiras para se entender a verdadeira extensão das tomadas de opção dos  bananas e dos casineiros.
Hoje vou-nos transportar até aos Estados Unidos e analisar o QE2 – pacote de ajuda Nº2 – na economia americana e as suas similaridades com os pacotes de ajuda aplicados em Portugal e na Europa.

“Os Estados Unidos estão a trocar uma crise financeira por uma insidiosa crise social.”
“Há um detalhe significativo na informação das vendas a retalho de Dezembro nos Estado Unidos.(…) As lojas de venda de produtos de luxo registaram um crescimento de 8,1%, mas as lojas de retalho de produtos para a classe média\pobre cresceu apenas 1,2%.”
“Este é o fruto caduco das políticas da Reserva Federal. O Fed já nem se dá ao trabalho de negar que o propósito do QE2 é fazer crescer Wall Street.  A ardilosa estratégia de Ben Bernanke arrisca corroer a solidariedade americana muito antes de conseguir fazer algo pelos pobres da América.”
In WA Today – Ambrose Evans-Pritchard

Uma vez mais pela voz de Evans-Pritchard temos acesso a uma visão mais profunda do real significado das coisas.
Agora já é mais entendível o porquê da Alemanha estar a crescer enquanto os países mais pobres da Europa ficam ainda mais pobres. A lógica é a mesma, todo o dinheiro criado e injectado na Europa está a ir parar às mãos daqueles que menos necessitam dele, agudizando e enfatizando as diferenças que já existiam.
Neste mundo não cabe Portugal, nem a Grécia, nem Irlanda, nem nenhum país que não seja rico. Este mundo é um mundo para quem já tem demais, onde as políticas servem apenas para lhes dar ainda mais, deixando sempre à margem, ou à espera que os que têm demais cedam um pouco para que os pobres consigam sobreviver:

“O número de pessoas que subsistem a senhas de ração – no valor de 140 dólares cada – chegou aos 43,2 milhões, um recorde de 14% da população.”
In WA Today

Portugal e os portugueses irão em breve fazer parte dos 14% da Europa que irão sobreviver a senhas de ração dadas pelo FMI e pela UE…

Conclusão:
Uma vez mais os “bananas” fazem uma festa porque conseguiram adiar para mais tarde a verdadeira profundidade dos problemas que têm vindo a criar faz décadas… adiam os problemas vendendo ao desbarato aquilo que não é deles mas sim nosso, aos chineses e ao Banco Central Europeu (predadores)… criando no Zé Povinho a falsa ilusão de resolução dos problemas… enquanto isso os ricos da Europa atingem marcos históricos, só possível porque já não usam o marco como moeda e se alimentam tipo abutre dos restos putrefactos dos países mais pobres… e para conseguirmos ver a real efectividade dos problemas temos de ir até ao centro da falsa democracia que nos (des)governa, até aos Estados Unidos, para se perceber que todas, ou quase todas as medidas tomadas para salvar a economia mundial não mais foram que medidas para ajudar quem não necessitava de ajuda, e ficarmos a saber que por terras do Tio Sam, a dita terra sagrada da democracia, não ser rico é ser-se um pária que conta apenas para as estatísticas das senhas de ração que já representam 1\6 de todos os que por lá vivem…
Digam lá que não é bom saber que o Santo Graal das mentiras se aninha nos seios que dão de comer aos bananas e aos casineiros… os seios somos todos nós que não fazemos parte do grupo dos ricos, parte do 1%… nós somos a vaca leiteira que dá de mamar aos insaciáveis predadores…

Notícia do Diário Económico – Leilão foi “um sucesso” e 80% da procura veio do exterior
Notícia do Correio da Manhã – Chineses ajudam Portugal com mil milhões
Notícia do Diário Económico – BCE ajuda Portugal a manter acesso ao mercado no leilão de hoje
Notícia do Diário Económico – Alemanha fecha ano de ‘crise’ com maior crescimento desde 1992
Notícia do Jornal de Negócios – Bruxelas prepara ajuda de 100 mil milhões a Portugal (act.)
Notícia do Sol – Cada português deve 15 mil euros aos dez maiores credores
Notícia do WA Today – QE2 is sailing the US into stormy waters

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 12/01/2011, in Artigos, Banca, Corrupção, Economia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: