Ao Encontro do Destino

Portugal é o País do euro que mais paga para se financiar. Bancos portugueses ajudam estado. Estado paga 2,3 mil milhões de euros de juro até ao final do ano. Mercado aposta em nós como a próxima vítima. As vozes dos outros.

Na sequência da saga de artigos sobre o futuro mais próximo de Portugal, os últimos desenvolvimentos:
(Continuação dos artigos: Próximo do Fim das IlusõesÀ Beirinha do BeiralA EsquinaContornando a Esquina)

Para surpresa de alguns Portugal já é o país que mais paga para se financiar nos mercados de dívida.
Nem Grécia nem Irlanda são vistos actualmente pelos mercados internacionais como um problema tão grave quanto Portugal… Talvez esta realidade ajude a mudar a visão que muitos continuam fervorosamente a querer agarrar…

Existe o mundo da realidade e o mundo de conto de fadas. O mundo de conto de fadas foi o que temos vindo a viver, pelo menos nesta última década, onde todos os problemas que agora estão a dar de si já eram visíveis e expectáveis usando apenas o bom senso económico para os analisar… Nada é eterno e nada pode eternamente crescer… 2+2= 4…

É-nos dito que a última emissão de dívida do Estado português teve um resultado positivo na elevada procura dos mercados…
Mais um conto de fadas…
Quem está a comprar a maioria da dívida nacional são os bancos portugueses:

De acordo com os dados publicados esta semana pelo Banco de Portugal, o crédito líquido obtido pelo Estado durante os primeiros sete meses do ano (12,9 mil milhões de euros) foi obtido na sua totalidade junto de agentes económicos que residem em Portugal (na sua maioria bancos).

In Público

Os investidores estrangeiros adquiriram APENAS 3,29 milhões de euros…
Portanto, quem se está a endividar ainda mais é a banca nacional de forma a que o Estado consiga angariar dinheiro para conseguir pagar as suas contas correntes.

Já conseguem compreender melhor o porquê do acesso aos empréstimos bancários estar cada vez mais complicado? Já compreendem o porquê dos juros dos novos empréstimos andarem a taxas incomportáveis?
Isto é um sistema em pirâmide… De que vale a Portugal que a banca portuguesa compre a dívida nacional se essa banca tem de se endividar lá fora para a conseguir comprar?
É apenas um tentar adiar o inevitável, ou pior, o agravar de problemas já de si gravíssimos…
Sabem, andar a tratar uma infecção generalizada apenas com água oxigenada não resolve nada. Por vezes é melhor passar logo para a mesa das operações e tratar a fundo o problema do que deixá-lo espalhar-se ainda mais…
Quanto mais tarde Portugal bater no fundo, mais tempo iremos sofrer e mais tempo de medidas draconianas teremos de enfrentar…

Ficamos hoje também a saber que Portugal de Outubro até Dezembro irá pagar 2,3 mil milhões de euros APENAS de juros da dívida… ou seja, em três meses 2,3 mil milhões, o que nos ajuda a concluir que aproximadamente nos outros nove meses do ano Portugal poderá ter pago algo como 6,9 mil milhões de euros APENAS de juros. Se levarmos em consideração que o défice do Estado aumentou 9 mil milhões até Agosto, podemos facilmente constatar que mais de 2/3 desse aumento poderá ter sido causa directa dos APENAS juros que teve de pagar da dívida contraída…
Conseguem ver onde isto irá parar, principalmente para o ano que vem quando Portugal tiver de começar a pagar os juros das emissões de dívida deste ano que mais do que sextuplicaram nos juros? Não?
6X9= 54 mil milhões de euros APENAS de juros num ano no pior dos cenários… analisando estes números aponto para algo um pouco acima dos 20 mil milhões de euros APENAS em juros…
Então mais dinheiro irá ser necessário, mais dívida terá de ser criada… e “prontos”, entrámos na curva de aceleração de um gráfico exponencial que se irá tornar imparável e incontrolável…

Será melhor estourar já ou adiar para amanhã?

Filipe Oliveira, vice-presidente do Bank of New York Mellon, afirma que o mercado está a apostar que Portugal irá ser a próxima vítima…
Depois de vistas as contas dos juros, só será surpresa para quem ainda quiser continuar a agarrar-se aos contos de fadas…

E para fechar este artigo, o que outros lá fora pensam dos resultados da última emissão de dívida de Portugal:

Peter Chatwell, Credit Agricole – “(…)o preço destas obrigações desceu de forma acentuada nas últimas semanas o que nos faz suspeitar que o mercado esteve vendedor, pelo que parte desta procura terá sido profit taking”

Richard Batty, Standard Life Investments – “Isto é um sinal dos problemas para Portugal. O país não pode continuar a pagar juros cada vez mais elevados”.

In Diário Económico

Também existem muitas opiniões conto de fada… quem as quiser conhecer basta ver e ouvir o que faz parangonas pelos meios de comunicação social, mesmo que ultimamente as parangonas conto de fadas sejam cada vez mais difíceis de colocar sobre um cenário que cada vez menos tem pontos positivos por onde se pegar…

Portugal está a caminhar ao encontro do seu destino. Podemos desejar que esse encontro seja na sua essência positivo – todos desejamos isso – mas quando confrontados com a realidade do nosso mundo o optar por continuar a viver num conto de fadas não é decididamente a melhor solução, antes pelo contrário, isso só contribuirá para que os problemas venham a tornar-se ainda mais graves e de resolução ainda mais complicada e complexa.
Todos os sinais que têm vindo a público ultimamente não auguram um futuro risonho para Portugal, e como os nossos “bananas” quase só conseguem proteger quem mais tem, poucas dúvidas tenho que nós, o Zé Povinho, iremos pagar com o nosso suor, sangue e lágrimas todos os erros de ânsias de ganância dos “bananas” e do 1% que vêem o mundo como um carrossel de numerário em eterno crescimento desprendidos da quase totalidade dos verdadeiros valores da vida…

Notícia do Diário Económico – Portugal é o país do euro que mais paga para se financiar
Notícia do Público – Bancos portugueses ajudam Estado
Notícia do Jornal de Negócios – Estado paga 2.300 milhões de juros até Dezembro
Notícia do Diário Económico – “Mercado aposta em nós como a próxima vítima”
Notícia do Diário Económico – Emissão é um sinal dos problemas para Portugal

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 23/09/2010, in Artigos, Banca, Economia and tagged , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: