O Destino (Sombrio) da Economia Mundial

Economistas prevêem a chegada de maus ventos – especialmente para os Estados Unidos.

Hoje que nos dizem que as bolsas estão todas em alta, que todos os indicadores são surpreendentemente positivos, quase tudo cor-de-rosa, chegam-nos as conclusões de um fórum de economistas – desengane-se quem pensar que por lá só estiveram os negativistas do costume:
Financial Markets workshop

Uma das reuniões mais conceituadas a nível global no debate sobre as tendências económicas, o fórum de Ambrosetti, que se realiza todos os anos desde 1975, foi lugar para algumas visões um pouco cinzentas sobre o futuro da economia global.

Nouriel Roubini:
“Existe um risco significativo de «double-dip» nos Estados Unidos, assim como no Japão e em muito países europeus.”

Edwin Truman:
“O cenário mais provável para a economia será um crescimento marginal.”

Vários economistas concordaram que:

“A maioria dos factores que impulsionaram a economia desde o colapso do Lehman Brothers estão a desvanecer ou já acabaram, incluindo não só o massivo pacote de estímulo assim como a redução dos impostos, e ainda os esquemas para apoiar o consumo(…)”

“Os estímulos aclamados como indispensáveis para voltar a «acordar» as economias moribundas geraram imediatamente défices e dívida causando preocupações nos mercados, o que impulsionou medidas de austeridade – que minam o crescimento.”

Outras coisas foram por lá nomeadas como:

– O valor do euro ser ainda demasiado elevado em relação ao dólar, o que retira competitividade às economias europeias.
– A maior parte do crescimento mundial está dependente dos valores de crescimento apresentados pela China.
– O sector que é visto como tendo sido o catalisador da recessão, imobiliário, continua em ruínas.
– O desemprego continua a ser um fardo enorme em muitas partes do mundo desenvolvido, especialmente em Espanha.
– Um crescimento de 1% na economia significa a estagnação dos rendimentos per capita.
– Em pouco tempo os Estados Unidos estarão a gastar mais com a dívida do que com a segurança nacional.
– Os americanos terão de baixar os seus padrões de vida.
– A China está tão dependente das exportações que em 2011 a Índia irá estar a crescer mais que ela, porque não é tão dependente de um mercado ocidental que irá estar a mãos com uma contracção no consumo.
– A Grécia não se irá salvar…ou o mundo subsidiará eternamente Atenas ou então irá impor um nível de austeridade que poderá conduzir a uma guerra civil.

Qualquer um dos pontos mencionados neste fórum de tendências da economia são os que importa realmente estar atento… todas as notícias rosáceas que forem saindo por aí poderão ser insignificantes quando comparadas com a dimensão de qualquer um destes cenários.
Aqui poderá ter sido descrito o futuro e é de futuro que temos de viver. Um bom passado não é garantia de um bom futuro. A noção de que o nosso futuro irá ser sempre melhor do que o presente que vivemos é algo muito arriscado de assumir nos tempos que correm.
O paradigma do crescimento eterno, que se tornou vício da sociedade moderna, é uma noção de vida que poderá ter apenas pés de barro.
Quem não guardar parte da vida para o pior, quando ainda o pode fazer, poderá estar a gastar os seus últimos cartuchos numa sociedade que não costuma perdoar quem cai…

Notícia da CNBC – Economists: Gloom and Doom Ahead—Especially for the US
Notícia da Associated Press – Experts see trouble ahead for developed world

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 03/09/2010, in Economia and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: