Hiperinflação e o Fim de um Ciclo

As economias ocidentais enfrentam uma era de hiperinflação.

Egon von Greyerz, fundador do intermediário de ouro Goldswitzerland.com, diz que o declínio do modelo económico ocidental irá conduzir à hiperinflação.

Antes de aprofundar um pouco mais a questão quero deixar a ressalva que como intermediário de ouro este senhor tem a ganhar com a hiperinflação que está a defender.

Hiperinflação.
Quem em Portugal vivenciou as décadas de 70 e 80 sabe muito bem o que significa taxas elevadas de inflação e quais as suas consequências no poder compra e nas poupanças. Mas Portugal nunca passou por uma época de hiperinflação, mesmo que o tecto do valor para definir hiperinflação seja algo puramente académico e varie consoante o analista e a análise.

Verdadeiros exemplos de hiperinflação são:
Outubro de 1923 – Alemanha. A inflação registou um valor de 20.9 % de inflação ao dia. (3,7 dias até os preços duplicarem)
Julho de 1946 – Hungria. A inflação registou um valor de 207 % de inflação ao dia. (15 horas até os preços duplicarem)
Novembro de 2008 – Zimbabué. A inflação registou um valor de 98 % ao dia. (24,7 horas até os preços duplicarem)
Janeiro de 1994 – Jugoslávia. A inflação registou um valor de 64.6% ao dia. (1,4 dias até os preços duplicarem)
In Wikipédia

Podia ficar aqui o dia todo a colocar exemplos atrás de exemplos, mas destaquei apenas os mais extremados. Hiperinflação também já foi mato que ardeu a moeda na Argentina, Áustria, Brasil, Grécia, Israel, Japão, Rússia, Turquia, Estados Unidos, etc, etc, etc…

Portanto a hiperinflação não é algo saído da cabeça de algum iluminado negativista, a hiperinflação é algo cíclico nas economias mundiais.

A hiperinflação mesmo sendo o aumentar exponencial dos preços, na sua base não está directamente o encarecimento dos bens mas sim a desvalorização da moeda que os adquire, principalmente devido a uma excessiva presença de moeda em circulação.

Umas perguntas:
Já fez as contas ao total de todos os pacotes de estímulos que foram injectados nas economias mundiais?
Sabe que isso representou um aumento da moeda em circulação?
Sabe que os efeitos de tais medidas demoram anos até chegar à base da economia – consumidores/preços?
Sabe que a forma como os Estados financiam o pagamento da dívida pública é através da emissão de moeda nova – aquilo a que agora se chama “emissão de obrigações” e que é simplesmente mais moeda em circulação?
Sabe que os Estados do mundo irão precisar de criar 5 biliões de nova moeda este ano apenas para pagar a dívida que expira?

Um Armagedão económico é algo inevitável num sistema que baseia as sua fundações na criação de dívida (moeda) para saldar dívida. Isto é um sistema exponencial, em que cada vez mais dívida (moeda) terá de ser criada para saldar a cada vez maior dívida. Isto é um sistema em pirâmide.

Há uns dias um amigo meu disse-me:
“Os mercados conseguem controlar isso. Eu ainda acredito no sistema financeiro.”
Eu respondi:
“Tu e a grande maioria das pessoas. Infelizmente só irás deixar de acreditar depois de já não haver volta a dar. Esperar pelo ponto sem retorno para tomar uma real opção para o teu futuro é o mesmo de meteres a tua cabeça na boca de um tubarão branco e esperar que ele nunca a feche.”

P.S: A verdadeira informação está na entrevista de Egon von Greyerz à CNBC:

Vodpod videos no longer available.

Notícia da CNBC – Western Economies Face Hyperinflation: Gold Bull

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 19/08/2010, in Economia and tagged , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: