Derrame Foi o Maior de Todos os Tempos…

Cientistas dizem que foi o maior derrame da história. As zonas mortas do golfo são as maiores alguma vez registadas.

Não ser o maior é que seria uma surpresa.

780 milhões de litros de petróleo derramados no Golfo do México. Isto são os números apresentados por um comunicado conjunto da BP e da Administração americana.
Como já sabemos que a BP e os números que revela são totalmente fiáveis, até me arrisco a fazer um pouco de futurologia e dizer que daqui a uns tempos teremos de adicionar mais “não-sei-quantos” milhões de litros de petróleo a esse número…

As maiores áreas mortas no oceano foram descobertas no Golfo do México. Também não é surpresa atendendo ao facto de termos assistido ao maior derrame de petróleo, causado pelo Homem, da História. A ver vamos se daqui a uns anitos não estão a dizer que o aquecimento global é que é o responsável…

Agora, pegando nestas informações, é estar atento porque aposto que estão a caminho um montão de notícias cor-de-rosa em que o peixe não foi contaminado, as águas apresentam menos poluentes do que o esperado, o impacto foi menos do que o que era estimado, etc…

Notícia do The New York Times – Gulf Spill Is the Largest of Its Kind, Scientists Say
Notícia do Sol – Golfo do México manchado com 780 milhões de litros de petróleo
Notícia da MSNBC – Gulf ‘dead zone’ probably the largest on record

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 03/08/2010, in Ambiente and tagged , , , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: