A Dor de Cabeça dos 30 Triliões

Os bancos europeus têm de saldar dívida no valor de 30 triliões de euros nos  próximos dois anos, segundo um estudo da Standard & Poors.

O que dizer deste número?
Primeiro, estamos todos descansados porque quase todos os bancos europeus estão bem e recomendam-se, segundo os resultados dos stress testes, verdade?

Segundo, como quantificar tal número, 30 triliões? (Na escala curta)
1.000 – mil euros
10.000 – dez mil euros
100.000 – cem mil euros
1.000.000 – um milhão de euros
100.000.000 – cem milhões de euros
1.000.000.000 – mil milhões de euros
100.000.000.000 – cem mil milhões de euros
1.000.000.000.000 – um Bilião de euros (Usando a escala longa que é aplicada em Portugal, onde 1 bilião corresponde a 1 trilião da escala curta que é a usada em Inglaterra, proveniência desta notícia. Esta diferença de escalas é apenas nos nomes dado aos valores, ou seja, os valores são iguais mas com nomes diferentes – Para um melho entendimento das escalas, clicar aqui.)

Como forma de comparação o PIB de Portugal é de 240.000.000.000, aproximadamente, e o PIB da zona euro é de 16.447.259.000.000, aproximadamente. A comparação com a dívida dos bancos é absolutamente surreal. Quer dizer que o que os bancos têm de pagar de dívida até 2012 é o equivalente a dois anos do PIB total da Zona Euro!!!

Eu digo que isto nunca irá ser pago, é quase impossível. As únicas formas de saldar tal número é contraindo mais dívida para pagar dívida (esquema em pirâmide que está a chegar aos seus limites nas sociedades ocidentais), ou então o início de uma fase de aumento exponencial da inflação de forma a reduzir o valor real da dívida fazendo reduzir o valor real do numerário.

Qualquer uma destas opções é dantesca para os Zés Povinhos.
A primeira é um ir adiando para mais tarde um problema que a cada ano que passar se tornará mais complicado de contornar, até estoirar. A segunda é tão ou mais danosa porque será o erodir do valor da moeda que os Zés Povinhos usam para pagar os alimentos que metem à boca, e isto sem entrar noutro tipo de despesas menos “primárias”.

Meus caros, não há muito mais que dizer do que comprem ouro e rezem aos santinhos que o euro não se torne uma nova versão da história do dinar jugoslavo, que em 1993 e 1994 chegou a atingir uns quase inquantificáveis 37% de inflação ao dia… ao dia!

Não pretendo estar na pele do Sr. “catástrofe”, mas 30.000.000.000.000 de dívida é realmente algo quase inquantificável perante o actual valor do euro…

Para uma melhor compreensão do que é a inflação e um trilião de euros (escala curta) nada melhor do que uma visualização do simplesmente extraordinário Crash Course, capítulos Inflação e Quanto é Um Trilião:


Notícia do The Telegraph – Europe’s €30 trillion headache

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 29/07/2010, in Banca and tagged , , , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: