Na Era dos Picos (carvão)

Domingo 4 de Julho de 2010.

Esta é mais uma chamada de atenção para a passagem do Rubicão de muitas das matérias primas base da sociedade moderna.

É-nos dito que em 2015 a China, o maior produtor mundial de carvão, irá estar a mãos com um défice de 200 milhões de toneladas métricas. (Estimativa da Agência de Petróleo e Gás chinesa)

Poderão perguntar: “Mas não existe imenso carvão no mundo?”
Esta é uma afirmação absolutamente correcta, mas trás com ela um senão. Primeiro a produção mundial de carvão tem vindo a crescer 2% ao ano desde a década de 1940.

Segundo, o carvão tem diferentes qualidades: O carvão antracito que é altamente energético, ou seja, que a relação de quantidade versus energia libertada é elevada – esta qualidade de carvão está quase esgotada a nível mundial, com quebras em mais de 90% na produção quando comparado com 1940. Depois existe o carvão betuminoso que é um pouco menos energético que o antracito – está a atingir o pico de produção (segundo algumas fontes). A seguir o carvão sub-betuminoso e finalmente o carvão lignito que é energeticamente fraco e extremamente húmido quase comparável à energia da queima de rochas… sim rochas.

Este crescimento de 2% da produção mundial tem sido sustentado por uma extração de qualidades cada vez mais inferiores de carvão – menos energéticas -. O que isto nos diz é que este crescimento de 2% tem sido quase e só para suprir o decréscimo energético do carvão extraído e não um crescimento da sua utilização. Quando esta notícia nos diz que a China irá estar a mãos com um défice de 200 milhões de toneladas métricas, sendo ela o maior produtor mundial, e quando sabemos que as qualidades superiores de carvão estão esgotadas ou a passar o pico de produção, é que a produção mundial não terá de subir 2% ao ano, terá de ser um número bastante superior a esse, e um número muito superior implica um forte investimento em novas fontes de carvão de qualidade inferior ou em energias alternativas, qualquer uma destas opções fará disparar o preço do carvão.

Notícia da Bloomberg – China May Face 200-Million-Ton Coal Shortfall by 2015, OGP Says

About minhamosca

Em busca de mais conhecimento

Posted on 05/07/2010, in Energias and tagged , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: